chelsea-everton-betting-tip

Chelsea de Conte representa perfeição em todos os sentidos

Perfeição. Essa palavra pode ter uma carga pesada por seu amplo significado. Representa a excelência, algo executado com alto nível, sem erros ou defeitos. Entretanto tal adjetivo também descreve da melhor maneira possível o momento do Chelsea na Premier League 2016/2017. São cinco jogos sem perder, a defesa não sofre gols desde 24 de setembro contra o Arsenal, o ataque não se cansa de fazer gols.

Estamos vivendo a excelência em seu amplo sentido, está mais do que claro. A partida contra o Everton na tarde do último sábado (5) terminou em goleada de 5×0 e poderia ter sido mais.

A equipe de Antonio Conte executou o melhor futebol: sistema defensivo impecável com as linhas de marcação funcionando e, mesmo com o adversário tendo a posse de bola, não assustava. Ofensivamente a atuação dispensa comentários. Os gols surgiram de bolas trabalhadas (apenas um veio em bola parada), com triangulações, passes rápidos e subidas em velocidade.

Hazard tem atuado com maestria ao lado de Diego Costa e Pedro
Hazard tem atuado com maestria ao lado de Diego Costa e Pedro (Foto: Getty Images)

Uma equipe capaz de se defender sem a posse de bola, atacar de maneira eficaz em jogadas centralizadas ou abertas atua com excelência. A perfeição também é vista em números.

São 5 vitórias somando 16 gols a favor e nenhum contra. Repito, a defesa não é vazada desde 24 de setembro, os Blues passaram outubro inteiro sem sofrer gols na Premier League. Até o momento o time de Conte tem o melhor ataque da competição com 26 gols marcados, 9 sofridos e tendo ganhado 5 dos 6 jogos em casa nessa temporada.

Outra prova do futebol absoluto foi o domínio da partida resultou em um primeiro tempo, não permitindo ao Everton criar uma única chance de gol, feito do qual o Chelsea não conseguia desde a partida contra o Reading em janeiro de 2013.

O mais curioso desse Chelsea versão Conte é a capacidade de se reinventar. A equipe se transformou com a alteração tática e com o 3-4-3 é outro Chelsea. Ao mesmo tempo em que é agressivo, sabe se defender. N’Golo Kante e Nemanja Matic continuam com atuações impecáveis, Marco Alonso e Victor Moses são duas gratas surpresas, Gary Cahill, David Luiz e Cesar Azpilicueta cresceram com o novo esquema e Eden Hazard, Diego Costa e Pedro demonstram afinidade a cada toque na bola, são o poderia ofensivo do que até o momento tem sido a melhor equipe da Premier League.

Sim, não é errado afirmar tal fato. Manchester City tem seus craques, o Arsenal tem seus reforços, o Liverpool tem suas qualidades dentro e fora do campo. Todavia até o momento o futebol mais eficiente e absoluto tem sido do lado azul de Londres. E como o próprio Conte afirmou na coletiva após vencer o Everton não é necessário enviar uma mensagem aos adversários, é necessário continuar o trabalho e evoluir a cada partida.

As palavras no texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Colunistas

Tags: