Ainda estamos falando sobre transferências

A temporada na Inglaterra já começou – e com grandes emoções em apenas duas rodadas da Premier League. Entretanto, o mês de agosto ainda é marcante por encerrar o período de negociações entre os clubes. E se a falta de reforços vem sendo alvo de críticas dentro e fora do Chelsea, novidades ainda podem chegar à Stamford Bridge.

Sonho antigo dos Blues, Alex Oxlade-Chamberlain pode mudar de lado em Londres nos próximos dias. O meia inglês de 24 anos não está com seu futuro definido ao lado de Arsene Wenger – e já rejeitou propostas de renovação. O Chelsea deve chegar então com 35 milhões de libras para tentar levá-lo para o leste de Londres.

O meia inglês não está e m bom momento no Arsenal, e pode se mudar em breve para o Chelsea

Chamberlain está em seu último ano de contrato com o Arsenal, e em breve poderá até mesmo assinar um pré-contrato com outra equipe. Por outro lado, Arsene Wenger já afirmou que fará de tudo para manter não só Ox, mas todos os grandes jogadores do time. Segundo o treinador francês, “muito tempo e dinheiro já foram gastos nesses jogadores, espero que se comprometam”.

Outra mudança que pode acontecer em breve é a saída de Michy Batshuayi. O atacante belga claramente não conseguiu mostrar seu futebol em Londres, e pode ser reforço do Lille por cerca de 36 milhões de libras. Batshuayi marcou apenas cinco gols na última edição da Premier League, incluindo o tento que garantiu o título aos Blues.

O belga não mostrou a que veio no Chelsea, e pode sair após uma única temporada (Foto: Rex Features)

De qualquer forma, ele segue como opção na reserva para a atual campanha, tendo em vista a chegada de Álvaro Morata. Por mais que a adaptação ao campeonato inglês seja conhecidamente difícil, é fato que o belga ainda não mostrou seu futebol. Com apenas Morata no comando de ataque, vender um jogador que ainda pode render ao clube não deve ser uma medida tão considerada pela direção.

O insucesso de Batshuayi até aqui também tem que ser creditado às poucas chances – apenas um jogo como titular desde sua contratação. Mas isso pode não ser o suficiente para segurar o interesse do clube francês, comandado pelo argentino Marcelo Bielsa. Ele e o atacante belga trabalharam juntos em 2014/15, no Olympique Marseille.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea.

 

Category: Opinião

Tags:

Article by: Lucas Sanches