O Chelsea na temporada 2020/21: Atacantes

Werner, Abraham, Pulisic, Ziyech, Giroud e Odói serão os atacantes para essa temporada

O Chelsea Brasil está fazendo uma série de textos especiais que antecedem o início da nova temporada. A quarta parte do Guia da Temporada 2020/21 é sobre o ataque. A cada dia um texto sobre o time londrino, jogadores do elenco e considerações sobre as melhores possibilidades para deixar o elenco dos Blues mais forte.

Se a temporada não foi boa para o setor defensivo do time londrino, o ataque não deixou a desejar em 2019/20. Em 63 partidas disputadas na temporada, foram anotados 123 gols, com média de 1,95 gol por partida. Apenas nove ocasiões o time de Abramovich não balançou as redes.

Na temporada passada da Premier League, os Blues ficaram em segundo na classificação geral em chutes, com 625 arremates, sendo que 69 deles foram convertidos. O time dirigido por Frank Lampard terminou com o terceiro melhor ataque, atrás de Liverpool e Manchester City. Tammy Abraham anotou 15 gols ao longo do campeonato, ficando em 12º no ranking geral de artilharia.

Saída de Willian

Considerado por muitos o melhor jogador da temporada passada, o brasileiro optou por não renovar e acertou com o Arsenal. Em 2019/20, ele atuou em 47 partidas, anotando 11 gols e distribuindo nove assistências. A princípio, com a saída do jogador, o setor ofensivo perderia muita qualidade pelo lado direito do campo.

Pelos Blues, foram 339 partidas e 63 bolas na rede. Todavia, com a chega de Hakim Ziyech o clube londrino pode elevar ainda mais seu nível no último setor do campo, com a maestria e visão de jogo aguçada do marroquino.

Willian Getty

Willian se transferiu para o Arsenal (Photo by Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images)

Chegada de Timo Werner e Hakim Ziyech

De antemão, a contratação da dupla badalada na Europa foi vista com ótimos olhos na terra da rainha. O alemão pode atuar tanto como um centroavante, como um ponta esquerda. Na última temporada pelo Red Bull Leipizig, ele disputou 45 partidas, balançando a rede em 34 oportunidades e distribuindo 13 assistências.

Na Bundesliga 2019/20, Werner terminou como vice-artilheiro, com 28 gols anotados. No campeonato, ele precisava de 100 minutos para balançar as redes, algo que chamou muita atenção de times europeus. Lampard pode utilizar o alemão como um 9 que flutua pelos lados, dada a sua boa mobilidade e velocidade. Em um possível trio de ataque com Pulisic e Ziyech ao lado, gols não faltaram para o ex – RB Leipizig.

O marroquino há muito tempo vem demonstrando um futebol de alto nível. Nesse meio tempo, o canhoto de 27 anos vem treinando com a equipe em Cobham desde julho para aprimorar sua forma física. Podendo atuar tanto como um ponta direita, como um meia ofensivo, Ziyech tem a capacidade de ser veloz quando é necessário e pisar dentro da área como um meia.

ziyech werner

Dupla já está entrosada com elenco (Foto: Reprodução)

A temporada para Pulisic

A esperança de boa parte da torcida azul é de que Christian Pulisic consiga fazer uma boa temporada. Em 2019/20, o norte-americano sofreu com diversos tipos de lesões, que o deixaram de fora de partidas. Com apenas 21 anos, o jogador tem muito à evoluir. Veloz e com um poder de decisão que vem melhorando a cada partida, o jovem tem a área de atuação com predominância pelo lado esquerdo. Entretanto, a sua versatilidade é algo que ajudou e muito os Blues na temporada passada, caindo muito pelo meio e finalizando a meia distância.

Pulisic já coleciona bons números com a camisa azul. Em 34 jogos, marcou 11 vezes e distribuiu 10 assistências. Por fim, se as lesões não o atrapalharem, essa temporada tem tudo para ser a melhor em sua carreira.

pulisic no liv

Pulisic foi um dos destaques na temporada (Foto: Getty)

4-3-3 ou 4-4-2?

O esquema com três atacantes seria o mais correto a se utilizar ao longo da temporada, devido às características dos jogadores. Todavia, há ainda aqueles que sonham em ver em campo uma dupla Werner-Abraham.

Um esquema com dois atacantes talvez não seria a melhor opção, pois Lampard teria que descolar Havertz para a posição de meia-central – na qual ele já atuou em sua carreira – e descer Pulisic para função de um meia esquerda mais avançado. Ou seja, um esquema não muito vantajoso para os Blues. Ainda sim, há a remota possibilidade desse esquema ser utilizado na temporada.

Há espaço para Tammy Abraham?

É unânime que a temporada 2019/20 foi a melhor na carreira do atacante inglês. Vindo de um empréstimo em que marcou 25 gols em 37 partidas pelo Aston Villa na Championship, Abraham aproveitou que as opções para centroavante nos Blues não estavam agradando e deslanchou com o comando de Frank Lampard.

Foi o artilheiro da equipe no ano, com 18 gols anotados. As boas atuações até renderam convocações para a seleção principal inglesa. O jovem inglês em muitos momentos alternou entre titular e reserva com Oliver Giroud.

Com a chegada de Timo Werner, a princípio, Abraham perderá inicialmente espaço para o alemão, que chega como a esperança de mostrar regularidade e gols para a equipe. Porém, Frankie pode pensar em utilizar os dois ao mesmo tempo, em um possível esquema 4-4-2, ao passo que, com dois homens a frente possa fortalecer ainda mais o ataque. Esse é um famoso exemplo de uma boa dor de cabeça para o manager inglês, tendo em vista que não se pode abdicar de Tammy em uma temporada cheia de variáveis e possíveis lesões.

Abraham é o 9 do chelsea

Abraham foi um dos heróis do primeiro turno (Foto: Getty)

O jovem Callum Hudson-Odoi

Com apenas 19 anos, o jovem inglês é uma das esperanças de um futuro promissor. Nesse meio tempo, Odoi vem evoluindo tanto tecnicamente como fisicamente, sendo a opção de um jogador que possa decidir uma partida.

Jogar pelas pontas não é um problema para esse jovem. Suas melhores atuações vieram em partidas jogando pela ponta esquerda, onde em 49 partidas jogando por esse lado, anotou 19 gols e distribuiu 11 assistências. Primeiramente, é difícil que esse jogador seja titular nesta temporada. Seu concorrente de posição, Pulisic, quando em plena forma física demonstrou ser um jogador indispensável para a equipe.

O camisa 20 ainda precisa melhorar em aspectos, como o poder de decisão no último setor do campo e finalizações ao alvo. No entanto, ainda será lapidado e tem muito a evoluir em sua carreira. Definitivamente é um jovem muito promissor que agregará muito ao longo da temporada e das próximas que estão por vir.

Lampard potencializa Odoi

O “efeito Lampard” pode maximizar o potencial de Odoi (Foto: Getty)

Outras opções para o ataque

Atuando em uma posição recheada de jogadores, Michy Batshuayi foi emprestado para o Crystal Palace. Desta forma, poderá ter espaço, afinal foi a terceira opção em 2019/20. Nas últimas três temporadas, foi emprestado a três clubes diferentes. Por fim, com a chegada dos novo reforços, suas chances de atuar seriam muito pequenas.

Olivier Giroud, por sua vez, voltou muito bem após a parada do futebol. Em 12 partidas, anotou sete gols, e mostrou que ainda pode demonstrar serviço com a camisa do clube londrino. Giroud demonstrou ser um jogador importante em partidas, anotando gols importantes e ajudando a equipe.

Vindo do Arsenal, o francês não é um atacante de muita mobilidade. O atual camisa 18 leva consigo as características de um verdadeiro pivô, escorando a bola para os companheiros. Também é um dos grandes nomes da liga quando se trata do jogo aéreo. Ainda assim, tendo em vista que o manager inglês usará o esquema 4-3-3 na temporada e sua idade já não lhe permite ter a mesma velocidade de antes, será provavelmente a terceira opção no elenco, restando atuar nas copas e jogos que os titulares não estarão aptos.

Giroud feliz

Atacante não teme concorrência (Foto: Getty Images)

Apoie o Chelsea Brasil

Felipe Silva