Giroud será muito mais útil que Batshuayi - Chelsea Brasil

Giroud será muito mais útil que Batshuayi

Bastaram duas partidas com a camisa do Chelsea para que Olivier Giroud pudesse mostrar sua utilidade a Antonio Conte. Foram poucos minutos em campo na estreia, quando nada pôde fazer para evitar o vexame em visita ao Watford. Entretanto, começar uma partida diante da torcida deu motivação suficiente para que o atacante francês mostrasse seus serviços.

São cerca de 70 minutos de Giroud contra uma temporada inteira de Michy Basthuayi. Obviamente, comparar números não faz qualquer sentido, mas já podemos perceber diferenças de desempenho que são muito importantes na forma de jogar dos Blues.

No decorrer da vitória por 3 a 0 sobre o West Brom, dois detalhes do futebol de Giroud ficaram claros e devem ser exaltados: experiência e presença. Os cinco anos de Premier League contam muito para o francês, que como um atacante tradicional, tende a conhecer mais os espaços do campo. Ele não corre sem direção, até porque não tem condições físicas para tal. Porém, o camisa 18 fez deslocamentos importantes, especialmente no sentido de abrir espaço para os companheiros. Giroud sabe que nem sempre será o homem do gol, e não se mostrou preocupado com isso.

Tanta vontade resultou até em um corte na cabeça (Foto: Getty Images)

Associado ao fator anterior, foi possível ver que o francês sabe quando participar do jogo. Contra o West Brom, ele o fez intensamente, se entregou para divididas e deixou a partida esgotado por isso. Estar sempre em contato com o jogo é muito importante para o centro-avante, pois ele ganha a responsabilidade de armar diversas jogadas, e não apenas terminá-las. Vimos, por exemplo, que ele trabalhou muito na intermediária ofensiva, e ali criou espaços para finalizações – inclusive assistindo para o gol de Hazard, que abriu o marcador.

As primeiras impressões de Olivier Giroud são positivas, e as negociações envolvendo ele e Batshuayi se mostraram vantajosas para todas as partes. Se o belga não entendia seu espaço no elenco e no campo como Giroud faz, ele agora é peça importante no Borussia Dortmund. Bom também para o Chelsea, que conta com um nome de peso para situações diversas ao longo do jogo, e que parece disposto a ser o destaque quando requisitado.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Lucas Sanches

Eterno projeto de jornalista. Apaixonado por futebol e viúvo do Fernando Torres. Hazard é o melhor jogador do mundo. Twitter: sanches_07