Mercadão de Janeiro – 2ª edição

Janeiro já está batendo na porta e o Chelsea deve se movimentar no mercado a fim de reforçar seu elenco. Sofrendo com algumas lesões durante a temporada e intensas maratonas de jogos, os Blues já mostraram deficiência em manter o nível e têm deixado a desejar em algumas partidas.

O Chelsea Brasil já fez um apanhado de algumas especulações da imprensa, a qual você pode conferir aqui.

Agora, com o período ainda mais próximo, as notícias estão a todo vapor e o Chelsea deve ir atrás de reforços pontuais se quiser continuar na briga de algumas competições.

Quem pode chegar

Alex Sandro

Alex Sandro já está na mira do Chelsea há algum tempo (Foto: Evening Standard)

O lateral esquerdo Alex Sandro, atualmente na Juventus, é desejo antigo de Antonio Conte. No entanto, na última janela de transferências as negociações não avançaram devido a alta pedida de 70 milhões de libras pelo brasileiro.

O jornal “Mirror” noticiou que Sandro está forçando uma saída da Juventus e deseja rumar aos Blues, enquanto o “The Telegraph” noticia o mesmo, mas diz que a Juve só deve liberar o atleta caso consiga contratar um jogador para substituí-lo.

Ainda de acordo com o “Mirror”, o Manchester United pretende entrar na briga pelo brasileiro após saber que ele está disposto a sair da Juventus e que o clube de Manchester vai oferecer cerca de 60 milhões de Libras pelo atleta, superando uma eventual pedida de 50 milhões da Juve, que pretendia abaixar o preço por causa do desejo do brasileiro de deixar o clube.

Sandro pode atuar na ala esquerda, como já fez muito na “velha senhora” e a posição deve ser uma das prioridades no mercado, visto que Alonso é o único no elenco que a ocupa. Tanto é que os Blues já foram a campo com Zappacosta e Moses nas alas, sendo que ambos atuam preferencialmente pelo lado direito.

Leon Bailey

Bailey tem feito boa temporada com a camisa do Leverkusen (Foto: ESPN)

Jamaicano de 20 anos que atua no Bayer Leverkusen, da Alemanha, é alvo dos Blues na janela que se aproxima, de acordo com o “Daily Mail”.

O jornal noticia que os Blues já fizeram uma primeira proposta de 22 milhões de libras, rejeitada pelos alemães, que compraram o jamaicano junto ao Genk por 12 milhões de libras, no início do ano.

Bailey atua como winger e já anotou 7 gols em 15 jogos na atual temporada, sendo peça importante do Leverkusen na Bundesliga. De acordo com o “Mirror”, os Blues não são os únicos interessados na contratação do atacante e terão que batalhar com o rival Arsenal se quiseram contar com o jogador no elenco.

Nos Blues, o atacante poderia fazer companhia a Morata no ataque, em um eventual 3-5-2, podendo substituir Hazard se necessário, assim como poderia fazer substituir Pedro e/ou Willian como companheiros de ataque de Morata e Hazard.

Thomas Lemar

Lemar foi peça importante na grande temporada que o Mônaco fez em 16/17 (Foto: The Sun)

De acordo com o “Mirror”, o Chelsea entrará na briga pela contratação do internacional francês do Mônaco, disputando com Arsenal e Liverpool a aquisição do atacante.

No entanto, de acordo com a publicação, os Blues têm uma vantagem: Michy Batshuayi. Pouco utilizado na temporada, o belga seria envolvido na negociação e mandado ao Mônaco por empréstimo, que teria interesse no futebol do belga.

A quantia que os Blues pagariam ao Mônaco, além do empréstimo do Batshuayi, não foi divulgada e nem o tipo de negócio, podendo se tratar de um empréstimo com opção de compra.

Ainda de acordo com o “Mirror”, Lemar era prioridade do Arsenal na primeira janela da temporada e teve uma proposta de cera de 80 milhões de libras recusadas pelos franceses no deadline day. A pedida atual, no entanto, poderia ser mais baixa, dada a fase não tão boa do clube, despertando o desejo de sair de alguns dos principais jogadores.

Daniel Sturridge

Sturridge não tem jogado muito pelos Reds nessa temporada (Foto: Daily Star)

Contando com Álvaro Morata no elenco e com a aparente falta de confiança de Conte em Batshuayi, os Blues podem ir atrás de um centro-avante. Todavia, o Chelsea tem muitos alvos na janela de janeiro e a maioria podendo sair a alto custo, o que levaria a diretoria a procurar uma saída mais barata em uma posição a qual já temos um titular absoluto.

E o “Daily Mail” noticia que essa opção seria Daniel Sturridge, antigo conhecido da torcida dos Blues e que rumou para Liverpool em 2013. Após boas temporadas e algumas lesões que lhe tiraram a regularidade, Sturridge agora se vê sem oportunidades sobre o comando de Klopp e estaria decidido a mudar de ares afim de cravar sua vaga na seleção inglesa, pois não vem sendo convocado por Southgate e nem jogado pelo Liverpool.

Com 28 anos e sendo apenas um suplente no time de Liverpool, que ainda conta com Roberto Firmino e o ex-blue Dominic Solanke, os Reds não fariam jogo duro para liberá-lo, além de sair a um baixo custo para os cofres dos azuis de Londres, o que pode vir a ser um fator chave caso o Chelsea gaste demais e seja obrigado a reduzir os gastos, respeitando o Fair Play financeiro.

Philipp Max

Lateral esquerdo do Augsburg, o alemão Philip Max tem sido observado pelo Chelsea, de acordo com o “Daily Mail”.

O alemão foi medalhista de prata nas olimpíadas com a seleção alemã e tem feito impressionante temporada até aqui, despertando o interesse dos Blues e do Manchester United, além de ter sido observado por Tottenham e Everton.

Max surge como segunda opção para a ala esquerda, tendo Alex Sandro como prioridade. No entanto, o alto preço e a concorrência poderiam ser empecilhos na contratação do brasileiro, que já não deu certo na última janela e por isso os Blues trabalham agora com uma segunda opção.

Quem pode sair

Charly Musonda

Musonda pode sair por empréstimo para ganhar mais tempo de jogo (Foto: Express)

O belga Charly Musonda renovou seu contrato com os Blues recentemente, com o novo vínculo indo até 2022. No entanto, a falta de oportunidades poderia fazer o jogador forçar uma saída por empréstimo, para poder atuar por mais minutos e quem sabe conseguir uma vaga na seleção belga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

É isso que noticia o “Goal”, afirmando que a opção por uma saída poderia também “forçar” os Blues a colocar o jogador mais vezes em campo ao invés de empresta-lo, visto que o elenco está curto, mas isso irá depender do desenrolar da janela de transferências.

David Luiz

David vem sofrendo com uma lesão no joelho que o tirou das últimas partidas (Foto: Goal)

O zagueiro David Luiz tem ficado de fora dos jogos dos Blues por uma lesão grave no joelho, é o que afirma Antonio Conte. No entanto, a imprensa especulou que isso seria apenas uma desculpa para deixar o brasileiro de fora e vende-lo em janeiro. Em entrevista coletiva, Conte se disse desapontado com os rumores.

O “Thelegraph” noticia que os Blues estão dispostos a ouvir propostas pelo zagueiro, visto que ao fim da temporada só haverá mais um ano de contrato restante e que David já tem 30 anos, e o clube segue uma severa política de renovação para jogadores nessa idade.

Ainda de acordo com “Telegraph”, Luiz não tem a intenção de deixar o clube e estaria ansioso para ficar 100% novamente e provar seu valor dentro de campo, esperando salvar sua carreira no Chelsea antes que o clube concorde em negocia-lo.

Túlio Henrique