Football Soccer - Chelsea v Paris St Germain - UEFA Champions League Round of 16 Second Leg - Stamford Bridge, London, England - 9/3/16
Diego Costa celebrates after scoring the first goal for Chelsea
Reuters / Eddie Keogh
Livepic
EDITORIAL USE ONLY. - RTSA2UW

Precisamos falar sobre Diego Costa

Polêmico. Agressivo. Irritante. Finalizador. Decisivo. Uma fera… Esses são alguns dos adjetivos utilizados para descrever o atacante Diego Costa. Nosso camisa 19 é um jogador diferenciado em relação aos colegas de time. Uma mistura do sangue brasileiro (nordestino) com o espanhol. É passional, muitas vezes não mede força e entra com tudo em divididas, consequentemente se envolvendo em polêmicas durante a partida.

A quem goste ou critique o atacante, mas fato é que Diego Costa é o tipo de jogador do qual o Chelsea precisa nessa temporada. Nas mãos de Antonio Conte os Blues ainda estão ganhando corpo, procurando a cada partida uma identidade. Diego é uma peça fundamental essa (re) construção. Ele tem a garra e energia da qual uma equipe em construção necessita.

Vou citar apenas um fato para embasar meu comentário nesta coluna. A reação de Diego ao fim da partida contra o Swansea City na semana passada. A icônica cena do espanhol balançando a cabeça em negativa após o apito final, frustrado por não ter vencido… esse é o tipo de reação da qual os torcedores gostariam de observar nos demais atletas.

Diego tem em campo atitude de raça da qual a torcida espera (Foto: Reuters / Eddie Keogh)
Diego tem em campo atitude de raça da qual a torcida espera (Foto: Reuters / Eddie Keogh)

Quantos empates e derrotas foram aceitos de maneira apática na temporada passada, sem ao mínimo um esboço de “vergonha na cara” de Hazard, Oscar, Fàbregas e tantos outros? A equipe de Conte precisa ser melhorada, algumas atitudes do italiano também, entretanto é visível uma conquista em pouco tempo de comando italiano nos Blues: os atletas tornaram a respeitar a história do clube e ainda mais, a respeitar a torcida, dividindo em jogadas simples, correndo atrás de resultados, jogando com seriedade.

O que esperar do Chelsea de Conte é que os companheiros de Diego Costa tomem emprestadas as atitudes de garra e vibração do nosso artilheiro. Podemos encerrar a temporada sem títulos, mas com certeza teremos uma vitória: o respeito à camisa azul.

Assim começo minha nova passagem como Colunista do Chelsea Brasil, desta vez com a missão de substituir a altura o incrível companheiro de site, Rafael França.

As palavras neste texto condizem coma  opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: