Falta de reforços preocupa

O Chelsea já há algum tempo deixou de ser aquele destruidor de recordes nas cifras das transferências. Aliás, passou a adotar outro rótulo: o de bom vendedor.

A janela de transferências só abriu no último sábado, no entanto, algumas vendas já tinham sido confirmadas. Bertrand Traoré vai vestir o azul do Lyon. Nathan Aké voltou para o Bournemouth, dessa vez adquirido de maneira permanente. Christian Atsu, outro jovem que não teria oportunidades, foi comprado pelo Newcastle. Ainda, um dos maiores talentos da nossa base, Dominic Solanke, foi para o Liverpool.

Também houve a venda de Asmir Begovic para o Bournemouth, mas que já foi reposta pela chegada de Willy Caballero, que chega para a reserva de Thibaut Courtois.

A mídia inglesa especula que Antonio Conte vem se decepcionando com a falta de postura e ação dos Blues no mercado. E mesmo que sejam aquelas famosas mentiras para vender jornais, ele pode ter motivos para tal. Parece não ter uma grande movimentação por parte da diretoria para fortalecer o elenco.

Alguns nomes são especulados? Obviamente que sim. São os casos de Antonio Rüdiger (Roma), Tiemoué Bakayoko (Monaco), Leonardo Bonucci (Juventus) e Romelu Lukaku (Everton).

No entanto, ‘especulações’ são diferentes de ‘propostas oficiais’. E é inegável que elas estão faltando. Como defender um título tão difícil como o da Premier League se o clube campeão não se reforça? Vamos lembrar de 2015/16, quando éramos os atuais vencedores e por falta de movimentação no mercado, sequer nos classificamos para competições europeias.

Esse desleixo preocupa e muito. Principalmente em ano de volta à Champions League. Os Manchesters estão se reforçando. Até mesmo o Arsenal está próximo de anunciar Lacazette. Por outro lado, o Chelsea vive na incerteza de perder seu melhor atacante, Diego Costa.

Espero que a abertura da janela tenha sido o empurrãozinho que o clube precisava para agir. Porque antes disso, nada se viu. Abra seus olhos Michael Emenalo. Queremos contratações!

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags: