Terceiro Tempo: Reflexões sobre Chelsea e Liverpool

Chelsea perde para Liverpool, mas já pensa em duelo contra Barnsley na quarta-feira; categorias de base vencem no final de semana

A derrota para o Liverpool, em Londres e na segunda rodada da Premier League, teve um gosto amargo para os atletas e para a comissão técnica do Chelsea. O enredo do jogo foi uma oscilação em si. Por isso, N’Golo Kanté, Mateo Kovacic, Mason Mount e Frank Lampard foram uníssonos quanto ao primeiro tempo. Todos aprovaram. Por outro lado, o posicionamento dos mencionados sobre a etapa complementar também apresentou semelhança. Elogios ao adversário, dificuldade com um homem a menos, frustração e “seria diferente se”, etc. Em outras palavras, expressões sobre impossibilidade e dificuldades na etapa complementar. O Terceiro Tempo de hoje menciona o passado recente de jogos e o futuro bem próximo dos compromissos do Chelsea.

Primeiro Tempo – Algumas reflexões na derrota

Chelsea e Liverpool duelaram neste domingo na segunda rodada da Premier League

Chelsea e Liverpool duelaram neste domingo na segunda rodada da Premier League. (Chelsea FC)

Vale ressaltar que estamos no começo da temporada, em concordância com o fato que foi o primeiro embate em Stamford Bridge. Além disso, foi a primeira vez que Andreas Christensen foi expulso em sua carreira. Por outro lado, Jorginho perdeu um pênalti – no tempo regulamentar – pela vez primeira com o Chelsea. Entretanto, Kepa Arrizabalaga e um cenário de inconstância não é a primeira vez. Esses três nomes foram protagonistas, não do jeito ideal, do embate contra o Liverpool.

Por falar em estreias, Thiago fez sua estreia com o Liverpool. O meio-campista atuou pela primeira vez com a camisa dos Reds e ele foi o autor do pênalti em Jorginho. Parece coincidência. Thiago, estreante, faz pênalti em Jorginho. Jorginho, que nunca perdeu pênaltis em tempo regulamentar, tem cobrança defendido por um brasileiro: Alisson. Parece mesmo.

Além disso, O Chelsea não contou com peças importantes na primeira derrota da temporada. Thiago Silva, que poderá estrear contra o Barnsley, é um nome que vem sendo pontuado como símbolo de liderança para um plantel que busca entrosamento. É verdade, o brasileiro também busca entrosamento e tempo de jogo. Por isso, o duelo válido pela Copa da Liga Inglesa é ideal para a famigerada busca por recondicionamento tão mencionada nos momentos iniciais de 2020/21. Por fim, abordaremos o duelo da Copa da Liga Inglesa no Segundo Tempo.

Novas peças que não estrearam

Da mesma forma, Hakim Ziyech, Ben Chilwell e Christian Pulisic também não estrearam na temporada. Três exemplos de peças que podem tecer um novo enredo e novo leque de possibilidades ao técnico Frank Lampard. Acredito que, em condições físicas adequadas, Ben Chilwell seria uma peça valiosa para o jogo contra o Liverpool. Entretanto, tudo isso – o que seria ideal ou não – recai ao termo mais pontuado pelos atletas e Lampard na entrevista coletiva. “Tempo”.

Desta forma, surgem grandes desafios e reflexões ao Chelsea. Além de peças que não estrearam e a primeira derrota na temporada, existe o desafio do gerenciamento do plantel. Por isso, um nome chamou atenção por não estar vinculado dentre os relacionados contra o Liverpool.

Antonio Rudiger fora de Chelsea e Liverpool

Antonio Rudiger Getty

Zagueiro está considerando sobre seu futuro no Chelsea, segundo Sky Sports. (Foto: Getty Images)

Antonio Rudiger não foi relacionado para o duelo contra o Liverpool. Kurt Zouma e Andreas Christensen iniciaram o embate contra os atuais campões ingleses. Inclusive, o dinamarquês foi expulso e, posterirormente, Fikayo Tomori entrou em campo e foi bem, segundo Frank Lampard. “Agora temos cinco zagueiros centrais no clube e eu não posso escolher um time que tenha três deles no banco. Então é assim. Tenho que escolher o elenco entre treinos e situações diferentes e hoje foi uma escolha. Fui com Tomori [como substituto] e ele se saiu muito bem quando entrou. Ele não joga há um tempo e tem batalhando com boa forma física, como a maioria do time, mas fiquei feliz com ele”, disse o treinador.

Por outro lado, um atleta como Rudiger tem mercado na Premier League e em várias ligas europeias. Nas últimas semanas, o alemão foi ligado ao mercado de transferências pela chegada de compatriotas ao Chelsea. Rudiger atuou com Timo Werner e Kai Havertz na seleção da Alemanha. Por isso, o defensor foi amplamente questionado pela mídia sobre os diálogos entre os atletas e a possibilidade de atuação das jovens peças no clube londrino.

Logo após dois jogos da temporada, a mesma mídia reverbera que o defensor está considerando o seu futuro no Chelsea.  A Sky Sports disse isso nesta segunda-feira. Ou seja, a dinamicidade do futebol atua novamente. Entretanto, é inegável que Rudiger tem mercado efervescente fora de Stamford Bridge. O defensor é frequentemente convocado pelo selecionado nacional e deseja atuar regularmente para ser lembrado em futuras pausas internacionais.

Segundo tempo – Barnsley

O jogo entre Chelsea e Barnsley não é realizado desde 2008. Na última oportunidade, vitória do Barnsley por 1 a 0, no Oakwell Stadium. O Chelsea fará a sua estreia na Terceira Rodada da competição, na quarta-feira (23),Às 15h45, contra o Barnsley. Por outro lado, os Tykes despacharam o Middlebrough na Segunda Rodada, por 2 a 0. Os gols foram marcados por Patrick Schmidt e Jordan Williams. Além disso, o goleiro Bradley Collins também foi um dos destaques do jogo. Collins tem passagem pelas categorias de base do Chelsea. Em adição, o último duelo entre as equipes – em Stamford Bridge – foi uma vitória do Chelsea. 2 a 0, gols de Gianlucca Vialli e Mark Hughes. O jogo foi realizado na temporada 1997/98 e a equipe londrina contava com Ed de Goey, Frank Leboeuf e Dennis Wise em seu plantel

O vencedor do duelo entre Chelsea e Barnsley enfrentará Leyton Orient ou Tottenham na fase seguinte. Em outras palavras, se o Chelsea avançar, teremos clássico londrino na Copa da Liga Inglesa.

Terceiro tempo – categorias de base

Equipe de desenvolvimento do Chelsea vence Southampton por 4 a 1 na Premier League 2.

Equipe de desenvolvimento do Chelsea vence Southampton por 4 a 1 na Premier League 2. (Chelsea FC / Website)

Nesta semana, o Sub-18 e a equipe de desenvolvimento do Chelsea venceram pelo mesmo placar: 4 a 1. No final de semana, o Sub-18 venceu a primeira partida na Premier League da categoria. Placar final de 4 a 1 contra o West Ham. Os gols do Chelsea foram marcados por Fiabema, Harvey Vale, Soonsup-Bell e Taurianen. Por outro lado, Botts descontou para os Hammers.

Destaque para Fiabema, que marcou o seu primeiro gol com a camisa do Chelsea. Além disso, Soonsup-Bell marcou o seu segundo gol em dois jogos no Sub-18. Ele foi o autor do gol do Chelsea na estreia da competição de base, logo no primeiro minuto de bola rolando, contra o Brighton. O próximo embate do Sub-18 está agendado para 26 de setembro, às 6h (horário de Brasília), no centro de treinamento de Cobham.

Por outro lado, a equipe de desenvolvimento do Chelsea soma 100% de aproveitamento na Premier League 2. Na semana passada, o time londrino venceu o Southampton por 4 a 1, atuando em Totton and Eling, casa dos Saints. Os gols do Chelsea foram marcados por Jon Russell, Thierno Ballo e, posteriormente, Myles Peart-Harris. Por falar em Peart-Harris, o atleta comemorou dois gols na partida no mesmo dia do seu aniversário. Ou seja, Peart-Harris acumula dois gols e uma assistência em dois jogos na PL2.

Anteriormente, o time londrino iniciou o calendário da PL2, em casa, contra o West Ham, com vitória por 1 a 0, em no estádio de Kingsmeadow. Assim sendo, o próximo jogo do Chelsea na Premier League 2 está agendado para dia 25 de setembro, às 15h (horário de Brasília). O embate será contra o Brighton, no litoral da Inglaterra. A partida será realizada no Amex Elite Football Performance Centre, casa do Brighton.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.