Chelsea aqui, Chelsea lá e Chelsea acolá

Chelsea x Tottenham: A coluna será publicada às 9h e o clássico contra o Tottenham começa às 12h. Portanto, ligo o “palpitômetro” e esboço a escalação para o jogo de hoje. O Chelsea deve atuar com: Caballero; Azpilicueta, Cahill e Rudiger; Moses, Kanté, Fàbregas e Alonso; Willian, Morata e Hazard. O tradicional 3-4-2-1 de Antonio Conte.

Alguns desfalques para hoje. Courtois é dúvida, David Luiz não joga e o Ross Barkley também não atuará. Na verdade, Barkley atuou na vitória da equipe sub-23 contra o Derby, por 3 a 0. Este jogo aconteceu no sábado pela Premier League 2. Você pode conferir mais informações sobre essa partida ainda neste texto.

Chelsea Ladies x Montpellier: Duas vitórias do Chelsea nas quartas de final da UWCL, um placar agregado de 5 a 1 e a classificação para a semifinal da Champions League. O time de Kingsmeadow venceu na França por 2 a 0 e conseguiu um 3 a 1 em atuação no território londrino. O próximo adversário na competição europeia será o Wolfsburg (ALE), o primeiro jogo está previsto para o dia 22 de abril e a partida de volta está marcada para o dia 29 de abril. Esta é a primeira vez que dois times ingleses estão nas semifinais da competição, a outra semifinal será protagonizada entre Lyon x Manchester City.

Neste momento, a equipe feminina do Chelsea visualiza uma grande rivalidade com o selecionado azul de Manchester. Digo “neste momento” por causa do ótimo desempenho das duas equipes no cenário futebolístico atual, afinal de contas, Chelsea e City são protagonistas nas competições que disputam. Além das semifinais da UWCL, os dois serão rivais na semifinal da FA Cup (Everton x Arsenal será a outra partida) e também estão nas duas primeiras colocações da WSL 1.

Obs: O Wolfsburg eliminou o Chelsea nas edições 2015/16 e 2016/17.

Rumores: Segundo o The Guardian, há possibilidade de negociações entre Bayern de Munique e Chelsea, mais precisamente, por uma transferência de Robert Lewandowski. Dentro desta situação, alemães e ingleses poderiam conversar sobre uma troca envolvendo o polonês e o espanhol Alvaro Morata (um show de nacionalidades). A publicação ainda afirmou que o Manchester United monitora a situação do polonês.

Abordando outro informativo inglês, o Daily Mail afirmou que Tottenham, Everton e Chelsea têm interesse em Kwadwo Asamoah, atleta da Juventus. A notícia relata que o futebolista quer um “novo desafio” em sua carreira. Mas como consta no início deste escrito: são apenas rumores.

Premier League 2: O Chelsea Sub-23 venceu o Derby County Sub-23 por 3 a 0. O nome do jogo foi o holandês Daishaun Brown, autor dos três gols do embate. O atleta se destacou neste mês por ter marcado três dos quatro gols da Seleção Holandesa Sub-17 (Dois contra a Islândia e um contra a Itália). A vitória coloca o Chelsea na 5ª colocação do Grupo 1, sete pontos atrás do líder Leicester.

O meio-campista Ross Barkley atuou neste embate. Ele foi relacionado como titular e foi substituído aos 64 minutos de jogo por George McEachran.

Kanté: Não poderia deixar de mencionar o aniversário de Kanté, ocorrido no último dia 29 de março. Campeão da Premier League com o Chelsea, o francês tem uma grande importância tática no esquema de Antonio Conte. Sua dedicação e perseverança dentro de campo é ressaltada pela mídia inglesa que, constantemente, discorre sobre o fate de Kanté estar em “todos os lugares” do campo. Mesmo com uma temporada de resultados aquém do esperado, Kanté segue adjetivado como “regular” e “fundamental” ao time de Stamford Bridge.

Ídolo: É preciso dizer que o pensamento deste colunista está com Ray Wilkins. Um personagem brilhante da história do Chelsea que foi conduzido ao hospital St. George, em Londres, com urgência. A causa não foi divulgada, mas suspeita-se de um ataque do coração e, posteriormente, a necessidade de encaminhá-lo ao setor de cuidados intensivos.

Ray Wilkins é um ex-atleta e foi assistente técnico do Chelsea. Ele atuou por quase 200 partidas (170, sendo o Melhor Jogador do Clube em 1976 e 1977) e tem em seu histórico o fato de ter sido capitão do time de Stamford Bridge. Ele também foi o capitão da Seleção Inglesa por algumas ocasiões e estava no plantel da Copa do Mundo de 1982 e 1986. Muitos atletas se posicionaram com homenagens e palavras de solidariedade ao ex-jogador de Stamford Bridge: Lampard, Drogba e Terry  lembraram de Wilkins.

Sem dúvidas, um ídolo do clube londrino.

Marcos Alonso: O defensor fez sua estreia com a camisa da Seleção Espanhola na partida amistosa contra a Argentina. Aos meus olhos, enxergo majoritariamente aspectos positivos do que negativos quanto aos serviços prestados do espanhol ao Chelsea. Creio que a convocação dele é justa.

A coluna do domingo passado

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

Category: Opinião

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.