Chelsea terá sequência árdua, após estreia na PL

Jogar contra o Burnley, em casa, não é das tarefas mais difíceis para um campeão inglês abrir a sua temporada. Neste sábado (12), às 11h (de Brasília), os Blues iniciam a caminhada rumo ao sétimo título nacional. Porém, o que se apresenta como tranquilo e animador muda de configuração já na página seguinte. A partir da segunda rodada, os comandados de Conte terão uma sequência que será a verdadeira prova para medir a força do atual elenco.

O compromisso número 2 da equipe de Stamford Bridge é logo um clássico com o Tottenham, no território dos oponentes. Depois, os azuis da capital recebem o Everton, visitam o Leicester, sediam o encontro com o Arsenal e visitam o Stoke, antes de desafiarem, em Londres, o Manchester City. Só então, haverá uma “folga” de três partidas contra equipes mais modestas (Crystal Palace, Watford e Bournemouth), até mais um derby, desta vez diante do United, também em casa.

Tomando como referência a trajetória nas sete primeiras rodadas (antes da série mais “leve”), excluindo a estreia, o Chelsea terá adversários que terminaram a última temporada nas posições 2 (TOT), 7 (EVE), 12 (LEI), 5 (ARS), 13 (STO) e 3 (MNC), sendo que o décimo segundo foi justamente o campeão da edição retrasada.

Sendo assim, dos cinco primeiros colocados da Premier League 2016/17, os Blues somente não irão jogar contra o Liverpool (4°). Portanto, é melhor o torcedor azul ficar ligado. E a turma do Sr. Antonio mais ainda. Começar bem é fundamental, e sobreviver com poucos ferimentos à sequência árdua pode fazer a diferença lá na frente dessa história.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Patrick Monteiro