Newcastle destrói, e Chelsea fica fora da próxima Champions League

O Chelsea encerrou a Premier League 2017/2018 da mesma forma que começou. Poupando jogadores para a final da FA Cup, contra o Manchester United, os Blues sucumbiram diante do Newcastle United por 3 a 0, com dois gols de Pérez e um de Gayle.

Após a derrota – somada a vitória do Liverpool contra o Brighton -, a equipe treinada por Conte deu adeus a sua última chance de ir à próxima edição da UEFA Champions League, encerrando a competição com o quinto lugar.

Newcastle domina a partida

Jogando em casa, o Newcastle iniciou o confronto impondo o seu ritmo. Marcando firme a equipe adversária, os comandados de Rafa Benítez conseguiram concentrar a partida em seu campo de ataque nos primeiros minutos. Com Shelvey e Diamé, chegou à meta de Courtois com perigo, mas as finalizações não foram certeiras o suficiente para abrir o placar.

Após mais de 10 minutos, o Chelsea tentava responder aos avanços dos Magpies à altura. Com dificuldades, chegou a levar a bola ao campo de ataque em duas oportunidade, mas sem sucesso. A pressão exercida pela equipe da casa sufocava os londrinos; e nem mesmo Courtois foi capaz de evitar que o ‘bombardeio’ a seu gol surtisse efeito.

Quando o relógio marcava 23′ do primeiro tempo, Murphy tentou finalizar de pé esquerdo para o gol, parando nas mãos de Courtois. O belga, porém, espalmou a bola para frente, permitindo que Gayle aproventasse a oportunidade de cabeça, mandando para o fundo da rede. Na sequência do lance, Shelvey teve a portunidade de ampliar o placar, mas acabou finalizando para fora.

O Chelsea continuou tendo dificuldade para manter a posse de bola durante o restante da etapa inicial. Com o domínio da partida nas mãos do Newcastle, os visitantes tiveram seu melhor lance em um escanteio conquistado por Emerson Palmieri, mas que não trouxe mudanças para a partida.

Ayoze Pérez ainda criou, nos acréscimos, mais uma oportunidade de ampliar o placar para a equipe da casa, mas chutou à direita da área de Courtois. Sem novas alterações, a primeira etapa chegou ao fim com a vitória parcial do Newcastle por 1 a 0.

Barkley voltou a jogar pelos Blues (Foto: Chelsea FC)

Chelsea volta melhor, mas Magpies se superam

O segundo tempo do confronto começou da mesma forma que terminou o primeiro. Os Magpies continuaram a pressionar os Blues em seu campo defensivo, mas a equipe treinada por Antonio Conte retornou a campo com uma postura pouco mais ofensiva, tentando ‘bater de frente’ com os donos da casa.

Essa postura renovada dos londrinos deu as caras ainda aos 7 minutos, com Olivier Giroud. De frente para a meta defendida por Dubravka, o francês desviou a bola de maneira sutil, mas viu o goleiro do Newcastle fazer milagre em sua defesa. Pouco depois, Barkley, que saiu na cara do gol em boa jogada armada pelos Blues, também arriscou sem sucesso para o gol adversário.

Com a partida mais equilbrada em relação a etapa anterior, as (raras) boas oportunidades que surgiam eram divididas entre as duas equipes. O Newcastle, porém, continuava a se mostrar mais eficiente com a bola nos pés. A prova disso veio ainda aos 59′, com Perez desviando o chute de Shelvey que culminou em mais um gol para o Newcastle.

O placar já marcava 2 a 0 e, mesmo assim, o time da casa não parecia satisfeito. Quatro minuto após o segundo gol, o Newcastle chegou a meta de Courtois avassalador mais uma vez. Em jogada ensaiada dos Magpies, Perez marcou seu segundo gol na partida, abrindo 3 a 0 para a equipe alvinegra com 63 minutos de jogo.

Abalado, o Chelsea ainda tentava aparecer para o jogo, mas nada funcionava. Antes de deixar o campo, Giroud criou mais uma chace de gol sem sucesso. Os Blues passaram a manter a bola sob controle por mais tempo em relação aos minutos anteriores, mas sem transformar os números em resultados. O ritmo da partida diminuiu após o terceiro gol e, sem mais mudanças no placar, o Chelsea encerrou a temporada derrotado por 3 a 0 no St. James’ Park.

Ficha Técnica

Chelsea (3-5-2): Courtois; Azpilicueta, Christensen, Cahill; Moses, Barkley (Willian 77′), Kanté, Bakayoko, Emerson; Hazard (Pedro 82′), Giroud (Morata 77′).

Reservas não-utilizados: Caballero, Rüdiger, Alonso e Fàbregas.

Newcastle (4-2-3-1): Dubravka; Yedlin, Lascelles, Fejeune, Dummett; Shelvey, Diamé (Haidara, 87′); Ritchie (Hayden 72′), Pérez, Murphy; Gayle (Joselu 47′).

Reservas não-utilizados: Darlow, Manquillo, Gamez e Merino.

Gols: Gayle 23′, Pérez 59 e 63′.

Cartão amarelo: Bakayoko.

Category: Competições

Tags:

Article by: Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. A mulher que chora quando pensa naquele Barcelona 2x2 Chelsea no Camp Nou, em 2012.