Mourinho falou sobre a situação dos treinadores na EPL (Foto: Ian Walton/Getty Images)

Jogadores do Chelsea, esqueçam José Mourinho

A coluna de hoje retoma um assunto antigo e delicado. José Mourinho saiu do Chelsea, mas o clube parece não ter deixado ele ir realmente. Nos últimos dias – ou talvez desde que o treinador deixou o comando do clube -, jogadores fazem questão de demonstrar o quanto ficaram insatisfeitos com seu trabalho. Não é necessário. Nós vimos em todas as partidas disputadas na última temporada.

Todos viram o que se passou. Deixamos de ser a equipe capaz de vencer o campeonato para nos tornarmos um desastre. Deixamos de jogar taticamente como fazíamos antes, cada um pensava por si. Os jogadores e o treinador. E determinadas distrações acabam por não ser saudáveis. Era fundamental ter um plano para cada jogo e uma organização tática“, alfinetou Gary Cahill.

Conte deu confiança aos jogadores e nos sentimos bem, depois de uma temporada passada horrorosa para nós. Sempre fui o mesmo jogador, mas Conte sabe tratar os jogadores bem e ajudar que eles atuem em alto nível“, complementou Eden Hazard.

Leia Mais: Hazard comenta evolução que trabalho de Conte trouxe em relação a Mourinho

Para começo de conversa, fui contra a demissão de Mourinho no meio da temporada passada. Todos nós sabemos que o time não estava mal somente porque não conseguia se encaixar. A equipe não jogou porque derrubar o português foi mais importante do que defender o título em uma das temporadas mais fáceis do Campeonato Inglês recentemente. O Leicester não foi campeão só por sorte ou pela enorme vontade que apresentaram, mas também porque todos os grandes times não estavam em condições de disputar o troféu.

Independente do que aconteceu, são novos tempos. Os jogadores mimados conseguiram seu espaço com a diretoria, o comandante e ídolo do clube saiu. É hora de seguir em frente. Antonio Conte chegou ao Chelsea com propostas totalmente diferente das que José trazia. São novos pensamentos e uma situação completamente diferente daquela que nos acostumamos a ver nos últimos anos. É hora de jogar e parar de pensar no péssimo trabalho feito pelo treinador que nos levou ao quinto título inglês meses antes de ser chutado pelos Blues.

Os jogadores precisam parar de se esconder na desculpa da péssima temporada anterior. É hora de assumir seus defeitos e melhorar para não cometerem mais erros. Não foram bem porque nada deu certo. Fim. O trabalho já começou e o ambiente é outro. Hazard não foi mal somente porque não era compreendido, foi mal porque se acomodou e deixou a preguiça tomar conta de si em um momento importante para sua ascensão no futebol mundial.

Leia Mais: Ivanovic acredita que Hazard detém a chave para o Chelsea vencer a Premier League nesta temporada

Esqueçam Mourinho, ele já é passado. Inclusive, já foi até parar no time rival. Conte terá o desafio de fazer com que os grandes jogadores do Chelsea voltem e ter vontade de jogar. E, principalmente, que parem de viver o passado. Se quiserem provar a José que ele estava errado o tempo todo, vençam o campeonato. Não há melhor forma de dar a volta por cima do que levantando o troféu.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: