Willian fala sobre Ronaldo e Ronaldinho (Foto: FourFourTwo/Reprodução)

É hora de jogar pela instituição Chelsea FC

A temporada 2015/16 é para ser esquecida. Um time que apresentou infantilidade desde agosto do ano passado, não representa o que foi o Chelsea Football Club nos últimos tempos. Fora da próxima UEFA Champions League e próximo de fazer uma reforma em Stamford Bridge, aquela derrota para o Paris Saint-Germain pode ter sido o último jogo ‘continental’ do estádio antes de entrar no seu hiato.

Já está sendo difícil de engolir. Desde que Roman Abramovich comprou o clube em 2003, os Blues não deixaram de participar do principal torneio interclubes do mundo, uma vez sequer. Ficamos mal-acostumados. Em 2016/17 teremos de encarar a realidade que o Liverpool, por exemplo, encarou nas últimas temporadas.

Mas e quanto a este campeonato inglês? Matematicamente, o Chelsea ainda tem chances de abocanhar uma vaguinha para a Liga Europa. Matematicamente sim, de fato. No entanto, devemos levar em consideração as outras equipes que estão acima de nós na tabela, e que hoje jogam um futebol muito melhor. Em outras palavras, é impossível.

E o que o Chelsea deveria fazer com esses jogos restantes na Premier League? Vencer. Não para conquistar pontos e assustar os líderes. Mas sim para honrar a camisa azul. Um dos poucos personagens lúcidos do time, Willian, afirmou exatamente isso nesta semana. É hora dos jogadores que realmente querem dar o sangue por este manto aparecerem. Aqueles que querem encarar um período sem competições europeias e atravessar um deserto para chegar novamente no paraíso.

Willian e Diego Costa já provaram serem esses jogadores. Gostaria muito que outros titulares também se juntassem a eles, mas a grana e a visibilidade falarão mais alto. Infelizmente.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: