Terceiro Tempo: 9 a 0 e coincidências em Brighton

9 a 0 contra o Brighton, destaque para England, Cuthbert e Harder, além do Sub-18 e coincidências contra Seagulls

Bola rolando para várias equipes do Chelsea em diversas competições na temporada 2020/21. O Terceiro Tempo de hoje abordará os jogos dos selecionados de Stamford Bridge. Por outro lado, não estou equivocado ao mencionar a frase “selecionados de Kingsmeadow”. Haja vista que o Chelsea Women e a equipe de desenvolvimento do Chelsea são mandantes em Kingston upon Thames. Por falar em Chelsea Women, vamos iniciar o texto com essa pauta. Afinal, vencer por 9 a 0, no retorno ao estádio de Kingsmeadow, é algo que deve ser ressaltado.

Além disso, na segunda-feira (14), duas equipes do Chelsea entram em campo para estreias em competições. Primeiramente, a equipe de desenvolvimento, contra o West Ham, na Premier League 2. Posteriormente, a equipe de Frank Lampard diante do Brighton, no Amex Stadium. Você poderá conferir todos os detalhes dos jogos, durante a semana, aqui no Chelsea Brasil. Desta forma, vamos ao texto.

Primeiro Tempo – 9 a 0 e poderia ser mais

O Chelsea Women estreou dentro de seus domínios na Women’s Super League com vitória frente ao Bristol City, por 9 a 0. Nove gols de nove diferentes atletas. Fran Kirby 14’1T, Mjelde 30’1T, Leupolz 34’1T., Cuthbert 35’1T e Bright 39’1T. England 20’2T, Charles 23’2T, Harder 28’2T e Kerr 40’2T. Enfatizo o “dentro de seus domínios”, pois a equipe londrina empatou no primeiro compromisso válido pela WSL. 1 a 1 contra o Manchester United, na região de Manchester.

Primeiramente, o jogo deixou evidente a discrepância entre as equipes. O placar diz muito, mas o Chelsea teve oportunidades de tornar o placar ainda mais dilatado. Além disso, Emma Hayes fez quatro alterações no plantel em relação ao duelo inaugural contra o Manchester United. Saíram Telford, Ingle, Reiten e Andersson. Por outro lado, entraram Berger, Blundell, England e Cuthbert contra o Bristol City. Ou seja, duas atletas que começaram como titular fizeram gols e Blundell participou efetivamente de um tento londrino. Da mesma forma, Berger assegurou o seu clean sheet no embate;

Importante vitória para a equipe de Kingsmeadow. Afinal, o Chelsea terá três duelos importantes de forma consecutiva. Inicialmente, duelo contra o Everton, na fase quartas de final da FA Cup. Em segundo momento, o Birmingham, fora de casa, na WSL. Em conclusão, o confronto direto diante do Manchester City, novamente pela Women’s Super League. Desta maneira. o 9 a 0 proporciona confiança ao plantel visando os próximos desafios.

Segundo Tempo – Women’s FA Cup

O Chelsea Women enfrentará o Everton na fase quartas de final da Women’s FA Cup. No intervalo de Chelsea e Bristol City, foi realizado o sorteio do chaveamento da reta final da competição. Quem vencer o duelo entre equipes azuis na Women’s FA Cup, medirá forças contra o vencedor de Brighton e Birmingham na semifinal. Na outra parte do chaveamento, o vencedor de Leicester e Manchester City, duelará contra Arsenal ou Tottenham. Os jogos das semifinais serão realizados entre os dias 31 de setembro e 1º de outubro.

Chelsea goleia Bristol City por 9 a 0. (Chelsea FC / Website)

Terceiro Tempo: Premiações e marcas individuais

Bethany England

Bethany England, Erin Cuthbert e Pernille Harder foram destaques da semana na equipe londrina. Além disso, as atletas são destaques no Terceiro Tempo. Vamos começar com Bethany England que marcou um gol na vitória por 9 a 0 contra o Bristol e recebeu a premiação da PFA (Associação dos Futebolistas Profissionais) de Atleta do Ano. Ainda tem mais, Bethany England e outras quatro atletas do Chelsea foram convocadas pela seleção da Inglaterra, comandada por Phil Neville. Além de Bethany, Carly Telford, Mille Bright, Niamh Charles e Fran Kirby foram convocadas para a sessão de treinamentos com o selecionado nacional. Certamente, uma semana para não ser esquecida pela atleta.

Erin Cuthbert

Erin Cuthbert completou 100 jogos com a camisa do Chelsea. Em entrevista ao site do Chelsea, a futebolista disse que teve um sabor amargo, pois a marca foi alcançada no empate contra o Manchester United, em 1 a 1. Por outro lado, no jogo 101 de Cuthbert, a titularidade veio, assim como a vitória e o gol com a camisa londrina. A atleta de 22 anos chegou no Chelsea com 18 e alcançou a marca expressiva de 100 partidas – agora 101 jogos com a camisa do time londrino. “Eu nunca imaginei que faria 100 jogos com a camisa do Chelsea, pois essa marca aconteceu com lendas do clube. Claire Rafferty, Katie Chapman, Ji, Fran e Eni”, afirmou a atleta. Além disso, a marca atual de Erin Cuthbert será ampliada, haja vista que a futebolista ampliou seu contrato junto ao Chelsea por mais três anos.

Pernille Harder

Em conclusão, o primeiro gol de Pernille Harder ocorreu na goleada por 9 a 0, no final de semana. Um gol e uma assistência em aproximadamente 25 minutos de jogo. Vale relembrar que Harder começou no banco de reservas contra o Bristol e participou efetivamente de duas ocasiões de movimentação de placar. Esse foi o segundo jogo que Harder sai do banco de reservas e participa do embate. Primeiramente, no desafio contra o Manchester United, na estreia da WSL. A atleta teve boa apresentação e protagonizou notáveis tramas ofensivas ao lado de Sam Kerr e Niamh Charles.

Chelsea empatou com o Brighton em 1 a 1.

Chelsea empatou com o Brighton em 1 a 1. (Chelsea FC / Website)

Acréscimos: A estreia do Sub-18

Um empate em 1 a 1 com o Brighton. Esse cenário aconteceu no último jogo entre as equipes adultas na Premier League. Além disso, esse resultado final aconteceu no último duelo amistoso entre as equipes adultas, no mês de agosto. Adivinha qual foi o placar na estreia do Sub-18? Isso mesmo, 1 a 1. E tem mais coincidências!

Tanto no amistoso da equipe adulta, quanto no jogo do Sub-18 os gols do Chelsea foram marcados fora de casa e antes dos cinco muitos de duelo. Timo Werner fez o gol para a equipe adulta no minuto 4. Por outro lado, Jude Soonsup-Bell foi mais rápido que o novo contratado da equipe adulta. O jovem das categorias de base marcou logo no primeiro minuto de jogo. Porém, ambos os jogos foram encerrados com a igualdade no marcador.

Assim sendo, o próximo compromisso do Chelsea Sub-18 será contra o West Ham. O embate marca a estreia do Chelsea, dentro de casa, na competição de base. O duelo está agendado para 19 de setembro, no centro de Treinamento de Cobham.

Além disso, a equipe londrina fará três jogos consecutivos, dentro de casa, no Under-18. Primeiramente, West Ham e, posteriormente, Southampton e Crystal Palace. Os dois compromissos estão agendados, respectivamente, para 26 de setembro e dois de outubro.

Confira outras edições do Terceiro Tempo.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.