Blog: Contratações Improváveis para 2013/14

(Foto-montagem: Geisiane Carneiro / Chelsea Brasil)

(Foto-montagem: Geisiane Carneiro / Chelsea Brasil)

Finalizando a sequência, temos aqueles rumores que nos deixam com a pulga atrás da orelha. Apelo ou vontade da torcida, furos de reportagem e talvez até um pouco de exagero da mídia. O fato é que entre contratados e dispensados, estes jogadores não estão nem perto de vestir a camisa dos Blues.

Neymar Jr.

Dizem que a maior oferta para que o queridinho da Vila Belmiro deixasse o Brasil saiu de Stamford Bridge, mas parece que Neymar já havia assinado um pré-contrato com o Barcelona, por este motivo recusou todas as outras (e maiores) ofertas. O fato é que ele acabaria sendo um jogador inconstante e talvez demorasse um pouco para se encaixar ao estilo de jogo do time inglês.

Seriam ameaçados: Neymar segue o estilo de jogo de Hazard, organizando as jogadas no meio de campo e vez ou outra desequilibrando com jogadas individuais.

Cristiano Ronaldo

Com a chegada de Mourinho, o camisa 7 do Real Madrid chegaria para também assumir uma vaga no meio-de-campo dos Blues. Alguns dos torcedores até gostaram da especulação, mas a grande maioria alega não querer um ex-jogador e ‘torcedor’ declarado do Manchester United no elenco do Chelsea. Pode-se dizer que isso também não deve ter passado pela cabeça do craque, que já disse algumas vezes querer voltar a defender os Red Devils algum dia.

Seriam ameaçados: Talvez as contratações para esta vaga estejam descartadas por contarmos com Hazard no elenco – o jovem belga que vem conquistando cada vez mais espaço na equipe.

Luka Modric

Há algumas temporadas, Modric vem sendo cogitado para vestir azul. Mas não foi dessa vez, mesmo com a vinda de Mourinho, o meia croata permanece no time espanhol. Modric era cotado até para ser substituto de Lampard, mas, ao que parece, isto está longe de acontecer.

Seriam ameaçados: Meia que joga ao estilo Frank Lampard, mas não tão rápido, talvez cobriria o camisa 8 em alguns jogos caso entrasse em acordo com os clube londrino.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Geisiane Carneiro