Jogadores em fim de contrato - 1ª parte - Chelsea Brasil
João Rodriguez

Jogadores em fim de contrato – 1ª parte

Depois da minha coluna sobre os jogadores emprestados (Empréstimos de jovens é uma solução?), onde dei detalhes dos 36 (trinta e seis) jogadores sob contrato do Chelsea nas mais diversas ligas existentes, a coluna de hoje irá detalhar quais jogadores (seja do time titular, reserva ou simplesmente emprestados), que estarão com os contratos prestes a ser encerrado. Começaremos pelos jogadores que terão seus contratos encerrados em Junho/2018.

Antes de mais nada, o jogador da capa chama-se João Rodriguez, e, poucos torcedores (mesmo os mais fanáticos), já ouviram falar no mesmo. Parte de sua história estará no final deste post.

Willy Caballero – Goleiro

O primeiro goleiro, depois de Thibaut Courtois, irá fazer 37 anos no dia 28/09. Pela lógica, não terá seu contrato renovado, porém, com exceção de Courtois que encerrará seu contrato em Junho de 2019, todos os demais goleiros (Caballero, Eduardo e Matej Delac), terão seus vínculos encerrados em Junho/2018, ou seja, o Chelsea ficará sem goleiro reserva.

Pelo Chelsea, Caballero disputou oito jogos: um pela Premier League contra o Brighton (vitória de 4-0), três pela FA Cup (0-0 contra o Norwich, 0-0 no replay contra o mesmo Norwich e vitória de 6-4 nos pênaltis; vitória contra o Newcastle (3-0); e quatro jogos pela EFL Cup contra o Nottinghan Forest (5-1); contra o Everton (2-1), contra o Bournemouth (2-1) e contra o Arsenal (derrota de 2-1).

Eduardo – Goleiro

Eduardo chegou no Chelsea, na temporada 2016/2017 para ser o terceiro goleiro, depois de Courtois e Asmir Begovic.  Nesta temporada, ficou treinando com a equipe do Chelsea U23.  Com a venda de Asmir Begovic para o Bournemouth, e a aquisição (sem custos) de Cabellero, continuou sendo o terceiro goleiro. Nunca disputou nenhuma partida oficial pelo Chelsea e, em 19/09 completará 36 anos.

Matej Delac – Goleiro

Delac chegou ao Chelsea em 2010, vindo do NK Inter Zapresic da Croácia por £1.35 milhão.  Durante esses oito anos no Chelsea já passou pelos seguintes clubes: Vitesse, C. Budejovice, Vitória de Guimarães, NK Inter Zapresic, Vojvodina, FK Sarajevo, AC Arlésien, novamente FK Sarajevo e Royal Excel Mouscron.  Completará 26 anos em 20/08 e nunca disputou qualquer partida oficial pelo Chelsea.

Bradley Collins – Goleiro

Collins é “cria” do Chelsea, tendo assinado seu primeiro contrato, com apenas pouco mais de 16 anos.  Na temporada atual (2017-2018), foi emprestado para o Forrest Green Rovers, que disputa a League Two (algo com a quarta divisão da Inglaterra). Já disputou 32 partidas, tendo tomado 51 gols.

Jared Thompson – Goleiro

Thompson, mais um goleiro, completará 20 anos em 23/02. Veio do Swindon Town Jugend (uma equipe amadora da Inglaterra), na temporada 2012/2013. Passou pelo Chelsea Youth, Chelsea U18, Chelsea U23 e, nesta temporada, foi emprestado para o Chippenham Town, uma equipe semi-profissional da Inglaterra que disputa a National League South (a sexta divisão de futebol).

Fankaty Dabo – Lateral Direito

Outra “cria” do Chelsea, Dabo já foi emprestado para o Swindon Town e para o Vitesse (onde se encontra atualmente). Em 22 jogos pela Eridivise, possui duas assistências. Está no Chelsea desde Julho de 2012.

Victorien Angbam – Volante

Vindo do Stade d’Abidjan (time de futebol da Costa do Mafin), em Janeiro de 2012 aos 16 anos, Angbam já foi emprestado pelo Sint-Truidem (da Bélgica), Granada (da Espanha), e Waasl-Beveren (da Bélgica), onde se encontra atualmente. Pelo time Belga, disputou 21 partidas fazendo um gol.

Jordan Houghton – Volante

E novamente, outra “cria” do Chelsea.  Jordam Houghton já foi emprestado para Gillingham FC (da 3a. divisão da Inglaterra), Plymouth Argile, e 3 vezes para o Doncaster Rovers, e que, de acordo com Daved Blunt, Chairman da equipe, Jordan será adquirido gratuitamente, após vencer seu contrato.  Isto porque ele já assinou um pré-contrato com a equipe.

João Rodriguez – Centro Avante

Por fim, João Rodriguez, que, deixei por último para contar a história do mesmo.

Aos 16 anos ele passou dois meses treinando nas equipes juniores do Chelsea, o que foi suficiente para firmar um contrato de cinco anos. Como parte do acordo, João permaneceu em sua equipe Desportes Quindio (equipe que atualmente disputa algo como a “Série B” da Colômbia), isto na longínqua temporada 2012-2013.

No início da temporada 2013-2014, ficou treinando entre os Sub-16 da Inglaterra, não sendo aproveitado foi emprestado no início de 2014 para o Uniautónoma outra equipe da Colômbia que disputa a Série B. Na temporada 2014-2015, voltou ao Chelsea, e foi emprestado novamente, agora para o SC Bastia também da Série B, mas neste caso do campeonato francês. A ida do jogador, totalmente sem custos, foi devido ao treinador (à época), que era Claude Makelélé.

Em Janeiro de 2015, o empréstimo (que era de seis meses), não foi prorrogado, e João Rodriguez voltou mais uma vez para o Chelsea. Alguns dias depois, foi emprestado, juntamente com outro jogador do Chelsea Ulisses Dávila para o Vitória, time que disputa a 1a. divisão do Campeonato Brasileiro; retornando mais uma vez para o Chelsea, em Junho de 2015, sem ter feito uma única aparência na equipe. Para não deixar este post grande demais, João Rodrigues foi emprestado ainda para: Sint Truiden (da Bélgica),  Independiente Santa Fé (da Colômbia), Cortuluá (da Colômbia) e, finalmente para o Tampico Madero (do México).

Atualmente João Rodriguez tem 21 anos, e está desde 2013 no Chelsea (portanto há cinco anos).  Neste período, foi emprestado para sete equipes diferentes; tendo atuado por 58 jogos fazendo 10 gols.  Atualmente, no Tampico Madero, disputou 23 partidas, tendo marcado 10 gols.

#GoBlues

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Dalton Gerth

Torcedor do Chelsea desde a época em que Vialli era técnico E jogador, advogado e estudante de licenciatura em Matemática.