hazard-goal-souche

Impecável taticamente, Chelsea derrota o Southampton fora de casa

Em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Inglês o Chelsea visitou o Southampton no St. Mary’s Stadium. Os Saints estavam invictos em casa na competição e, apesar de proporem o jogo na maior parte do tempo, não conseguiram conter o Chelsea que venceu um jogo importante fora de casa e, com isso, se credenciou definitivamente à luta pelo título inglês.

Em grande partida de Hazard e Moses, o time visitante controlou bem as ações durante toda a partida e foi premiado com dois gols, um em cada início de etapa, neste domingo (30/10). Diego Costa também foi importante para o resultado marcando o segundo gol da vitória do Chelsea.

Com essa vitória o Chelsea acaba com a sequência de nove jogos sem perder dos Saints e aumenta a série de vitórias e o número de jogos com clean sheet para quatro. São 11 gols anotados nessas quatro vitórias e nenhum gol sofrido.

Tranquilidade defensiva e eficiência ofensiva marcaram o primeiro tempo dos Blues

Muito atentos no início da partida e cientes do seu papel em campo, o time do Chelsea, bem postado defensivamente fez bem o proposto pelo técnico Antonio Conte e inaugurou o placar logo com dez minutos de jogo. Em jogada de Hazard e Moses, o meia belga veio pelo lado direito, driblou o zagueiro e chutou de perna esquerda de dentro da grande área para abrir o placar para o time visitante. Foi o quinto gol do camisa 10 na temporada.

Após o gol o Chelsea se posicionou na clássica postura de time visitante que abre o placar cedo: defesa bem postada esperando para contra-atacar. Apesar do recuo dos Blues, o time da casa, apesar de ter a posse de bola, não conseguiu até então levar perigo. Pelo contrário, quem levava mais perigo nas suas investidas era o Chelsea, tanto pelo lado direito com Victor Moses, quanto nas movimentações de Hazard. Só depois dos 20′ é que o Southampton conseguiu finalizar, sem perigo, contra o gol de Courtois, primeiro aos 21′ de cabeça com Jose Fonte e três minutos depois com o artilheiro Charlie Austin que finalizou impedido.

Moses continuou a série de bons jogos dando passe para o gol de Hazard (Foto: Reprodução Premier League)
Moses continuou a série de bons jogos dando passe para o gol de Hazard (Foto: Reprodução Premier League)

O primeiro momento real de chance para os Saints se deu aos 28′ em falta batida por Dusan Tadic que Courtois fez boa defesa mandando para escanteio. Após alguns minutos de permanência do Southampton no campo de ataque, Hazard escapou com liberdade pela esquerda para puxar o contra-ataque e lançou para Moses pela direita que chutou prensado para escanteio. Essa foi a primeira chance real dos Blues depois do gol precoce.

Depois da metade do primeiro tempo, o Chelsea decidiu imprimir seu ritmo ao jogo dominando a posse de bola. Essa troca de controle do jogo resultou em bom chute de Hazard, que cortou da esquerda para o meio na entrada da área mas parou em Forster. Com mais de 10′ de controle azul, Matic roubou bem a bola e serviu bem Diego Costa pelo meio que, sozinho, chutou em cima do goleiro Forster.

O primeiro tempo terminou com saldo positivo para os Blues que, mesmo sem ter a posse de bola, conseguiu dominar a partida e imprimir o ritmo que desejava, ofensiva e defensivamente, em todos os momentos da etapa inicial. Destaque positivo para Hazard e Moses que se movimentaram bem e negativo para Pedro que pouco contribuiu para o jogo.

Mais ofensivo, Chelsea não dá chances e liquida a partida

O segundo tempo começou com a mesma tônica do primeiro, Chelsea defendendo e buscando os contra-ataques. Foi num desses contra-ataques que Marcos Alonso escapou pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro na medida para Hazard, porém o belga foi atrapalhado por Fonte que fez bom corte.

Os Blues, que executaram com excelência a sua proposta de jogo, foram premiados aos 55′ de jogo em bom chute de fora da área de Diego Costa, que colocou com força e jeito no canto esquerdo do goleiro do Southampton para aumentar a vantagem para dois gols. O brasileiro naturalizado espanhol é o principal artilheiro do Chelsea na competição contabilizando, com esse gol, oito tentos.

Após o gol do Chelsea, o time da casa teve seu ímpeto ofensivo e atenção defensiva reduzidos. Com isso, Diego Costa teve mais uma chance de marcar em passe de Hazard com mais uma trama positiva entre o belga e Moses pelo lado direito. Em outra chance de ampliar o placar, Moses finalizou pela direita e o goleiro Forster largou a bola; logo após o bate-rebate, Diego Costa rolou para Pedro que, na pequena área, demorou para finalizar e deixou a zaga afastar.

Diego Costa marcou o segundo dos Blues em belo chute de fora da área (Foto: Reprodução Site Premier League)
Diego Costa marcou o segundo dos Blues em belo chute de fora da área (Foto: Reprodução Site Premier League)

O jogo continuou sem perigos para o Chelsea até os 75′ em cabeçada de Davis que Courtois colocou para escanteio. Aos 77′ começaram as substituições dos Blues com Willian entrando no lugar de Pedro e, um minuto depois, os Saints substituíram duas vezes colocando McQueen e Hojberg no lugar de Bertrand e Tadic.

As substituições não mudaram a dinâmica do jogo e Moses, pra coroar mais uma boa atuação com a camisa do Chelsea, cortou bem pelo meio aos 83′ e bateu forte de perna esquerda exigindo boa defesa de Forster. O Chelsea teve um pequeno susto em bola enfiada para Austin que ganhou na velocidade da zaga dos Blues e marcou o gol na saída de Courtois mas o auxiliar assinalou impedimento do atacante do Southampton.

Nos acréscimos, em boa trama pelo lado esquerdo, Hazard achou um passe para Matic que adentrou na grande área e deixou de calcanhar para Willian finalizar mal de perna esquerda pelo lado do gol dos Saints. O brasileiro entrou em campo mas não conseguiu repetir as boas atuações que o marcaram com a camisa dos Blues.

O segundo tempo, assim como o primeiro, passou sem susto para o Chelsea que, mais uma vez, vê o esquema com três zagueiros funcionar. Méritos para Antonio Conte que recuperou jogadores importantes como Diego Costa, Hazard e Matic, além de introduzir Moses e David Luiz que vêm superando as expectativas.

Confira os gols de Southampton 0x2 Chelsea:

Ficha Técnica

Chelsea (3-4-3): Courtois; Azpilicueta, Cahill (c). David Luiz; Moses (Ivanovic 87′), Kanté, Matic, Alonso; Pedro (Willian 77′), Hazard, Diego Costa (Batshuayi 89′).
Substitutos não utilizados: Begovic, Terry, Oscar, Chalobah.
Gols: Hazard 6′, Diego Costa 55′
Cartão Amarelo: 

Southampton (4-3-3): Forster; Martina, Fonte, Van Dijk, Bertrand (McQueen 78′); Romeu, Davis, Clasie (Boufal 61′); Tadic (Hojberg 78′), Redmond, Austin.
Substitutos não utilizados: Taylor, Yoshida, Ward-Prowse, Olomola.
Cartão Amarelo: 

Árbitro: Mike Jones
Público: 31.827

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: