Michy Batshuayi deve voltar ao Crystal Palace, afirma The Guardian

The Guardian afirma que retorno de Batshuayi ao Crystal Palace deve acontecer ainda nesta temporada

Segundo o The Guardian, Michy Batshuayi deve voltar ao Crystal Palace, por empréstimo, assim que o Chelsea obtiver a prorrogação de contrato com o belga. O Chelsea não quer perder o atleta em uma transferência gratuita quando o contrato do atleta expirar. Além disso, a equipe de Stamford Bridge almeja prorrogar o contrato do jogador por mais um ano além do provável empréstimo ao Palace.

O jornal inglês também afirma que Fikayo Tomori pode atuar, em negociação de empréstimo, no Everton. Tomori foi alvo do Rennes na janela atual e é monitorado pelo time de Goodison Park desde a janela de transferências passada. O atleta de 22 anos perdeu o seu posto na segunda metade da temporada 2019/20 e o Chelsea quer o atleta jogando regularmente, embora o clube não tenha “batido o martelo” sobre o futuro de Tomori.

A negociação entre Batshuayi e Crystal Palace evita a contratação de Conor Gallagher para o clube do Sul de Londres. Um clube não pode contratar dois atletas por empréstimo de um mesmo time. Deste modo, o The Guardian entende que o Palace está disposto a fazer essa escolha. Conor Gallagher, segundo o Guardian, está dialogando com Aston Villa e West Bromwich. Do mesmo modo, o West Ham monitora a situação de Gallagher no time londrino.

Aos olhos do Palace, a contratação de Batsuayi é um progresso para o sistema ofensivo de Roy Hodgson. Michy Batshuayi deixou uma impressão positiva quando atuou em Selhurst Park, marcando sete gols em 13 jogos.

O atleta, que protagonizou empréstimos ao Valencia e Borussia Dortmund, tem lutado para se estabelecer no Chelsea. Na briga pela titularidade, o atleta é visto como uma opção terciária – atrás de Tammy Abraham e Olivier Giroud. Recentemente, o Chelsea concretizou a negociação de Timo Werner, sendo mais uma opção ofensiva para Frank Lampard.

Edouard Mendy

O Guardian também entende que o Chelsea está próximo de contratar Edouard Mendy, goleiro do Rennes, por 18.2 milhões de Libras. Em outras palavras, a janela de transferências do Chelsea superará 200 milhões de Libras e a equipe londrina deseja negociar algumas peças do plantel.

Por isso, e retomando o tópico da negociação de Batshuayi. Seria bom para o atleta, pensando em sequência de jogos e compromissos futuros com a seleção nacional. Por outro lado, seria ótimo ao Chelsea para respirar um pouco mais quanto às cifras.

David Zappacosta e Emerson Palmieri

Os dois laterais pertencentes ao Chelsea foram ligados ao mercado italiano na atual janela de transferências. Por outro lado, as negociações ganharam atualizações negativas em relação ao desfecho. Davide Zappacosta, lateral-direito, foi mencionado como atleta no radar da Atalanta. Enquanto Palmieri estava sob os olhares da Inter de Milão.

Entretanto, as duas equipes anunciaram reforços nas respetivas posições para a próxima temporada. A Inter fechou com Aleksander Kolarov, ex-lateral da Roma, que foi oficializado na equipe de Antonio Conte. A Atalanta efetivou o empréstimo de Cristaino Piccini, junto ao Valencia. Segundo comunicado oficial do Valencia, o empréstimo tem duração até 30 de junho de 2021.

Além disso, o portal inglês aborda a possibilidade de Tiemoué Bakayoko ir para o Milan por empréstimo. O Chelsea Brasil publicou esse cenário recentemente. Confira aqui.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.