13178890_960944207358138_8005092519998465024_n

No encerramento da temporada, Chelsea recebe o campeão Leicester City

Finalmente se aproxima o final do tormento que se tornou a temporada 2015-2016 para o torcedor do Chelsea. Quando a expectativa era de que o clube seguisse em uma crescente, após conquistar o título da Premier League 2014-2015, o clube nada conquistou e fez campanha pífia. Esta encerra-se no próximo domingo (15), ocasião em que, pela 38ª rodada da Premier League, os Blues recebem o Leicester City, já campeão da competição. O encontro acontece às 11h00 (horário de Brasília) e terá transmissão dos canais ESPN Brasil e FOX Sports. Você também acompanha tudo sobre o encontro em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Diego Costa está fora e Branislav Ivanovic é dúvida

Com uma lesão na coxa, Diego Costa, artilheiro do time na temporada, está fora da partida e, de acordo com Guus Hiddink, pode até mesmo ficar fora da disputa da Euro. Apesar disso, Thibaut Courtois recuperou-se da doença que o tirou dos planos do técnico holandês na última rodada e deve retomar a titularidade. Por outro lado, John Terry é desfalque, suspenso, e os franceses Loïc Rémy e Kurt Zouma também, ambos lesionados e sem previsão de retorno. Finalmente, Branislav Ivanovic passará por testes antes da partida e não tem presença garantida.

Danny Drinkwater está de volta e Robert Huth é desfalque

Ex-jogador do Chelsea, o zagueiro alemão Robert Huth está suspenso e não enfrenta o Chelsea, devendo ser substituído por Marcin Wasilewski. Apesar disso, o meio-campista Danny Drinkwater cumpriu suspensão e volta a estar disponível para o treinador Claudio Ranieri – outro ex-Chelsea. Por fim, o artilheiro Jamie Vardy vem sentindo dores musculares, mas deve atuar.

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Azpilicueta, Cahill, Mikel (Ivanovic), Baba Rahman; Matic, Fàbregas; Willian, Hazard, Pedro; Traoré. Téc.: Guus Hiddink

Leicester (4-4-2): Schmeichel; Simpson, Morgan, Wasilewski, Fuchs; Mahrez, Drinkwater, Kanté, Albrighton (Schlupp); Okazaki e Vardy. Téc.: Claudio Ranieri

Entrevistas pré-jogo

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink mostrou-se emocionado com a aproximação de sua nova despedida (Foto: Chelsea FC)
Hiddink mostrou-se emocionado com a aproximação de sua nova despedida (Foto: Chelsea FC)

Em sua coletiva, o treinador interino do Chelsea, Guus Hiddink, comentou sobre sua nova breve passagem por Stamford Bridge e falou sobre os méritos do Leicester City.

“Ficarei emocionado no domingo, porque nestas duas passagens [pelo Chelsea] a paixão pelo futebol já estava aqui, mas a minha afeição pelo clube cresceu. As memórias recentes de jogar em Anfield foram prazerosas, porque o time jogou como eu amo que eles joguem. Essa é a forma como o Chelsea pode e deve jogar.

É claro que depois de escapar das proximidades da zona de rebaixamento eu teria adorado chegar à final da FA Cup e ir um ou dois jogos adiante na Champions League, mas não conseguimos cumprir isso. Mas estou feliz com esta última metade de ano, eu a fiz com muito prazer. Precisamos encarar os fatos. Para os padrões do Chelsea, essa foi uma temporada de exceção. Isso não é suficiente para o Chelsea. Agora está tudo relativamente quieto no clube, mas precisamos ir adiante e ser competitivos na próxima temporada.

Eles [o Leicester] estão, surpreendentemente, na primeira posição e nos últimos dois meses, quando todos estavam escrevendo sobre eles vencerem o título, eles reagiram sem medo. Eles aproveitaram o momento, isso foi bem trabalhado, eles não sucumbiram com a grande expectativa de todos dizendo que eles seriam os campeões e isso foi um bom desempenho”.

Claudio Ranieri (Leicester City)

Ranieri espera que seu time se porte como durante toda a temporada (Foto: Leicester City)
Ranieri espera que seu time se porte como durante toda a temporada (Foto: Leicester City)

Já campeão, Claudio Ranieri revelou que espera uma postura à altura de sua equipe, como foi durante toda a temporada, e agradeceu o suporte de seus torcedores durante toda a campanha.

“[Contra o Everton] Eu os pedi para me mostrar o que aprendemos durante a temporada. Sempre disse que não importa o resultado, o importante é o desempenho, como você joga. Agora somos campeões, temos que jogar como campeões. A resposta foi fantástica. No domingo, eu não quero o resultado, eu quero ver meus jogadores mostrando a mesma atitude e estou feliz.

Eu não tenho palavras para agradecer [os torcedores]. Eles nos deram suporte. Agora que somos os campeões é fácil [apoiar]. Eles estiveram atrás de nós no início, quando sofremos muito. Quando estivemos perdendo por 2×0 eles nos empurraram e empurraram.

Em casa e fora de casa, sempre sentimos seu apoio. Penso que se esse sonho foi real, foi porque os torcedores nos empurraram e jogaram conosco. Jogamos todos os jogos com 12 homens, não 11 no campo”.

Último encontro

O Leicester venceu o último jogo contra os Blues (Foto: Chelsea FC)
O Leicester venceu o último jogo contra os Blues (Foto: Chelsea FC)

Chelsea e Leicester City se enfrentaram pela última vez na 16ª rodada da atual campanha da Premier League. Na ocasião, atuando no King Power Stadium, os Blues foram derrotados pelos Foxes, por 2×1. Jamie Vardy e Riyad Mahrez anotaram os tentos dos donos da casa e Loïc Rémy descontou para o clube londrino, naquele que foi o último jogo de José Mourinho no comando da equipe.

Fique de Olho

Vardy luta pela artilharia da Premier League (Foto: Reuters)
Vardy luta pela artilharia da Premier League (Foto: Reuters)

Com jogadores de grande destaque, como N’Golo Kanté e Riyad Mahrez, e um jogo coletivo impressionante, é difícil escolher um jogador do Leicester City a se prestar maior atenção no encontro. Apesar disso, Jamie Vardy pode ser apontado como esse atleta, posto que marcou dois gols na última rodada, acumula 24 na Premier League e luta com Harry Kane, que tem 25 tentos, e Sergio Agüero, 24, pela artilharia da competição. Embora o jogo, em si, não carregue nenhum valor para as duas equipes, o atacante de 29 anos tem um objetivo pessoal e portanto deve ser observado com atenção.

Curiosidades

– Chelsea e Leicester se enfrentaram 105 vezes na história. Ao todo, registram-se 51 vitórias dos Blues, 29 empates e 25 derrotas;

– As maiores goleadas do confronto aconteceram nas temporadas 1908-1909, 1958-1959 e 2011-2012. Na primeira campanha citada, o Leicester venceu por 5×2 e nas outras duas foi a vez de o Chelsea devolver o placar;

– O Chelsea perdeu apenas um dos últimos sete jogos contra o Leicester City válidos pela Premier League (6V e 1D);

– O Leicester perdeu apenas duas partidas fora de casa nas últimas 21 que disputou pela Premier League (13V, 6E e 2D);

– O Chelsea venceu apenas cinco partidas em casa nesta Premier League;

– Claudio Ranieri pode conquistar sua 100ª vitória na Premier League (99V, 48E e 36D);

– Se atuar durante os 90 minutos, Wes Morgan se tornará o terceiro jogador de linha campeão inglês a atuar durante todos os minutos da temporada, igualando Gary Pallister em 1992-1993 e John Terry em 2014-2015.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: