Para Southgate, Stones deveria permanecer no Everton (Foto: Sky Sports)

Treinador da Inglaterra Sub-21 mostra preocupação com os rumores de transferências de John Stones e Saido Berahino

Para Southgate, Stones deveria permanecer no Everton (Foto: Sky Sports)
Para Southgate, Stones deveria permanecer no Everton (Foto: Sky Sports)

Gareth Southgate, treinador da Seleção Inglesa Sub-21, avisou os jovens John Stones e Saido Berahino que eles podem colocar seu desenvolvimento em risco caso se transfiram de seus atuais clubes.

O zagueiro Stones, que é uma das maiores revelações do país e do Everton, vive uma novela – já recebeu três ofertas do Chelsea, a última delas no valor de £40 milhões, e todas foram rejeitadas pelo clube. Antes do final da janela de transferências, agora em agosto, os Blues devem vir novamente com uma última proposta.

Já Berahino teve uma oferta na casa dos £18 milhões do Tottenham, que também foi rejeitada pelo seu clube, o West Bromwich Albion. O atacante de 22 anos possui mais dois anos de contrato junto aos Baggies.

Southgate, que trabalhou com ambos os jogadores na seleção sub-21, disse que os dois não deveriam subestimar a importância de jogar com regularidade em seus times, algo que pode não ser garantido caso eles troquem de clube esse ano. Em entrevista ao Sky Sports, o treinador afirmou:

“A chave inicialmente é que eles precisam jogar. Então ambos os jogadores estão atualmente em clubes em que eles estão jogando regularmente, o que é uma ótima posição para se estar. 

Mais tarde há um momento quando o desafio é jogar a Champions League e com as seleções, e é apenas aí que os jogadores e os clubes podem decidir qual momento deve ser esse.

Com a equipe principal, Roy (Hogdson) irá querer quantos jogadores seja possível jogando na Champions League. É lá onde eles se testam contra os melhores.

Mas com os jogadores jovens, eles precisam jogar com regularidade e isso deveria ser levado em consideração por eles. Eu tenho visto o que acontece quando jogadores não estão jogando com frequência e há um momento em que seu desenvolvimento diminui e eles não progridem.

É uma pequena janela de oportunidade para eles, mas são decisões difíceis para os jogadores, para os treinadores e os clubes.”

Southgate também falou sobre sua simpatia pelos técnicos do Everton, Roberto Martínez, e do West Brom, Tony Pulis.

“É uma hora horrível para os treinadores da Premier League, para Tony (Pulis) e para Roberto (Martínez) em particular. Eu estive nessa posição quando estava no Middlesbrough.

Você estava sempre aberto à propostas pelos seus melhores jogadores. Essa é a natureza disso e você sempre tem um tempo mínimo para conseguir um substituto caso isso acontecesse.”

Compartilhe

Comments

Category: Mercado de Transferências

Tags: