Inicio brilhante faz Ladies sonharem com grandes conquistas na temporada

Com o próximo compromisso marcado apenas para 10 de dezembro, pela FA Women’s Super League, as Chelsea Ladies estão muito bem nesse início de temporada. Desde setembro, a equipe londrina acumula um total de sete vitórias, um empate e uma derrota – entre a competição nacional e a Uefa Women’s Champions League.

Atualmente, a equipe feminina do Chelsea ocupa a segunda colocação da Super League, competição na qual sagrou-se campeã na temporada passada. São 13 pontos somados em cinco jogos, fincando atrás apenas das Manchester City Women’s, com 15.

Já na Champions, as Blues fazem uma campanha histórica, chegando pela primeira vez às quartas-de-final do torneio. Na competição disputada no modelo mata-mata desde o início – diferente de sua vertente masculina -, as Ladies londrinas já derrubaram adversários de muita força. Ainda nos 16 avos, eliminaram a equipe feminina do Bayern de Munique, e na última quarta-feira (15), deixou pelo caminho o Rosengård, da Suécia.

Contra o Rosengård, as Ladies conquistaram boa vantagem em casa, eliminando a equipe sueca pelo placar agregado de 4 a 0 (Foto: Chelsea FC)

E os bons resultados não tem sido um fator isolado para acreditar que a equipe feminina do Chelsea tem grandes chances de ir ainda mais longe nessa temporada. Em campo, as Ladies tem apresentado um futebol forte e consistente, mantendo com frequência o controle sobre suas adversarias – especialmente as que não possuem um nível técnico tão elevado. Só pela Super League, as londrinas conquistaram até o momento três triunfos pelo placar de 6 a 0.

Uma das principais responsáveis pelos muitos gols marcados nesta temporada é atacante Eniola Aluko. Integrando o elenco das Chelsea Ladies desde 2013, Aluko tem quatro gols marcados – todos pelo campeonato inglês. Já Karen Carney, que também atua à frente da equipe inglesa, é líder de assistências da equipe no ano, somando quatro.

Artilheira do Chelsea na Super League, Eniola Aluko veste a camisa das Ladies há quatro temporadas, defendendo também a seleção inglesa feminina (Foto: Chelsea FC)

Sem possuir uma atleta única que possa ser considerada responsável pela boa campanha que vem sendo construída pelas Blues, a equipe de Kingsmeadow mostrar ter um elenco de muita força. Com uma campanha sólida até aqui, as Ladies terão a maior parte de seus desafios da temporada em 2018, tendo de manter o bom aproveitamento e qualidade de jogo para alçar voos altos nesta temporada.

Category: Conteúdos Especiais

Tags:

Article by: Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. Nunca superou o gol do Torres no Camp Nou.