wilkins chelsea

The Guardian: Ray Wilkins é julgado por dirigir embriagado

O The Guardian noticiou que o ex-jogador e assistente técnico do Chelsea, Ray Wilkins, 59, declarou perante o tribunal que é um alcoólatra e que está buscando largar o vício. Wilkins chegou a ser capitão da seleção inglesa e eleito o melhor jogador do Chelsea em 1976 e 1977. Nesta segunda-feira (25/07), se declarou culpado pelo delito em Uxbridge, depois de ter sido encontrado dirigindo embriagado.

Uma testemunha avistou-o conduzindo seu Mercedes no meio da estrada e abrangendo a faixa de ônibus, foi relatado que Wilkins acertou o meio-fio enquanto bebia em uma garrafa, atrás do volante. Assim que o carro parou, a pessoa pegou as chaves, para evitar um possível acidente.

O juiz distrital, Tim Boswell, ordenou que Wilkins cumprisse 140 horas de trabalho não remunerado e proibiu-o de dirigir por 48 semanas.

Wilkins afirmou:

 “A abstinência é a única maneira que eu posso curar esta situação.”

A advogada do ex-futebolista, Sarah-Kate McIntyre, contou ao tribunal a longa batalha de seu cliente contra o alcoolismo, disse também que Wilkins estava “envergonhado e constrangido” por estar no banco dos réus. McIntyre disse que Wilkins tinha feito um trabalho com Sporting Chance, uma clínica que foi criada em 2000 pelo ex-jogador da Inglaterra e capitão do Arsenal, Tony Adams, para que estrelas do esporte pudessem obter apoio na luta contra o alcoolismo. Quando Wilkins deixou esse trabalho ainda não se considerava um alcoolatra, hoje se considera.

Levantando-se no banco dos réus, Wilkins disse ao juiz que seu tratamento prévio com Sporting Chance tinha sido:

  “Residencial, mas nem de longe tão intenso como eu estou fazendo agora”.

McIntyre afirma que seu cliente acredita que desmaiou enquanto dirigia e compreende o perigo que causou para si mesmo e para qualquer outra pessoa. Um policial notou que os olhos do ex-futebolista estavam “vidrados, ele era instável em seus pés e havia um cheiro de álcool”.

Wilkins, que foi encontrado com 100 microgramas de álcool por 100 ml de ar, está em um curso intensivo de reabilitação residencial no hospital Priory em Woking, Surrey.

Sobre a infração, a advogada disse que seu cliente não se lembra de nada que aconteceu depois de sair de um clube de golfe, enquanto participava de um evento de caridade.

 O juiz disse ao réu:

 “Você forneceu sua confissão de culpa prontamente. Você é agora alguém que reconhece o problema que tem e está tomando medidas para lidar com esse problema. Isso não será fácil. Essa corte vê muitas pessoas lutando contra o vício, então você tem um caminho diferente à frente”.

Também afirmou que Wilkins possuía um “desejo genuíno de mudar”, o réu respondeu dizendo “absolutamente”. Ele também foi condenado a pagar £ 85 em custos e £115 em sobretaxa.

Do lado de fora do tribunal, Wilkins afirmou:

“Eu vou ser julgado sobre o crime que cometi e isso é 100% correto”.

 “Eu só peço para não ser julgado pelo problema com o álcool que tenho. Eu sou um viciado. Peço também que minha família não seja exposta, para um pouco mais de privacidade. Ficaria muito satisfeito com isso”.  

Compartilhe

Comments

Category: Ex-Blues

Tags: