Próximo do título inglês, Chelsea visita o Leicester City

Jogo é importante para as duas pontas da tabela (Foto: Premier League)

Jogo é importante para as duas pontas da tabela (Foto: Premier League)

Após o empate sem gols contra o rival Arsenal, o Chelsea enfrentará, nesta quarta-feira (29), o Leicester City, clube que luta contra o descenso e que, neste momento, figura na 17ª colocação da tabela de classificação. O encontro acontecerá no King Power Stadium, às 15h45 (horário de Brasília), vale pela 27ª rodada, em função de adiamento ocasionado pela disputa da final da Capital One Cup, e terá transmissão do canal ESPN Brasil. Você também pode acompanhar o encontro em nosso twitter, o @Chelseanewsbr.

Diego Costa e Oscar são dúvidas

Novamente, os torcedores do Chelsea terão que aguardar até os últimos instantes para saber se Diego Costa estará, ou não, presente na próxima partida. Em tratamento de uma lesão na coxa, o hispano-brasileiro está cotado para retornar, mas há cautela quando à sua recuperação e tratamento. Após se chocar com David Ospina, no último encontro, Oscar também é dúvida. Quem está definitivamente fora é o atacante Loic Remy, que não se recuperou de lesão na panturrilha.

Nigel Pearson tem dúvidas

Com problemas musculares na panturrilha, David Nugent e Jeff Schlupp não atuaram na última partida do Leicester e seguem sendo dúvidas. Diversamente, Jamie Vardy, autor do gol da vitória dos Foxes no final de semana, só atuou mediante infiltração no pé, o que poderá se repetir para o próximo encontro. Novidade é a presença de Chris Wood no elenco, após ser chamado de volta de empréstimo junto ao Ipswich Town.

Prováveis Escalações

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Cahill, Terry, Azpilicueta; Matic, Fàbregas; Willian, Oscar (Ramires), Hazard; Drogba (Diego Costa). Téc.: José Mourinho

Leicester (3-5-2): Schmeichel; Wasilewski, Morgan, Huth; Albrighton, Drinkwater, King, Cambiasso, Konchesky; Vardy (Kramaric) e Ulloa. Téc.: Nigel Pearson

Entrevistas Pré-Jogo:

José Mourinho (Chelsea)

Mourinho acredita que time merece ser campeão (Foto: Chelsea FC)

Mourinho acredita que time merece ser campeão (Foto: Chelsea FC)

Confiante de que seu time fez o suficiente para ser campeão, em sua coletiva, José Mourinho demonstrou satisfação com a iminente conquista do título inglês.

“Você acha que na Premier League há algum treinador que dirá que o Chelsea não merece ser campeão? Se, um dia, formos campeões, pergunte a cada treinador só para saber suas simples opiniões, e eles dirão sim ou não. Eles são livres para dizer sim ou não. É só uma opinião. Penso que, dentre os 19 treinadores, uma enorme porcentagem dirá que o Chelsea merece vencer o campeonato.

Trata-se de estabelecer os critérios: quem marcou os mais belos gols na Premier League? Isso é um critério? Se sim, o Chelsea o fez coletivamente. Ou você vai para o Charlie Adam e tem, obviamente, o gol da temporada. Se o conceito é o número de gols, o Manchester City marcou mais que nós, mas 18 times marcaram menos.

Eu o vi (Roman Abramovich) com os jogadores no vestiário após o jogo. Penso que ele está feliz e penso que todo torcedor do Chelsea ficará feliz se vencermos o título. Se o vencermos, teremos tido uma Premier League fantástica, com tudo. Para mim, o jogo bonito é ir para cada jogo e saber exatamente a forma que você tem que jogar e o que tem que fazer. Contra o Arsenal, fomos brilhantes. Foi um jogo em que fomos brilhantes desde o primeiro minuto.”

Nigel Pearson (Leicester)

Pearson vê luta contra o rebaixamento aberta até o final (Foto: Leicester City FC)

Pearson vê luta contra o rebaixamento aberta até o final (Foto: Leicester City FC)

Com os pés no chão, o treinador Nigel Pearson garantiu que, embora venha de uma ótima sequência de vitórias, o trabalho do time está longe de estar terminado e a luta pela permanência continua.

“Nós temos que continuar focados. Isso é algo que teremos que continuar trabalhando duro, porque é a coisa mais importante. Não estou tentando jogar para baixo, porque, nesse estágio e com a situação em que estamos, é muito positivo ser capaz de falar sobre quatro vitórias em sequência.

Nós conversamos sobre essa sequência e conseguimos chegar aos últimos quatro ou cinco jogos na disputa. Se pudermos ir para o último jogo com nosso destino em nossas próprias mãos, então isso será algo que talvez há dois meses você esperasse e buscasse, mas, provavelmente, não seria tão realista como é agora.

Ainda há muito futebol para ser jogado. Com os times que nos restam, todo jogo tem algo em disputa. Isso torna um pouco mais problemático do que seria se nós fôssemos dois times de meio de tabela. Ainda temos muito a fazer – essa é a análise honesta de onde estamos.”

Último Encontro

Diego Costa marcou no último encontro

Diego Costa marcou no último encontro

A última vez em que Chelsea e Leicester se enfrentaram valeu pela 2ª rodada da atual edição da Premier League. Na ocasião, jogando em Stamford Bridge, os Blues bateram os Foxes por 2×0, com gols de Diego Costa e Eden Hazard.

Fique de Olho

Ulloa é o artilheiro do Leicester na Premier League (Foto: Getty Images)

Ulloa é o artilheiro do Leicester na Premier League (Foto: Getty Images)

Atacante de imponente porte físico, bom cabeceio e ótima colocação na área adversária, Leonardo Ulloa, ex-Brighton, custou aproximadamente £9 Milhões aos cofres do Leicester e mostrou-se um bom investimento. Artilheiro do time na Premier League, com oito gols, o argentino é a arma mais perigosa do ataque dos Foxes e o jogador que deverá receber maior atenção da defesa do Chelsea.

Curiosidades

– Ao todo, Chelsea e Leicester se enfrentaram 96 vezes. Os Blues contabilizam 46 vitórias, 27 empates e 23 derrotas;

– As maiores goleadas do confronto são dois resultados de 5×2. Na temporada 1908-1909, os Foxes saíram vencedores e em 2011-2012 a vitória foi dos Blues;

– O Chelsea venceu suas últimas cinco partidas válidas pela Premier League contra o Leicester;

– O Leicester sofreu mais gols no primeiro turno da Premier League (27) do que o Chelsea em todo o campeonato (26).

Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.