A importância da Copa da Liga para o Chelsea

O Chelsea foi a campo nesta quarta (20) enfrentar o Nottingham Forest em confronto válido pela Copa da Liga. Os Blues golearam os bicampeões da Champions por 5×1. Com um time misto em campo e uma vitória fácil, os reservas mostraram serviço e prometem mostrar a força do elenco do Chelsea durante a temporada.

Dentre as competições que os azuis participam durante a temporada, a Copa da Liga Inglesa é a que tem menos prestígio a nível de título, mas tem igual importância no cenário do clube. É (principalmente) nela que os reservas e as promessas ganham tempo de jogo para mostrar o que sabem, seja contra um adversário mais fraco, como foi no jogo passado, seja contra um adversário mais “pesado”, como será o próximo jogo, o qual os Blues vão enfrentar o Everton.

Em um grande clube como o Chelsea, a presença dos jovens da base é sempre requisitada pelos torcedores, mas não é sempre que se vê estes ganhando muitos minutos em campo, pela quantidade excessiva de jogos importantes. A cautela é relevante para o bom desenvolvimento, e são jogos como os da copa da liga que são ideais para testarem esses jogadores, afim de observar dentro de campo suas melhores qualidade e dar-lhes confiança para atuar com mais segurança e se adaptar melhor ao estilo de jogo do time.

(Jovens da base ganharam minutos importantes no último jogo. (Foto: Getty Images)

É também uma grande oportunidade para os reservas mostrarem seu valor, dando ao técnico motivos para pensar melhor qual o time mandará a campo no jogo seguinte. O Chelsea hoje está servido de uma ótima zaga, onde os atuais reservas Rüdiger e Christensen vêm exibindo grandes performances. No meio de campo, Bakayoko e Fàbregas também vêm brigando por uma vaga ao lado de Kanté, enquanto Drinkwater naõ estreou pelos Blues, mas promete também lutar por um lugar no time titular ao lado do francês e ex-companheiro.

Nas alas, Kennedy e Zappacosta aparecerem como as opções para Alonso e Moses, com o italiano se destacando mais a cada jogo. A próxima partida da copa será um desafio maior e provavelmente outro time misto irá a campo, como deve ser durante boa parte da competição. Assim, será possível ver a evolução de cada jogador que tem ganhado minutos a mais através desses jogos.

Já no ataque dos Blues, Batshuayi vai ganhando mais tempo para justificar sua permanência no elenco. Autor de um hat-trick no jogo contra o Nottingham, o belga acena que pode batalhar pela vaga de centroavante do time, tendo características um pouco diferentes da do espanhol Morata, dono da posição atualmente. Além dele, o jovem Charly Musonda aparece como boa opção para poupar jogadores importantes em jogos também importantes. Com pouca idade, mas grande personalidade, o belga se destacou também no último jogo e deve ganhar mais minutos nos jogos seguintes da Copa da Liga.

Musonda marcou seu primeiro gol com a camisa dos Blues. (Foto: Evening Standard)

Além do mais, a Carabao Cup também é uma chance de não passar em branco em termos de título na temporada. Tanto as copas quanto o campeonato possuem grandes times e muitos aspirantes ao título, seja a nível nacional ou internacional, como o caso da Champions League. Apesar de defender o título, o Chelsea não desponta como “O” favorito ao título do campeonato inglês, mas sim como concorrente de City e United. Na Champions League não é diferente, os Blues não são favoritos e enfrentam uma concorrência ainda maior. Eis que surge nas copas (tanto a Copa da Liga quanto a FA Cup) uma chance maior de título em relação as outras competições, e é então nestas que o Chelsea deve mostrar a força do seu elenco e continuar seguindo em busca desse título enquanto briga também nas outras frentes.

Túlio Henrique