conte_chelsea_lapresse_3744206

Há um novo rei em Stamford Bridge

O regresso de José Mourinho à Stamford Bridge, onde se consagrou como o treinador mais vitoriosos na história dos Blues, não foi como ele tinha imaginado. Suponha-se que ele iria desencadear o poder ofensivo de sua equipe e lembrar a torcida da genialidade do seu passado herói. Mas, a realidade não poderia ter sido mais diferente: Chelsea simplesmente humilhou o Manchester United.

A equipe de Antonio Conte jogou com uma intensidade formidável, superando qualquer tipo de oposição com facilidade. Ao fazê-lo, o italiano conseguiu o que parecia impossível: afugentar os fantasmas deixados para trás pelo português. Na última década, com ou sem o Mourinho, ele vem dominado a conversação no Chelsea. Agora há um novo herói em Stamford Bridge; ele é italiano, exuberante e sabe o que quer.

Pedro e companhia celebram o primeiro gol do Chelsea contra o Manchester United (Foto: Getty Images)

Nos últimos anos, o sucesso do clube foi maiormente alcançado com a fórmula do Mourinho. Em 2004, ele implementou uma estrutura que nos serviu até a vitória contra o Bayern de Munique na final da Liga dos Campeões em Munique. À medida que a equipe que se consagrou campeã europeia foi desmantelada, o português foi trazido de volta para que ele pudesse repetir a história. Quando ele fracassou e consequentemente deixou o clube, os Blues pareciam ter perdido o caminho e, mais importante, sua identidade.

Roman Abramovich escolheu Conte como sucessor e ele tem vindo demostrando uma enorme vontade de trazer nova vida à equipe que herdou. No domingo (23), o Chelsea mostrou a sua nova cara e faz muito tempo que a torcida não tinha visto uma performance desse tipo. Que tenha vindo contra o Mourinho, um homem que significa tanto para a história do clube, faz com que a performance seja ainda mais consequente.

“Hoje foi muito importante por que este tipo de jogo, contra uma equipe como o Manchester United, aumenta a confiança no nosso trabalho”, disse Conte.

José Mourinho lamenta os erros defensivos da sua equipe. (Foto: Getty Images)
José Mourinho lamenta os erros defensivos da sua equipe (Foto: Getty Images)

A torcida do Chelsea sempre quis a volta do Mourinho por que nunca nos sentimos mais poderosos como quando ele estava dirigindo a equipe. Treinadores de fama vieram e saíram ao passar do tempo, mas sempre foi com ele que o clube teve mais confiança. Bem, esses dias acabaram. Tanto assim que quase não se escutou o nome de Mourinho no domingo.

A ressaca pós-Mourinho foi curada. Chelsea agora pertence ao Conte. Mesmo assim, o italiano vai ter que trabalhar muito mais se quiser emular as gloriosas conquistas do português. A equipe necessita continuar melhorando porque Arsenal, Liverpool e Manchester City – que no momento se encontram no topo da tabela – vão ser adversários muito mais difíceis quando o dia chegar.

As palavras no texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: