Pedro tem muito o que aprender ainda

Pedro acha que joga como Messi, mas tem o ego de Cristiano Ronaldo

Pedro Rodríguez resolveu soltar a língua nesta pós-temporada. O atacante do Chelsea, que é reserva de Vicente del Bosque, não está medindo esforços para conseguir o que quer. E através da imprensa, ele vem fazendo isso.

Primeiro, o espanhol afirmou publicamente que já conversou com o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, sobre uma possibilidade de retorno à Catalunha. Isso após uma temporada no futebol inglês com os Blues. Para completar, mais recentemente, reclamou de ser reserva de sua seleção na Eurocopa, dizendo que “se for pra ficar no banco, preferia nem ser convocado”.

Por isso na coluna de hoje, caro leitor, vamos analisar o jogador. Pedro veio das canteras do Barcelona, passando pelo time C, B, até chegar ao principal, onde disputou 204 partidas e fez 58 gols. Uma boa média, de fato. Mas leve-se em consideração que ele jogava simplesmente ao lado de Lionel Messi, Xavi e Iniesta. O trabalho era bem facilitado.

Em 2015 ele resolveu respirar novos ares. Na Inglaterra, em apenas uma temporada, quando o Chelsea pagou 19 milhões de libras por seu futebol, fez 27 jogos e apenas 7 gols. Um número baixo para um jogador de frente.

A grande verdade é que Pedro percebeu a burrada que fez. Poderia continuar em um clube, onde estão seu amigos, onde não fazia nada e mesmo assim os títulos caíam no colo dele. No Chelsea, já é diferente. Precisa-se trabalhar duro. Com tantos clubes grandes na Premier League, as taças não são garantidas ao fim da temporada.

E já não bastasse o clube, Pedro ainda reclama de sua posição na seleção espanhola. Um jogador que no máximo é médio, foi convocado no lugar de bons nomes, como Diego Costa. E mesmo assim, acha que é o dono do time, exigindo a titularidade.

Pedro, um recado para você: Por favor, se essa é sua vontade, deixe o Chelsea. Temos jogadores na nossa base que são muito mais qualificados. E outra, seu futebol está a dez abismos de distância de Lionel Messi. Por outro lado, seu ego se assemelha ao de Cristiano Ronaldo.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: