poyet

Retrospectiva: jogadores do Blues na Copa América

 

copa americaFonte: Youtube.com

Esta edição especial da Copa América, que acontece pela primeira vez nos EUA e conta com 16 equipes, marca o 100º aniversário da competição. Durante esse tempo, vários jogadores do Chelsea participaram do torneio e estiveram em campo defendendo suas seleções.

Além de Juan Cuadrado, Willian e Michael Hector, que atualmente são os três representantes dos Blues na Copa América Centenário, confira a seguir uma retrospectiva com a participação daqueles que já vestiram a camisa do Chelsea ao longo dos anos:

  • Juan Guillermo Cuadrado (Colômbia)

Atualmente emprestado pelo Chelsea para o Juventus, da Itália, o meia Juan Cuadrado é o representante dos Blues a ir mais longe nesta edição. Além disso, ele já fez parte dos esquadrões colombianos que chegaram duas vezes às quartas de final no torneio da Conmebol.

E agora em sua terceira participação, o jogador do Blues tem chance de fazer história e chegar às semifinais se a Colômbia vencer o Peru nesta sexta-feira. Apesar de figurarem como zebra, os Los Cafeteros têm 60% de chances de vencer a competição, de acordo com o site de apostas esportivas Betsson.

  • William (Brasil)

william

Fonte: Wikipedia Commons

Representando a seleção canarinho pela segunda vez na competição, após um terceiro lugar em 2015, Willian e o Brasil foram eliminados da Copa América Centenário graças a um gol de mão na controversa derrota para o Peru, no último domingo. Para desespero da torcida brasileira, que esperava espantar o fantasma do 7 a 1 da Copa 2014, esta foi a primeira vez desde 1987 que o país é eliminado ainda durante as eliminatórias.

  • Michael Hector (Jamaica)

O zagueiro, que passou esta temporada emprestado ao Reading, também fez este ano a sua segunda aparição na Copa América, depois da estreia em 2015 quando a Jamaica foi a primeira nação caribenha a competir na disputa. Assim como no ano anterior, os Reggae Boyz não passaram da primeira fase.

  • Gustavo Poyet (Uruguai)

poyet

Fonte: Wikipedia

 

Antes de ingressar no Chelsea, onde jogou entre 1997 e 2001, o meio-campista artilheiro se sagrou campeão da Copa América pelo Uruguai em 1995, após uma vitória nos pênaltis contra o Brasil na final. A Celeste é a seleção de maior sucesso na história da competição, tendo levantado o troféu 15 vezes.

  • Hernán Crespo (Argentina)

Crespo é o terceiro maior artilheiro da Argentina de todos os tempos, sendo que marcou o último de seus 35 gols na Copa América 2007 – quando a Albiceleste deixou o título escapar para o Brasil. Mesmo assim, a Argentina é segunda maior vencedora da Copa América, com 14 vitórias, ficando logo atrás do Uruguai.

O atacante também representou seu país em três Copas do Mundo, incluindo a edição de 2006, logo depois ter ganho a Premier League com os Blues. Ele atuou no time entre os anos de 2003 e 2008.

  • Belletti (Brasil) 

belletti

Fonte: Chelsea FC

 

Herói da torcida durante seu tempo no Chelsea, entre 2007 e 2010, Belletti é mais conhecido em sua terra natal por fazer parte da equipe que conquistou a Copa do Mundo em 2002.

Sua única aparição na Copa América veio um ano antes, quando ele marcou na vitória sobre o Paraguai. Logo em seguida, o Brasil sofreu uma saída de choque nas quartas de final ao ser desclassificado pela seleção de Honduras. Até hoje a seleção canarinho obteve oito conquistas e 11 vice-campeonatos na competição.

  • Claudio Pizarro (Peru)

O quinto maior goleador da história da Bundesliga alemã não chegou a ter muito tempo de jogo enquanto representou os Blues, entre 2007 e 2009, tendo marcado apenas dois gols em 21 partidas. Ele representou o Peru na Copa América de 1999 e marcou em três ocasiões no torneio. Mesmo assim, ele não entrou para a lista dos 23 convocados desta vez.

  • Juan Sebastián Verón (Argentina)

Embora a sua única temporada com o Chelsea em 2003/04 tenha sido atrapalhada por lesões, Veron teve uma longa carreira de 14 anos com a equipe nacional argentina. E juntamente com Crespo, fez parte do grupo que chegou à final da Copa América em 2007.

  • Alex (Brasil)

A derrota da Argentina, em 2007, veio às custas do arquirrival Brasil. O zagueiro Alex bombardeou a área da Albiceleste com as suas famosas cobranças de falta. O jogador vestiu a camisa dos Blues durante oito anos, entre 2004 e 2012, tendo entrado em campo 86 vezes e marcado 11 gols pelo Chelsea.

Compartilhe

Comments

Category: Jogos Internacionais