A temporada ainda não acabou! Que venha o Arsenal!

Entre comemorações e despedidas, o Chelsea agora se organiza para enfrentar o Arsenal em Wembley no próximo dia 27 de maio, em jogo válido pela final da FA Cup. E é claro que Antonio Conte e cia, não querem ver a bela temporada sendo manchada por um vice diante do maior rival londrino.

No entanto, precisamos esquecer por um momento de tudo que houve nas recentes semanas. O título incontestável da Premier League, a bela homenagem à John Terry devem ser deixados de lado. Pelo menos até esse fim de semana.

Para conquistar o primeiro double desde 2009/10, quando outro italiano, Carlo Ancelotti, treinava a equipe, o Chelsea precisa estar firme. É jogo mata-mata. Vale lembrar sempre que não há segunda chance. E embora os Gunners não venham de um bom ano (finalmente se divorciaram do 4º lugar), Arsene Wenger não vai querer outra derrota para o Chelsea no currículo.

Regularidade, no fim das contas, é a palavra-chave para a vitória. E os Blues apresentaram isso de sobra com Don Conte no banco de reservas. Basta contarmos com um dia inspirado de Eden Hazard que os ventos provavelmente soprarão à nosso favor. Isso porque, por conta da tal regularidade, não tenho dúvidas que a defesa composta por César Azpilicueta, David Luiz, Gary Cahill, Marcos Alonso e Victor Moses estará constante como sempre.

Esses cinco, aliás, tem que abrir o olho no chileno Alexis Sánchez, a verdadeira única arma que o rival tem. Claro que há outras peças como Mesut Özil e Aaron Ramsey, mas eles não vem de boa temporada.

Avante Blues! Para confirmar o status de “O Maior de Londres!

PS: Quando afirmo no terceiro parágrafo sobre ser o primeiro double desde 2009/10, me refiro à Premier League e a FA Cup. Em 2014/15, José Mourinho levou o seu, mas ganhando a Premier League e a Copa da Liga Inglesa.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Comentários

Category: Opinião

Tags: