Para seguir na cola dos líderes da Premier League, Chelsea busca vitória contra o Leicester neste sábado

Dando sequência a insana maratona de jogos de final de ano, o Chelsea tem mais um compromisso pela Premier League nesse sábado. Embalados pela classificação na Copa da Liga Inglesa e querendo se aproximar dos líderes, o time encara o Leicester em pleno Stamford Bridge.

A ESPN transmite o duelo nesse sábado (22), às 13h (horário de Brasília) e você também pode acompanhar tudo em tempo real no Twitter, pelo @ChelseaFC_PT.

Com ‘novo’ trio de ataque, Chelsea quer arrancar no campeonato

Após um fim de novembro e início de dezembro conturbado com derrotas para Tottenham e Wolverhampton, o Chelsea quer aproveitar a maratona de jogos desse fim de ano para arrancar na Premier League e encostar nos líderes Liverpool e Manchester City.

Eden Hazard

Hazard vai jogar mais uma vez no ataque tendo Pedro e Willian ao seu lado

Para isso, uma mudança foi necessária nos onze iniciais que o técnico Maurizio Sarri escolheu lá atrás, em agosto. Insatisfeito com o rendimento de Morata e Giroud, o italiano repetiu a estratégia adotada no Napoli e preferiu por deixar o ataque dos Blues mais leve. Agora, Hazard joga junto com Willian e Pedro. A tentativa deu certo e foi assim que vencemos os jogos contra o Manchester City e Brighton.

Os três juntos não são novidade para o torcedor do Chelsea. Lá atrás, ainda na temporada 16/17, o trio chegou a jogar junto em ausências de Diego Costa. O mesmo aconteceu na temporada passada, incluindo nos duelos decisivos contra o Barcelona pelas oitavas de final da Champions League.

Christensen e Morata fora

O zagueiro dinamarquês Andreas Christensen teve uma lesão muscular na partida de meio de semana, pela Copa da Liga Inglesa, contra o Bournemouth. Na ocasião, ele até precisou deixar o gramado e teve que ser substituído pelo brasileiro David Luiz. Na entrevista coletiva dessa sexta-feira, Maurizio Sarri disse que o jovem dinamarquês deve ficar ausente do grupo pelas próximas duas partidas.

Já Morata se recuperou da lesão que o afastou do time por dez dias, mas ainda está adquirindo a melhor forma física. Com isso, Giroud deve ser o único centroavante dos Blues à disposição de Sarri para o confronto contra os Foxes.

Leicester foca as atenções na Premier League

A derrota nos pênaltis para o Manchester City na Copa da Liga Inglesa fez o Leicester dar foco total a Premier League. Com 22 pontos em dezessete pontos, os Foxes estão momentaneamente na 12ª colocação, mas há apenas quatro pontos do Manchester Utd., 6º colocado.

Sem o brilho da temporada 15/16 que rendeu o título histórico ao clube, o objetivo claramente é tentar uma vaga na próxima Europa League. Sem o argelino Mahrez, que se transferiu para o Manchester City, o time demorou a se encontrar na atual edição da Premier League e ainda vive altos e baixos.

Entrevistas Pré-Jogo

Maurizio Sarri (Chelsea)

Sarri está feliz em ver Hazard no ataque dos Blues (Skysports)

O italiano falou sobre a decisão de manter Hazard no time como ‘falso 9’.

“Na primeira partida, foi uma escolha tática e eu queria ver se a solução funcionaria em todas as situações, então precisei de duas ou três partidas para ter certeza de que é a solução certa. Expliquei meu ponto de vista para Giroud e vamos ver. No momento é bom, fizemos um bom jogo contra o Manchester City e em Brighton fomos muito perigosos por sessenta minutos e depois foi um tipo difícil de partida, muito físico, não o melhor para nós.”

Sobre o Leicester, Sarri foi sucinto.

“O Leicester é uma equipe técnica, mas tem dois ou três jogadores que são muito rápidos. Precisamos de um bom desempenho para ganhar três pontos.”

Claude Puel (Leicester):

Puel está confiante em uma boa partida dos Foxes nesse sábado (Divulgação)

“Será um bom desafio, é claro, jogar contra o Chelsea. É claro que os jogadores gostam de jogar esses jogos em alto nível e, é claro, precisamos estar em grande forma para tentar dar o nosso melhor para marcar e ter um bom resultado.”

“Acho que com a nossa forte mentalidade, mostramos essa mentalidade contra o Manchester City (na Copa da Liga Inglesa), podemos fazer um jogo forte, bom desempenho e espero um bom resultado.”

“Eu tenho um elenco de qualidade, com jogadores talentosos. Meus jogadores gostam do time e também de seus companheiros de equipe.”

Prováveis escalações

Chelsea (4-3-3): Kepa, Azpilicueta, Rudiger, David Luiz, Alonso; Jorginho, Kanté, Kovacic; Pedro, Willian e Hazard.

Leicester (4-2-3-1): Schmeichel, Ricardo Pereira, Maguire, Morgan, Chilwell; Mendy, Iborra, Maddison, Gray, Albrighton; Vardy

Histórico Recente

O Chelsea tem amplo domínio no histórico recente contra o Leicester. Pela Premier League, os Blues estão a quatro jogos sem perder para os Foxes. A última derrota foi na temporada 15/16, quando o Leicester levantou a taça. De lá para cá foram cinco jogos com três vitórias do Chelsea e dois empates.

Fique de olho

Maddison é a estrela dos Foxes na temporada (Foto: Leicester Mercury)

James Maddison tem sido o cara do Leicester nessa temporada da Premier League. O jogador que chegou a equipe nessa temporada, tem conseguido suprir em algumas partidas o espaço que Mahrez deixou no time. Até aqui o inglês marcou cinco gols (sendo o artilheiro dos Foxes junto com Vardy) e deu duas assistências.

O bom começo de temporada fez com que gigantes da Inglaterra ficassem atentos e flertassem uma possível contratação de Maddison já na janela de inverno, que vai abrir em janeiro.

Curiosidades

  • Independente da competição, o Chelsea não perde para o Leicester desde dezembro de 2015. De lá para cá foram sete confrontos;
  • Os últimos dez confrontos que o Leicester fez em Londres, não conseguiu vencer;
  • Willian (Chelsea) Firmino (Liverpool) e Coutinho (ex-Liverpool) são os únicos brasileiros que marcaram 50 ou mais gols na Premier League.
Willian Guerra