hazard-2016

Sim, eles ganharam de 4 a 0, mas…

Na última jornada, o Chelsea recebeu e bateu o Manchester United por 4 a 0. 4-0! Escrevi há uma semana aqui, que era possível termos um grande jogo entre o Chelsea e o United e de facto tivemos um grande jogo: do Chelsea. Aos 30 segundos, o Chelsea tinha marcado tantos golos como o Manchester United nas últimas três jornadas da Premier League. Esta é apenas uma estatística para sorrirmos um pouco, porque o mais importante foi a grande vitória do Chelsea, que arrasou o United, um dos favoritos ao título a todos os níveis: estratégia, tática, na defesa, no ataque, no centro do campo,… os azuis de Londres fizeram com que Pogba e companhia passassem todo o encontro à nora.

No entanto, e apesar desta extraordinária performance, muitos especialistas e analistas do campeonato inglês dizem que o Chelsea ainda não pode ser candidato ao título, que falta ainda alguma coisa à equipa de Conte. Têm dito “Sim, eles ganharam 4-0, mas…”. Talvez falte, aliás, provavelmente falta (apesar de tudo, fomos décimos o ano passado), mas, mesmo assim, uma equipa que bate o United por 4-0 da maneira que o Chelsea bateu, a qualquer momento da época, para a Premier League… tem de ser candidato ao título.

E eu acho que o Chelsea é, por muito que Sir Alex Ferguson diga que não e por muito que isso custe aos fãs do City e do United, que achavam que este campeonato seria entre eles, ou por muito que custe aos fervorosos ingleses que apoiam o Liverpool, que consideravam que seriam a (única) surpresa desta época.

Acho que se vão enganar, vão ter de levar conosco…

As palavras no texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: