O G4 ainda é possível?

30 rodadas passadas desde o início do campeonato e o Chelsea agora ocupa a 5ª posição na tabela, cinco pontos atrás do Tottenham. Posição insuficiente para levar o clube ao lugar que pertence: a UEFA Champions League. Diante da eliminação precoce para o Barcelona nas oitavas de final da competição, já não é possível repetir o feito de 2012, o qual os Blues terminaram o campeonato inglês fora do G4, mas venceram a competição e garantiram a vaga na edição seguinte.

Oito rodadas e cinco pontos separam os Blues da vaga. O Tottenham faz boa temporada e com a também eliminação na competição continental, não pretende deixar a vaga escapar de forma simples. A cereja do bolo é o confronto da próxima rodada da competição, a qual Chelsea e Tottenham se enfrentarão para direcionar melhor a disputa pela vaga na Champions.

Caso os Blues percam, a diferença será de oito pontos e mais sete rodadas restantes, deixando o Tottenham com uma vantagem considerável. Em caso de vitória, a diferença diminui para dois pontos e a disputa fica para lá de acirrada. Depois do confronto direto, os Blues enfrentam apenas o Liverpool do atual G6, enquanto o Tottenham enfrenta apenas o líder Manchester City.

Willian marcou o gol de empate no último confronto contra o Liverpool (Foto: Getty Images)

No entanto, a disputa também pode acontecer com o próprio Liverpool, já que os Reds estão apenas dois pontos à frente do Tottenham, mas têm um jogo a mais. Com isso, o jogo contra Liverpool, válido pela 37ª rodada do campeonato, pode caracterizar mais um confronto direto pela vaga na Champions.

O Arsenal aparece em sexto e oito pontos atrás dos azuis de Londres e não deve ameaçar a vaga de nenhum dos times, já que dada a diferença de pontos e a quantidade restantes de rodadas, seria mais viável para o time de Wenger voltar suas atenções para UEFA Europa League, assim como o Manchester United fez na temporada passada.

Nos últimos cinco jogos pelo campeonato inglês, foram três derrotas e apenas duas vitórias para os Blues. Vale salientar que City e United estiveram pelo caminho, contabilizando duas derrotas para a equipe londrina.

O Chelsea teve duas derrotas seguidas para os times de Manchester recentemente (Foto: Getty Images)

De qualquer forma, não se pode dizer que a fase do Chelsea é boa, ou até mesmo que é ruim. Os jogos contra o Barcelona são um espelho do momento do time. Bons jogos, resultados ruins, erros individuais. O time já mostrou mais e sabe que pode mais, resta saber como vai reagir nessa reta final e decisiva.

Apesar de estar atrás de Tottenham e Liverpool, o Chelsea depende apenas de si mesmo para conseguir a vaga, já que possui dois confrontos diretos pela vaga no G4. Vencendo os dois jogos, não dependerá do tropeço de ninguém para figurar na competição continental na próxima temporada, o que de certa forma, é um alívio para o torcedor.

Tanto o time de Klopp quanto o de Pochettino têm vivido grande fase e serão adversários formidáveis nos próximos jogos. É o momento certo para Conte mostrar sua qualidade tática e montar o time para vencer os dois jogos. Sem pensar em empate ou derrota. Só a vitória interessa para os Blues.

Category: Competições

Tags:

Article by: Túlio Henrique