314BE7F400000578-0-image-a-4_1455659723402

Chelsea levará soco no rosto se decidir vender Courtois

As últimas atuações de Thibaut Courtois no Chelsea vem questionando os torcedores se ele é mesmo o substituto de Petr Cech. Falhas grotescas que fazem o camisa #13 entrar no alvo da torcida e também da mídia inglesa. Ele, por sua vez, criticou sua defesa durante a última data FIFA, afirmando que vários gols que os Blues sofrem são culpa dos zagueiros. Não dá para negar tal fato.

De qualquer forma, os recentes ataques de Courtois podem ser retrato de que o goleiro deseja sair para outro clube. Sem futebol europeu na próxima temporada em Stamford Bridge, o belga precisaria jogar em uma diferente vitrine para brilhar.

O Chelsea pode muito bem fazer caixa com o arqueiro, que apesar da má fase é na minha opinião, um dos melhores do mundo atualmente. Todavia, uma venda de Courtois será um tiro no próprio pé ao mesmo tempo.

Sim, estou falando da saída de Cech ao Arsenal. Preterido pelo camisa #13, o tcheco agora é o titular soberano dos Gunners, onde não há concorrentes pelo seu posto. Qual é o sentido em vender Courtois uma temporada depois de deixar o maior goleiro de nossa história ir para o maior rival?

Claro que o dinheiro que entrará na conta bancária dos Blues será alto e daria para trazer outro jogador da posição, mas perderíamos em qualidade, e destruiríamos o planejamento de transformar Courtois em um longevo goleiro em Stamford Bridge.

Os próximos capítulos nos contarão se nosso “competente” diretor Michael Emenalo fará essa proeza ao liberá-lo. Se confirmar, o Chelsea levará mais um soco no rosto, que consequentemente o levará a nocaute.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: