Partidas Históricas: A primeira partida do Chelsea F.C - Chelsea Brasil

Partidas Históricas: A primeira partida do Chelsea F.C

A temporada 2018/2019 está prestes a começar e nada mais justo que relembrar a primeira partida do Chelsea… Já pensou como seria no Apostagolos?

Começaremos uma volta ao tempo e relembraremos onde tudo começou de verdade para o Chelsea. Sua primeira partida de futebol, momento marcante da sua gloriosa história. Vamos recordar também como foi a montagem do elenco da temporada 1905-06, e alguns fatos que ocorreram no seu primeiro ano no mundo do esporte.

Elenco do Chelsea da Temporada 1905-06

Desde o primeiro ano de sua história como clube de futebol, o Chelsea, fundado para ocupar o estádio de Stamford Bridge, já buscava montar um elenco vencedor, pois esse era o desejo de seu proprietário e milionário Gus Mears – história parecida com os dias atuais vivido no clube.

Em 01 de Abril de 1905, o mais novo clube da Inglaterra fazia a sua primeira contratação: John Tait Robertson. Três vezes campeão da Liga Escocesa com o Glasgow Rangers, Robertson chegou à Londres para ser gerente, treinador, e jogador do Chelsea.

Logo o escocês colocou em prática o seu lado gerente, e garantiu à vinda de William Foulke “Fatty”, jogador duas vezes campeão da Liga e uma da FA Cup pelo Sheffield United, o goleiro foi considerado na época uma grande contratação do time londrino. Além de Foulke, vieram Jimmy Windridge e Bob McRoberts, ambos do Small Heath (atualmente Birmingham City FC), e ainda Frank Pearson, que deixou o Manchester City para se juntar ao Chelsea. Mais nomes foram contratados (confira abaixo) e um elenco respeitado foi montado.

Outros jogadores do plantel

Michael Byrne • David Copeland • George Henderson • George Key • Jack Kirwan • Bob Mackie • Tom McDermott • Bob McEwan • Martin Moran • Tommy Miller •  James Watson • James Robertson • James Craigie • Charles Donaghy • Charles Harris • Joe Goodwin • James Fletcher • Francis O”Hara • William Porter • James Toomer

Logo da ‘The Football League’ em 1888

O Chelsea agora buscava voos maiores: disputar uma Liga profissional.

Devido a sua localização, inicialmente, a Southern League era a escolha natural para o Chelsea, por ser uma equipe de Londres. Porém, o clube recém-formado, não obteve sucesso em sua tentativa de disputar o campeonato e foi rejeitado pela Liga – começando assim rivalidades com Tottenham e Fulham, que usaram suas influências e foram contra.

Destemido e mais esperto, o Chelsea enviou uma candidatura para jogar a Football League – Liga dominada pelos clubes do Norte. E com as alegações de já possuir uma estabilidade financeira e um excelente estádio, o clube londrino obteve sua primeira vitória fora dos gramados: Em 10 de Março, a candidatura foi aprovada e o clube ganhou o direito de fazer parte da Segunda Divisão da Competição – algo que não foi muito bem aceito inicialmente, pois a Primeira Divisão era o objetivo, porém, o Chelsea logo reconheceu o grande feito que havia conquistado e celebrou.

Recém-criado, o time londrino foi o primeiro clube a fazer parte de um Campeonato Profissional sem nunca ter ‘chutado uma bola’.

O histórico Stamford Bridge durante uma partida em 1905

Com grandes contratações em seu elenco, um poder de atrair curiosos ao seu famoso estádio Stamford Bridge e com o direito de jogar a Segunda Divisão da Liga de Futebol. O Chelsea iniciava assim, a sua história fora das quatro linhas.

E o clube, que poderia ter se chamado Stamford Bridge FC, Kensington FC ou até London FC só pensava em se preparar para entrar em campo e honrar o seu nome de batismo e de sempre: Chelsea Football Club.

O começo da vida dentro dos gramados

02 de Setembro de 1905 – quase seis meses depois de sua fundação em 10 de Março, o mais novo clube de Londres começava sua vida dentro dos gramados.

Já com os seus 22 anos de fundação, o Stockport Couty FC, foi o primeiro adversário da história do Chelsea. Ambos os clubes duelavam pela rodada de estreia da Segunda Divisão da Liga de Futebol.

A partida despertou muita mídia na Inglaterra, e horas antes do jogo, uma banda, seguida por uma multidão de fãs de futebol animados, andavam pelas ruas em torno do estádio Edgeley Park – que recebeu o maior público até então de sua história: 7 mil pessoas. Todos estavam curiosos para saber quem era o glamoroso clube de Londres, que disputaria ali o seu primeiro jogo de futebol de sua curta existência.

Foto do estádio atualmente: Edgeley Park foi construído em 1901, para jogos de Rugby. Porém, o clube de futebol Stockport fez dele à sua casa logo depois, e com um público de 7 mil pessoas, o estádio recebeu lotação máxima naquela partida histórica contra o Chelsea.

Em seu primeiro jogo de sua história, o Chelsea não foi a equipe mais feliz ao fim dos 90 minutos. Torcedores e jogadores tiveram que amargar uma derrota por 1-0, na primeira partida do clube.

Dodd foi o carrasco do Chelsea e marcou o gol da vitória do Stockport pelo placar mínimo (nenhum registro foi encontrado sobre o jogador).

Porém, os torcedores do Chelsea tiveram com o que vibrar naquela partida. O primeiro capitão da história do clube, William Fouke, o goleiro com mais de 150 quilos, em sua especialidade, defendeu um pênalti no memorável encontro. E salvou o Chelsea de sofrer uma derrota pior.

Estatísticas de Foulke em sua passagem pelo Chelsea

Dois dias depois de estrear na Liga contra o Stockport, o Chelsea venceu o Liverpool em uma partida amistosa, por 4-0, no Stamford Bridge. E foi dito na época:

“Olhem para Stamford Bridge. Um objeto bonito não é? O que você acha dele? Bom o suficiente para o Futebol da Segunda Divisão, hein? Esta é apenas uma criança. Espere até que ele cresça, e depois… bem, então vamos ver o que se tornará o nosso Chelsea.”

(Chronicles of Chelsea, September 4, 1905).

O esquema utilizado na sua provável primeira partida da história

Clique na imagem para ampliar; Escalação do Chelsea contra o Liverpool e, provavelmente, o da sua primeira partida de sua história.

O Stockport não foi esquecido. Houve o jogo de volta no Stamford Bridge, que recebeu um público de 12 mil pessoas, pela 20º rodada da Segunda Divisão. E os torcedores do time londrino presenciaram um resultado diferente daquele de sua estreia. Em 30 de Dezembro, vitória por 4-2, com direito a um Hat-trick de Pearson e um gol de J.T Robertson.

Essa foi a rotina do Chelsea em sua primeira temporada de sua história: muitas vitórias. Em 38 partidas da Liga, o time londrino venceu 22 jogos, empatou 9, e perdeu 7 vezes.

O Chelsea marcou 90 gols naquele campeonato e sofreu 37. O clube de Stamford Bridge teve dois artilheiros em sua temporada de estreia: Frank Pearson e Jimmy Windridge, cada um marcou 18 gols.

Com essa ótima campanha – para um time estreante, o Chelsea terminou a Segunda Divisão da Liga de Futebol na terceira colocação, e não subiu para elite da época por causa de nove pontos. Apenas os dois primeiros colocados subiam.

Manchester United terminou em segundo, com 62 pontos, enquanto o Chelsea alcançou 53 pontos. O campeão daquele ano foi o Bristol City, com 66 pontos conquistados.

Category: Conteúdos Especiais

Tags:

23 comments

  1. Gostei muito desse post, brilhante que continue assim bastante detalhado adoro ler post que contenham o passado dos Blues!!!
    PARABÉNS!!!

  2. Gostei muito desse post, brilhante que continue assim bastante detalhado adoro ler post que contenham o passado dos Blues!!!
    PARABÉNS!!!

  3. QUE ISSO LUAN…… ESSE POST É DO TIPO QUE EMOCIONA QUALQUER AMANTE DO FUTEBOL, E QUE MATA QUALQUER AMANTE DO CHELSEA DO CORAÇÃO!!!!!

    SEM PALAVRAS, FANTASTICO, MARAVILHOSO, PERFEITO POST, SERIO MESMO.

    PARABENS.

  4. QUE ISSO LUAN…… ESSE POST É DO TIPO QUE EMOCIONA QUALQUER AMANTE DO FUTEBOL, E QUE MATA QUALQUER AMANTE DO CHELSEA DO CORAÇÃO!!!!!

    SEM PALAVRAS, FANTASTICO, MARAVILHOSO, PERFEITO POST, SERIO MESMO.

    PARABENS.

  5. Que viagem!
    Parabéns pelo post, cara!
    O Liverpool já era nosso freguês, né?!
    Observando os números citados, notei que
    a pontuação era diferente da atual, tô certo?
    E o United já enchia o saco!

    Esse 4-3-2-1, árvore de natal, muito bom!
    O AVB bem que podia se inspirar nele.
    Ex:

    (ou Bosingwa) Cech
    Essien Luiz Terry Cole
    Ramires Romeu Meireles
    Mata Lampard
    Drogba

    Pelo menos o meio ficaria mais consistente.

    Tá certíssimo Pedro Ítalo, as pontuações nessa época eram diferentes. Somavam só 2 pontos a cada vitória.

  6. Que viagem!
    Parabéns pelo post, cara!
    O Liverpool já era nosso freguês, né?!
    Observando os números citados, notei que
    a pontuação era diferente da atual, tô certo?
    E o United já enchia o saco!

    Esse 4-3-2-1, árvore de natal, muito bom!
    O AVB bem que podia se inspirar nele.
    Ex:

    (ou Bosingwa) Cech
    Essien Luiz Terry Cole
    Ramires Romeu Meireles
    Mata Lampard
    Drogba

    Pelo menos o meio ficaria mais consistente.

    Tá certíssimo Pedro Ítalo, as pontuações nessa época eram diferentes. Somavam só 2 pontos a cada vitória.

Comments are closed.

Article by: Luan Gomes