conte-mourinho-e1456482721664-1

Opinião: Conte pode virar um Mourinho melhorado?

José Mourinho é um técnico que sempre dá o que falar. Polêmico, mas cheio de conquistas ao longo de sua carreira, o português possui uma relação de altos e baixos com o Chelsea, onde boa parte do tempo foi visto como ídolo do clube. Após ganhar uma Liga dos Campeões com o Porto, Mourinho foi contratado pelos Blues no inicio da temporada 04-05. No comando do time de Londres o técnico venceu duas Premier League seguidas, antes de sua saída conturbada em 2007.

A qualidade de José Mourinho é inegável, suas conquistas provam isso, contudo sua personalidade vem, ao longo dos anos, dificultando sua relação com os jogadores, vide sua passagem pelo Real Madrid e sua última passagem pelo Chelsea. Infelizmente, ou felizmente, um grande técnico se dá também pelo lado emocional, e como ele se relaciona com seus jogadores, alguns técnicos conseguem realizam bons trabalhos só mantendo uma boa relação com os jogadores, sem que haja uma grande necessidade de treiná-los, vide a primeira temporada de Zidane a frente do Real Madrid.

Por outro lado, temos Conte, um técnico que se assemelha em vários pontos com Mourinho. Os dois possuem uma preferência por uma formação forte defensivamente, são enérgicos e sabem montar bons elencos com peças limitadas. O italiano montou bons times no campeonato italiano antes de chegar ao comando da Juventus, time que se reergueu no cenário Europeu e hoje é uma das grandes forças do continente, grande parte graças ao técnico dos Blues. O excelente trabalho com a seleção italiana, talvez uma das mais fracas dos últimos anos, deu respaldo para que Conte pudesse fazer seu trabalho em um Chelsea limitado e sem planejamento.

Em seus poucos jogos á frente do time de Londres, Conte mostrou que seu time pode ser competitivo e eficiente mesmo não possuindo grandes peças no elenco. Jogadores como Hazard, Diego Costa, Kante e Azpilicueta viraram os alicerces do time, outros como Matic, David Luiz, Moses e Alonso, antes muito criticados, aos poucos vão ganhando moral e facilitando o trabalho do treinador. Contudo, um ponto a se elogiar, mais até do que a forma tática e a recuperação do futebol de alguns jogadores é a postura que o time possui dentro e fora de campo. A raça e o comprometimento que o time mostra vai de contramão ao futebol apático mostrado em boa parte de temporada passada. E o principal , a cobrança é feita sem que haja um desgaste no relacionamento com os jogadores, coisa que não acontecia com Mourinho.

Fica a torcida para que a diretoria auxilie Conte nessa jornada, atenda alguns pedidos do treinador e fortaleça a equipe no meio do ano. O trabalho que o italiano vem realizando demonstra ser algo benéfico a curto, médio e longo prazo, pois o aproveitamento dos jovens jogadores, sem que os mesmos sejam queimados é outro ponto a favor do técnico. Só fica o receio para que o sucesso não lhe suba a cabeça, e que a arrogância que Mourinho passou a ter ao virar um técnico renomado seja uma característica unida dele.

As palavras no texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Opinião

Tags: