Três dias para o mercado fechar: quem pode chegar?

Depois de um mau início de temporada, a equipe comandada por Antonio Conte vem se recuperando aos poucos, mas se tem algo que o treinador já falou e vai ouvir falar ainda mais nesses próximos dias, são os reforços. Com uma janela discreta até aqui, o Chelsea segue em busca de atletas para incorporar o elenco para a longa temporada à vista. O italiano já deixou claro que o conjunto não está fechado e que espera a chegada de jogadores até o fim da janela.

Com um elenco enxuto, é improvável que o time se desfaça dos jogadores que dispõe até o momento, com exceção dos jogadores da base que compuseram o banco nos últimos jogos, em razão de suspensões e lesões. Apesar da pouca movimentação durante todo o período, a reta final tende a ser movimentada, tanto pelas especulações, quanto pelos negócios.

Os Blues têm um histórico recente de contratações “em cima da hora”: no deadline day do verão passado, seis negócios foram concretizados, sendo quatro deles saídas por empréstimo, e duas chegadas. Estas, por sua vez, foram as de David Luiz, vindo do PSG, e Marcos Alonso, da Fiorentina. O tempo provou que ambos os negócios foram excelentes para os azuis de Londres. Mais uma vez, a história pode se repetir e o Chelsea anunciar alguns negócios nesse fim de janela. Quem pode chegar?

Alex Oxlade-Chamberlain

Chamberlain é o nome mais fortemente especulado no Chelsea e já manifestou o desejo de deixar o Arsenal (Foto: Daily Star )

Com o contrato acabando ao fim da temporada o desejo de sair, o Chelsea pode ir atrás do médio inglês para se reforçar. Mostrando-se versátil desde a temporada passada, Chamberlain pode atuar tanto nas alas, quanto no trio de ataque. Com a mudança no esquema do Arsenal para o habitual 3-4-3 dos Blues, ele se mostrou apto à atuar nas alas, tanto pela esquerda, quanto pela direita, sendo um setor carente no elenco atual.

De acordo com o The Telegraph, o jogador já recusou a renovação de contrato ciente do interesse do Chelsea e outros ingleses, o que levará os Gunners a não fazerem jogo duro pela sua permanência, tendo em vista ainda que não é tratado como um jogador fundamental como o chileno Alexis Sanchéz, que vive mesma situação mas deve permanecer no Arsenal.

Danny Drinkwater

O meia inglês vem de boas companhas pelo Leicester (Foto: Sky Sports)

Drinkwater foi parceiro de meio-campo do francês N’Golo Kanté na temporada 2015/2016, onde o Leicester levantou o “caneco” da Premier League em uma conquista histórica. Jogador da seleção inglesa e familiarizado com o alto nível do campeonato nacional, o Chelsea pode ir atrás do jogador, que também manifestou seu desejo de deixar os Foxes.

Sendo o setor mais carente (juntamente das alas) do elenco, é provável que haja investidas em jogadores da posição, e Drinkwater é um forte candidato, podendo reeditar a dupla campeã com Kanté. De acordo com o The Telegraph, o Leicester já recusou uma oferta de 25 milhões de libras e não deve facilitar sua saída. Uma alta pedida pode dificultar a negociação.

Ross Barkley

Treinador confirmou que Barkley pediu para sair e meia espera propostas (Foto: ESPN FC)

De acordo com o The Guardian, Chelsea e Tottenham disputam a contratação de Ross Barkley, que tem o contrato acabando ao fim da temporada e o pedido pra sair do Everton. Podendo atuar no trio de ataque ou no meio campo, a vinda do jogador poderia representar competição para Cesc Fàbregas, visto que o espanhol é único com a característica de bons passes e criação de jogo no elenco do Chelsea.

Também jogador da seleção inglesa e alçando vôos maiores, Barkley pode deixar o Everton, mas os Blues não são os únicos interessados no futebol do meia. Além do mais, o técnico dos Toffees Ronald Koeman revelou recentemente em conferência de imprensa que ainda não existem propostas pelo jogador. 

Antonio Candreva

Conte trabalhou com Candreva na Itália (Foto: Claudio Villa/Getty Images)

Desejo de Conte, o meia italiano vive boa fase na Inter de Milão e deve ser procurado pelos Blues, noticia o Daily Mail. No entanto, não deve ser um negócio fácil, pois o treinador da Internazionale já declarou que pretende manter o jogador, que é peça fundamental do time.

Ainda segundo o Daily Mail, a diretoria do Chelsea acredita que uma oferta de 30 milhões de Euros deverá ser suficiente e não pensa em elevar o preço por um meia com 30 anos de idade. Podendo atuar em diversas posições e sendo desejo pessoal de Conte, investidas pelo meia ainda podem acontecer na reta final dessa janela.

Category: Mercado de Transferências

Tags: