Só pensando na vitória, Chelsea visita o Wolverhampton Wanderers

Pela 15ª rodada da Premier League, o Chelsea vai a Wolverhampton enfrentar os donos da casa pensando unicamente na vitória. O triunfo ainda aumentaria os problemas do clube de West Midlands, que, depois de um início promissor, caiu de produção e vem de cinco derrotas nos últimos seis jogos, três delas como mandante.

O jogo é nesta quarta-feira, às 17h45 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN 2, e acompanhamento de todos os lances, em tempo real, pelo Twitter no @ChelseaFC_PT.

Vencer ou vencer

Depois de somar apenas um ponto nos dois jogos anteriores, o Chelsea voltou a vencer no domingo, jogando em casa contra o Fulham, e, com a derrota do Tottenham para o Arsenal, subiu para a terceira posição na tabela. Os tropeços custaram caro, na medida em que o Manchester City vem colecionando vitórias e já abriu dez pontos de vantagem do Chelsea, com um jogo a mais. City, aliás, que irá a Stamford Bridge sábado que vem, num jogo que tem tudo para ser espetacular. Para voltar a pensar em título, o Chelsea tem que vencer em Wolverhampton e, em seguida, quebrar a invencibilidade do líder, aproveitando o fato de jogar em casa. É vencer ou vencer.

Chelsea sem desfalques

Maurizio Sarri tem à sua disposição todo o elenco do Chelsea, mas é possível que descanse alguns jogadores mais desgastados, para tê-los 100% no sábado contra o City. É provável que Christensen, Willian, Loftus-Cheek e Emerson sejam escalados nos lugares de David Luiz, Pedro, Kovacic e Marcos Alonso que vem se queixando de dores nas costas. Barkley está de volta e disputa a posição com o garoto Loftus-Cheek, que subiu no conceito de Sarri depois de ter tido boas atuações nos últimos dois jogos.

O Wolverhampton não terá o meio-campista Rubem Neves, suspenso por cinco amarelos. Nuno Espírito-Santo, português técnico dos Wolves, está propenso a escalar em seu lugar a jovem revelação Morgan Gibbs-White, de apenas dezoito anos, que, assim, faria a sua estreia na Premier League. Leander Dendoncker disputa com ele a posição.

Prováveis Escalações

Wolverhampton Wanderers (3-4-2-1): Rui Patricio, Romain Saiss, Conor Coady (C), Willy Boly; Matt Doherty, João Moutinho, Morgan Gibbs-White e Ruben Vinagre; Raúl Jiménez e Helder Costa; Adama Traoré

Chelsea (4-3-3): Kepa, Azpilicueta (C), Rudiger, Christensen e Emerson; Jorginho, Kanté e Loftus-Cheek; William, Giroud e Hazard

Entrevistas pré-jogo

Nuno Espírito-Santo

O técnico português espera um melhor desempenho de sua equipe contra o Chelsea (Getty Images)

Apesar da sequência ruim, não há falta de confiança, não. Uma equipe é como um jogador, ela oscila, tem altos e baixos. Tenho que encontrar soluções para ajudá-los e dar-lhes bons conselhos, trabalhar nossas jogadas. Não tem a ver com confiança, tem a ver com os diversos aspectos do jogo – técnico, tático e mental -, e temos que resolver nossos problemas.”

Nós temos que ter certa cautela neste momento em que estamos vindo de maus resultados, mas temos que enfrentar e voltar a pontuar. Nós tivemos uma sequência de jogos com alguns erros, somos uma equipe que ainda está crescendo. Quando os resultados não chegam, o importante é como você aborda a situação. Por isso, é fundamental trabalhar, trabalhar e trabalhar, e olhar pra frente em busca do nosso objetivo.”

Maurizio Sarri

Sarri está satisfeito com Loftus-Cheek e deve escalá-lo (Skysports)

“Espero uma partida muito difícil porque eles têm jogadores que são muito técnicos. Eles foram infelizes nos últimos jogos, mas fizeram um excelente início de campeonato e será muito difícil jogar lá na casa deles.”

“Eu fiquei muito feliz com Loftus-Cheek nos dois últimos jogos. Eu quero que ele fique com a gente, então eu acho que não há chance dele sair. Ele é no momento muito importante pra nós. Teve alguns problemas para entender o que eu queria dele, mas agora ele está melhorando e tem me agradado muito.”

Histórico recente

Wolverhampton 1×0 Chelsea (05/01/11, PL 10/11)

Chelsea 3×0 Wolverhampton (26/11/11, PL 11/12)

Wolverhampton 1×2 Chelsea (02/01/12, PL 11/12)

Chelsea 6×0 Wolverhampton (25/09/12, Copa da Liga Inglesa 12/13)

Wolverhampton 0x2 Chelsea (18/02/17, FA Cup 16/17)

Fique de olho

Doherty em ação pelos Wolves (Foto: Nigel French)

O zagueiro irlandês Matt Doherty, de 26 anos, esteve diretamente envolvido em quatro gols dos Wolves nesta temporada. Ele já marcou duas vezes e também já deu duas assistências para gol. É um belo desempenho para um defensor. Olho nele!

Curiosidades

O Wolverhampton perdeu apenas um dos seus oito primeiros jogos na atual temporada, mas foi derrotado em cinco dos seis subsequentes. O time marcou apenas três gols no primeiro tempo, o pior desempenho da Premier League neste quesito, um deles como mandante no Molineux Stadium.

O Chelsea perdeu apenas um de seus últimos treze jogos fora de casa contra times recém-promovidos. Foram dez vitórias e dois empates. A derrota foi para o Newcastle, na última rodada da temporada passada.

Eden Hazard esteve diretamente envolvido em doze gols dos Blues na temporada. Foram até agora sete gols e cinco assistências. Apenas Raheem Sterling, com oito gols e seis assistências, tem números melhores.

 

 

 

 

Joel Aranha