Precisando voltar a vencer, Chelsea visita Crystal Palace

Rivais vivem situações muito diferentes na temporada (Foto: Premier League)

Rivais vivem situações muito diferentes na temporada (Foto: Premier League)

Após empatar com o Manchester United na última segunda-feira (28), o Chelsea tem um novo desafio na Premier League neste domingo (03). Em Selhurst Park, os Blues terão pela frente o Crystal Palace, que vem de um empate sem gols contra o Swansea City e é o atual quinto colocado na tabela de classificação. A partida acontece às 11h30 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal FOX Sports. Você também acompanha tudo sobre o encontro em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Diego Costa retorna, mas Hiddink tem dúvidas

Após cumprir suspensão contra o Manchester United, o atacante hispano-brasileiro Diego Costa deve retornar ao comando do ataque dos Blues, sendo uma boa notícia para o treinador holandês, Guus Hiddink. Por outro lado, Gary Cahill, com um problema no tornozelo, e Loïc Rémy, com dores na panturrilha, são dúvidas e não têm presença garantida na partida. A única baixa confirmada é a do atacante colombiano Radamel Falcao García, que após recuperar-se de lesão voltou a sentir o mesmo problema.

Cabaye é baixa no time de Alan Pardew

Principal contratação do Crystal Palace para a disputa da atual temporada da Premier League, o meio-campista francês Yohan Cabaye está fora da partida contra o Chelsea, suspenso. Esta é só uma das dificuldades que o treinador Alan Pardew terá que enfrentar, uma vez que Connor Wickham, Yala Bolasie, Dwight Gayle e Bakary Sako também estão fora do confronto, limitando as possibilidades ofensivas de que dispõem os Eagles. Além disso, o Palace não conta mais com Patrick Bamford que retornou ao Chelsea, finalizando prematuramente um empréstimo cuja expectativa de duração era até o final da temporada.

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Zouma (Cahill), Terry, Azpilicueta; Matic, Mikel (Fàbregas); Willian, Oscar, Hazard (Pedro); Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Crystal Palace (4-3-3): Hennessey; Ward, Hangeland, Dann, Souaré; Jedinak, Ledley, McArthur; Zaha, Chamakh, Puncheon. Téc.: Alan Pardew

Entrevistas pré-jogo

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink comentou a necessidade de mudanças conforme o adversário (Foto: Chelsea FC)

Hiddink comentou a necessidade de mudanças conforme o adversário (Foto: Chelsea FC)

Em sua entrevista coletiva pré-jogo, Guus Hiddink comentou a importância de Diego Costa e Cesc Fàbregas e refletiu sobre a importância de diferentes táticas contra diferentes adversários.

“Diego Costa está se concentrando muito em seu trabalho. É muita responsabilidade, mas ele é corajoso e ele gosta de fazê-lo, mas eu não quero focar-me apenas no Diego Costa e dizer, ele precisa, ele precisa, ele precisa. Ele tem um grande temperamento, ele gosta de jogar e está buscando marcar (gols), mas os outros jogadores de ataque, precisam trabalhar nas assistências e nos gols. Não apenas ele.

Há muita qualidade técnica no meio-campo e nas posições de ataque. Agora, temos que ir à próxima etapa e ver como eles podem ser ainda mais produtivos. Nós tentamos agora conseguir uma boa quantidade de ocupação na área adversária, para termos mais eficiência de sua grande qualidade, então não é apenas o Diego.

Ele (Fàbregas) pode atuar na posição de camisa 10 e também jogou muitos jogos à frente da defesa, mas ele é inteligente com passes no terço final, então ele pode jogar nas duas posições. Não há papel preferido para ele, mas isso depende também das qualidades do adversário no meio, para que possamos jogar com um jogador orientado para o ataque ou mais orientado para a defesa no meio. Não é apenas um time fixo.

Tentamos deixar os jogadores na melhor forma, como estiveram no último ano; com um grande número de jogos por vir, precisamos de todos e todos precisam estar na melhor forma. Nós os ajudamos dando-lhes descanso ou maior intensidade nos treinos, mas há alguns jogos que taticamente temos uma preferência por um diferente balanço defensivo ou ofensivo (…) Precisamos ter outros bons jogadores e quando eles são necessários vamos colocá-los no time titular. Uma vez é Mikel, uma vez é Cesc ou outros. Isso depende das táticas e especialmente nos pontos fortes do meio-campo adversário.”

Alan Pardew (Crystal Palace)

Pardew comentou sua situação no Palace (Foto: Sky Sports)

Pardew comentou sua situação no Palace (Foto: Sky Sports)

Antes do importante jogo contra o Chelsea, Alan Pardew falou sobre a possibilidade de renovação de contrato com o Crystal Palace, evidenciando a razão pela qual pretende permanecer e o que o levou a aceitar a oferta do clube.

“A razão pela qual estou falando com eles (direção do Crystal Palace) sobre um novo contrato aqui é porque eu sinto que nós podemos ir adiante. Não há razão para eu ficar aqui se eu não tiver ambição. Neste ponto da minha carreira, eu preciso vencer troféus – essa é provavelmente a coisa que você pode usar contra mim como treinador, então eu quero vencer troféus.

Dar crença é um papel muito importante para um treinador. Eu vejo isso como importante para esse clube de futebol neste momento. Eu penso que havia deficiência na crença. Eu mudei a dinâmica dos jogadores e a atitude na abordagem dos jogos que se aproximam.

É claro que eu questiono minha sanidade (por ter deixado o Newcastle) às vezes, porque o Newcastle é um clube muito, muito grande. Mas o momento foi correto para mim e para o Newcastle dizer ‘ok, vocês vão por uma estrada diferente agora e me deixem ir por uma estrada diferente.

As garantias do Steve Parish (presidente do Palace) na situação das transferências foi chave para eu vir para cá. Ele disse que eu teria controle total sobre as transferências. Eu não concordava totalmente com a forma com que as transferências eram feitas no Newcastle e não queria isso aqui. Essa foi umas das grandes razões pelas quais eu vim (para o Palace).”

Último confronto

Palace bateu o Chelsea em Stamford Bridge (Foto: Ian Kingston/AFP/Getty Images)

Palace bateu o Chelsea em Stamford Bridge (Foto: Ian Kingston/AFP/Getty Images)

A última vez em que Blues e Eagles se enfrentaram foi na 4ª rodada da atual disputa da Premier League. Na ocasião, mesmo jogando em Stamford Bridge, o Chelsea não foi páreo para o Crystal Palace, que venceu o encontro por 2×1. Bakary Sako e Joel Ward marcaram pelos visitantes, e Falcao García anotou para os donos da casa.

Fique de Olho

Zaha tem potencial para trazer problemas ao Chelsea (Foto: Getty Images)

Zaha tem potencial para trazer problemas ao Chelsea (Foto: Getty Images)

Jogador de grande velocidade e boa capacidade nos dribles, considerando os vários desfalques com que Alan Pardew tem que lidar, o inglês Wilfried Zaha deverá ser a principal ameaça do Crystal Palace ao Chelsea. Caindo pelos flancos, o jogador tem voltado a dar mostras do talento que revelou no início de sua carreira e é uma arma perigosa, normalmente pelo lado direito do ataque dos Eagles.

Curiosidades

– Chelsea e Crystal Palace se enfrentaram 47 vezes na história e o recorde é positivo para os Blues, que têm 22 vitórias, 15 empates e 10 derrotas apenas;

– A maior goleada da história do confronto aconteceu em 1906, ocasião em que o Crystal Palace venceu por 7×1. A maior vitória do Chelsea aconteceu em 1998, pelo placar de 6×2;

– O Chelsea perdeu apenas duas das últimas 13 partidas contra o Palace (9V, 2E e 2D);

– As últimas cinco partidas entre os rivais de Londres terminaram com vitórias pela margem mínima de um gol;

– Alan Pardew venceu cinco das últimas oito partidas contra o Chelsea (5V e 3D);

– Guus Hiddink perdeu apenas uma partida pelo Chelsea em sua primeira passagem (11V, 3E e 1D).

Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.