Dois jogadores do Chelsea irão encarar a repescagem europeia para a Copa 2018

Andreas Christensen e Davide Zappacosta são os únicos jogadores do atual elenco do Chelsea que vão encarar a repescagem com suas respectivas seleções nacionais para irem à Copa – ambos pela Europa. O primeiro, de 21 anos, é um dos zagueiros da Dinamarca, que empatou com a Romênia, por 1 a 1, em casa, no último domingo, e assegurou a vice-liderança do grupo vencido pela Polônia. Já o lateral, de 25, esteve no cumprimento de tabela da Itália diante da Albânia, que terminou com triunfo magro da azzurra, no território do oponente, na segunda-feira (9). O duelo pouco ou nada valeu, tendo em vista que a Espanha tinha faturado a ponta da chave com antecipação e a repescagem estava sob o controle dos tetracampeões mundiais.

Os dois países estão no Pote 1 do pequeno mata-mata do velho continente e, portanto, não irão se enfrentar, assim como Suíça e Croácia. Todos estes sabem que seus adversários sairão do Pote 2, integrado por Suécia, Irlanda do Norte, Irlanda e Grécia. O sorteio que vai definir esses embates acontecerá na próxima terça-feira, dia 17. Entre os dias 9 e 11 de novembro ocorrerão as partidas de ida, e as de volta estão previstas para 12, 13 e 14 do mesmo mês.

Os demais atletas do elenco dos Blues já sabem se viajarão para a Rússia ou serão apenas espectadores com o controle da TV nas mãos e o sofá da sala por perto. A única dúvida é se irão ser convocados, no caso dos que defendem seleções que obtiveram a classificação. Agora, é esperar o sorteio e acompanhar os jogos para ver a cena final do último capítulo dessa dupla na busca pela participação no Mundial de 2018.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Patrick Monteiro