De Bruyne x Cahill

Jogando em casa, Chelsea perde para o Manchester City

O Chelsea recebeu o Manchester City neste sábado (16), no Stamford Bridge, pela 33ª rodada da Premier League. Com uma escalação modificada, Loftus-Cheek foi titular, os Blues foram atropelados por 3 a 0 pelo time de Manchester, que contou com grande atuação do belga Kevin de Bruyne. Sérgio Agüero foi o responsável pelos três gols dos Citizens.

A derrota deixou o Chelsea na décima colocação, com 44 pontos. O City está em terceiro, com 60. Na próxima rodada, dia 23 de abril, os Blues enfrentam o Bournemouth, fora de casa, tentando melhorar a posição na tabela.

Chelsea desperdiça chances, e vai para o intervalo perdendo

Cahill fez a dupla de zaga ao lado de Ivanovic
Cahill fez a dupla de zaga ao lado de Ivanovic (Reprodução)

O jogo começou a mil por hora. Logo no comecinho, Otamendi salvou o gol de Pedro em cima da linha. Aos seis minutos, De Bruyne respondeu pelo City e obrigou o goleiro Courtois a fazer uma defesa tranquila. Ainda nos minutos iniciais, Diego Costa teve um gol bem anulado pela arbitragem. Na ocasião, o atacante estava impedido quando recebeu o passe de Baba Rahman.

O Chelsea ainda pressionaria com um belo chute de Loftus-Cheek, que obrigou Hart a fazer uma bela defesa. Porém, a arbitragem, equivocadamente, marcou tiro de meta, em vez de escanteio. Se os Blues aparentemente dominavam o confronto, os Citizens conseguiam ser eficazes nos contra-ataques. O goleiro belga dos Blues salvou o Chelsea mais de uma vez no primeiro tempo.

Aos 28 minutos, Zabaleta recebeu cartão amarelo após entrada dura em Fàbregas. Quatro minutos depois, saiu o primeiro gol da tarde. Em belo contra-ataque puxado por Kevin de Bruyne, Agüero dominou e marcou, inaugurando o placar da partida.

Depois do gol, a equipe de Guus Hiddink até tentou pressionar, mas não teve sucesso e foi para o intervalo perdendo.

City é eficaz nos contra-ataques e garante a vitória

Courtois comete pênalti e é expulso (Reprodução)
Courtois comete pênalti e é expulso (Reprodução)

O Chelsea voltou com o mesmo time para a segunda etapa, na expectativa de empatar o jogo. Porém, logo aos oito minutos, o City conseguiu ampliar a vantagem. Em novo contra-ataque, muito parecido com o do primeiro gol, Nasri enfiou belo passe, por dentro da zaga do time londrino, para Agüero, que não perdoou, marcando o seu segundo gol na partida e o segundo gol do time de Manuel Pellegrini.

Depois do segundo gol, a equipe da casa até tentou pressionar, buscando diminuir a vantagem. Mas era o City que estava mais perto do terceiro gol.

Aos 25 minutos da segunda etapa, Hiddink mexeu: substituiu Willian por Traoré, e Pedro por Kenedy.

As substituições não surtiram efeito, e o City não demorou para chegar ao terceiro gol. Para evitar o gol de Fernadinho, Courtois derrubou o brasileiro, dentro da área. Como ele era o último nome, só restou ao árbitro dar o cartão vermelho. Com isso, o Chelsea fez a última alteração, aos 34 minutos da segunda etapa: Mikel foi substituído por Begovic.

Na cobrança do pênalti, Agüero não deu chances para o bósnio, ampliando o marcador e dando números finais a mais uma derrota do Chelsea na temporada.

Ficha Técnica

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Azpilicueta, Cahill, Ivanovic (c), Baba; Mikel (Begovic 81′), Fabregas; Willian (Traoré 70′), Loftus-Cheek, Pedro (Kenedy 70′); Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Reservas não utilizados: Miazga, Matic, Pato, Falcao.

Manchester City (4-2-3-1): Hart; Zabaleta (Sagna 66), Otamendi, Mangala, Kolarov; Fernandinho, Toure (c); Navas (Delph 75), De Bruyne, Nasri; Agüero (Iheanacho 85).

Reservas não utilizados: Caballero, Demichelis, Fernando, Bony.

Gols: Agüero 33, 55, 81′ (CIT)

Cartão Amarelo: Azpilicueta 62, Mikel 72 (CHE); Zabaleta 29, Otamendi 45+1, Nasri 47. (CIT).

Cartão Vermelho: Courtois 79′ (CHE)

Árbitro: Mike Dean

Público: 41.212

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: