O ataque do Chelsea ganha novos ares com a chegada de Olivier Giroud - Chelsea Brasil

O ataque do Chelsea ganha novos ares com a chegada de Olivier Giroud

Há apenas algumas horas do fechamento da janela de transferências da Inglaterra, o Chelsea apresenta mais um de seus reforços para a temporada 2017-18. Anunciado nesta quarta-feira (31), o atacante Olivier Giroud deixou o rival da capital inglesa, Arsenal, para assinar um contrato de um ano e meio com os Blues pelo valor estipulado de 18 milhões de euros.

O mais novo contratado do Chelsea pode ser a solução para um dos principais problemas da equipe na atual temporada. Sofrendo com a ausência de um camisa 9 constante desde a saída de Diego Costa, os Blues agora contam um atleta versátil, acostumado a atuar tanto como segundo atacante quanto como centroavante.

Aos 31 anos, Giroud já é um velho conhecido dos fãs da Premier League. De junho de 2012 até a atual temporada, o atacante francês defendeu os Gunners, onde conquistou três títulos de FA Cup e três da Supercopa da Inglaterra. Antes da transferência para o Arsenal, no entanto, o jogador também faturou a taça de campeão francês pelo Montpellier em 2011-12, mesmo ano em que foi artilheiro da competição junto ao brasileiro Nenê, ao marcar 21 gols em 36 partidas.

O sucesso na Ligue 1 despertou o interesse de muitos clubes ingleses pelo camisa 17, que acabou sendo vendido a equipe treinada por Arsène Wenger durante a janela de transferências de verão de 2012-13. A chegada do atacante à Inglaterra, porém, não teve o mesmo brilho da França. Em 45 jogos na temporada, Giroud somou apenas 17 gols, ficando atrás de Theo Walcott (21) na artilharia do clube.

Mas a sequência com a camisa do Arsenal mostrou uma pequena melhora no desempenho do jogador durante os últimos anos. Em 2015-16, quando fez sua melhor temporada em Londres, Giroud marcou 24 gols em 53 partidas, e hoje soma 105 feitos em sua história pelo clube. Além disso, defendendo a seleção francesa, o atacante possuí em seu currículo um total de 29 gols em 68 partidas – estatísticas positivas e comparáveis a seus melhores números em clubes.

Com o momento que vive Álvaro Morata e o empréstimo de Michy Batshuayi ao Borussia Dortmund, a chegada de Giroud pode representar o mais importante reforço da temporada. Enquanto o primeiro – e hoje titular da equipe – ainda não conseguiu se encontrar em campo como referência de ataque, mesmo tendo iniciado muito bem a temporada, o avançado da Seleção Belga não tem dado a resposta que se espera dentro das quatro linhas, fator que influênciou sua mudança (mesmo que temporária) para a Alemanha.

É nesse momento que a experiência e a técnica de Olivier Giroud podem mudar o cenário enfrentado hoje pelo ataque dos Blues. Atualmente, o Chelsea cria muitas oportunidades de gol, mas peca repetitivamente em suas finalizações – função atribuída ao camisa 9 e costumeiramente incorporada pelo jogador.

Representando o típico centroavante quando necessário, o francês é considerado fisicamente forte e possui facilidade na criação de espaços sobre a defesa adversária, costumeiramente cedendo passes para gol. Além de muito técnico, Giroud atua com classe e sabe ser decisivo quando necessário.

A aquisição do novo atleta, tende a ser positivo para Morata. Apesar de tornar a concorrência mais forte para o espanhol, a contratação significa diminuir a carga que o atual camisa 9 carrega como principal centroavante, possibilitando sua evolução em campo sob menos pressão. Somado a isso, quem também ganha é Antonio Conte – e, por consequência, a torcida – com o comando do ataque sendo elevado a um novo nível para, quem sabe, encontrar um novo homem-gol.

Category: Mercado de Transferências

Tags:

Article by: Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. A mulher que chora quando pensa naquele Barcelona 2x2 Chelsea no Camp Nou, em 2012.