Na volta da Premier League, Chelsea recebe Tottenham em clássico londrino

Após praticamente duas semanas, o futebol de clubes está de volta à Terra da Rainha. Neste domingo (1), o Chelsea recebe o Tottenham em Stamford Bridge pela 32ª rodada da Premier League. A partida começa às 12h00 (Horário de Brasília), e terá transmissão dos canais ESPN, mas você também pode acompanhar os detalhes pelo Twitter @chelseafc_pt.

Chelsea precisa vencer para entrar na briga do ‘Top 4’

A expectativa é de que a Data FIFA tenha feito muito bem para o Chelsea. Após a eliminação na Champions League, os Blues se garantiram entre os quatro melhores na FA Cup. Porém, a situação na Premier League segue difícil.

O Chelsea é quinto colocado, com 56 pontos – logo acima vem exatamente o Tottenham, com 61. Vencer o clássico não só aproxima os azuis do grupo dos quatro primeiros colocados, como também impede o avanço do seu concorrente direto. Além disso, é fundamental tirar o máximo de pontos possível dos melhores colocados, isso porque o Liverpool, atual 3º na tabela, tem dez pontos a mais que o Chelsea – com dois jogos a mais.

A princípo, Antonio Conte tem os desfalques já conhecidos de Ross Barkley e David Luiz, ambos com lesões musculares. Entretanto, Courtois e Christensen são dúvidas, em decorrêcia de lesões sofridas nos jogos internacionais.

Sem Kane, Tottenham aposta em meio campo forte

Os Spurs vão a Stamford Bridge sem o principal nome do ataque: Harry Kane. O vice-artilheiro da Premier League sofreu lesão no tornozelo e segue em recuperação – sua participação no jogo é improvável. Na ausência do camisa 10, Pochettino pode improvisar Son no comando de ataque, dando mais agilidade aos seus homens de frente.

Além de Kane, Harry Winks também não joga – este, com certeza. Para o Tottenham, vencer o Chelsea dá muito mais do que confiança e três pontos. Os Spurs também têm dois jogos a menos que o Liverpool, e duas vitórias levariam os londrinos à terceira colocação.

Prováveis Escalações

Chelsea (3-4-3): Cabellero; Azpilicueta, Cahill, Rüdiger; Moses, Kanté, Fàbregas, Alonso; Willian, Hazard, Morata (Giroud). Técnico: Antonio Conte.

Tottenham (4-2-3-1): Lloris; Trippier, Sanchez, Vertonghen, Davies; Dier, Dembele, Lamela, Eriksen, Dele Alli; Son. Técnico: Mauricio Pochettino.

Entrevistas Pré-Jogo

Antonio Conte (Chelsea)

Conte chega com time forte no clássico (Foto: Chelsea FC)

“É um jogo importante para alcançarmos uma vaga na Champions League neste final de temporada, e depois vamos buscar a vaga na final da FA Cup.” 

“Estamos falando de um time muito bom, com um grande treinador e diversos jogadores talentosos. Tenho grande respeito pelo Tottenham, pois eles vêm crescendo muito nos últimos anos, e se tornaram um dos melhores times da Premier League”.

Maurício Pochettino (Tottenham)

Pochettino tenta superar possível ausência de Harry Kane (Foto: Getty Images)

“É sempre um grande jogo, porque amamos competir, e um jogo contra uma equipe do tamanho do Chelsea claramente é de muita importância.”

“Estou feliz pela volta dos jogadores que defenderam suas seleções, e agora precisamos colocá-los novamente no mesmo nível para ganharmos o jogo.”

Histórico Recente

Marcos Alonso doi destaque no primeiro turno (Foto: Chelsea FC)

No primeiro turno, Marcos Alonso foi o grande nome do jogo. O Chelsea saiu na frente após cobrança de falta perfeita de Alonso. Já na segunda etapa, Batshuayi marcou contra e empatou o clássico, mas Alonso garantiu a vitória nos minutos finais, com boa finalização na entrada da pequena área.

Fique de Olho

Dele Alli é o nome dos Spus no clássico e já marcou contra o Chelsea 

Com apenas 21 anos de idade, Dele Alli é um dos grande nomes não só do Tottenham, mas da seleção inglesa. O jovem já soma seis gols e nove assistências na atual Premier League – dez gols e 13 assistências no total. O meia apoia em todas as faixas do campo, e sempre oferece perigo nas situações de ataque.

Estatísticas

  • As equipes já se enfrentaram 159 vezes na história – 68 vitórias do Chelsea. 40 empates e 51 vitórias do Tottenham;
  • Desde 2011, foram 17 encontros. O Chelsea ganhou nove, e o Tottenham apenas dois.
  • O Tottenham enfrentou jejum de 12 anos sem ganhar do Chelsea entre 1990 e 2002.

 

Lucas Sanches

Eterno projeto de jornalista. Apaixonado por futebol e viúvo do Fernando Torres. Hazard é o melhor jogador do mundo. Twitter: sanches_07