Mais do mesmo: Ruben Loftus-Cheek deve ser emprestado

Um rumor que vem ganhando força nos últimos dias diz é que o jovem Ruben Loftus-Cheek será emprestado em janeiro para algum time inglês. Mais do mesmo. Mais um jogador da base que não recebe oportunidades no time principal e poderá ganhar minutos em algum rival. De acordo com a publicação do Daily Mail, o Chelsea tem mais de 10 propostas pelo jogador e quer que ele seja emprestado para um time da Premier League.

Loftus-Cheek chegou ao Chelsea para fazer parte do time Sub-8. Desde então, se mostrou ser um grande meio de campo, o famoso box-to-box. Cresceu e se desenvolveu como jogador em Cobham, nunca sendo emprestado e se destacando nas divisões de base inglesa. Em 2013/14, ajudou o time Sub-21 a conquistar a Premier League da categoria, além da FA Cup. Na temporada seguinte, conquistou o primeiro título da UEFA Youth League.

Com o crescimento meteórico daquele time de base, as primeiras oportunidades não demoraram para aparecer: com José Mourinho no comando, Loftus-Cheek estreou pelo Chelsea em Dezembro de 2014 com apenas 18 anos, contra o Sporting Lisboa na UEFA Champions League. Em Fevereiro, foi promovido pelo técnico português para o elenco principal e chegou a participar em três partidas da campanha vitoriosa da Premier League.

Na temporada passada, de todo caos que foi o Chelsea, em Loftus-Cheek era vista uma esperança. O jovem, que na época tinha apenas 19 anos, mostrava uma maturidade gigantesca. Muitas vezes fazendo a dupla de volantes com John Obi Mikel e algumas vezes até mais avançado, o inglês viveu bons momentos com Guus Hiddink que lhe deu mais oportunidades e chegou a atuar em 17 partidas no ano.

Loftus-Cheek em ação pela seleção sub-21 (Foto: Getty Images)

Com a troca de comando, esperava-se que Antonio Conte utilizasse mais alguns jogadores da tão elogiada e vitoriosa base do Blues. Agora bicampeã europeu, o time dos meninos deslumbrava maiores oportunidades e um dos favoritos para esse papel de desenvolvimento era Loftus-Cheek, mas isso não se concretizou. Com apenas três partidas na temporada e apenas um minuto jogado na Premier League, o destino do volante deverá ser o mesmo de tantos da categoria de base de Cobham: o empréstimo.

Loftus-Cheek, que foi eleito o melhor jogador do Torneio de Toulon de 2016, poderá se tornar o 38º jogador emprestado nesta temporada pelo Chelsea. Alguns meses atrás, Dermot Drummy, ex-treinador da base do clube, concedeu uma entrevista em que critica a ligação entre a base e o time principal. Para ele, é uma “bagunça”:

“O Chelsea produziu muitos atletas no Sub-20, mas o que acontece? Eles são emprestados. Isso é uma bagunça. Não há uma ligação real entre a base e a equipe principal”

E a cada temporada isso se mostra mais presente. Não devemos culpar Conte, que até vem dando diversas oportunidades para Nathaniel Chalobah esta temporada, mas que pode se tornar o Loftus-Cheek da próxima temporada. É necessário uma mudança de filosofia para o Chelsea. Não adianta criar grandes jogadores e os entregá-los para outros times. Hoje em dia, será que o menino John Terry teria oportunidades neste time titular?

Category: Mercado de Transferências

Tags: