De Bruyne x Cahill

Gary Cahill se diz decepcionado com a falta de entrega contra o Manchester City

O zagueiro Gary Cahill nem de longe é um dos jogadores mais elogiados do elenco azul, muito menos um dos com maior capacidade técnica. Contudo, dentro do atual elenco do Chelsea ele é um dos mais experientes, 30 anos, e um dos com mais tempo de casa, são mais de quatro temporadas no elenco azul. Apenas Branislav Ivanovic e John Obi Mikel estão a mais tempo no clube que o zagueiro inglês, que volta e meia é capitão da seleção de seu país.

Com sua experiência, Cahill empregou discurso duro e direto após a derrota para o Manchester City, por 3×0, em casa, no último fim de semana. Na partida o Chelsea não só perdeu para um grande rival por um placar elástico, como demonstrou um futebol displicente em campo, bem baixo do nível de comprometimento demonstrado pelo City durante a partida. E foi exatamente sobre isso que Cahill falou, ressaltando a falta de entrega da equipe em campo:

“Deveríamos ter mais orgulho de nós mesmos para ir a campo e pelo menos ter um bom desempenho: correr e tentar marcar mais de perto, preencher os espaços. Precisamos talvez conversar mais durante a semana como um grupo, porque temos grandes jogadores e alguns boas pessoas no elenco. Não temos nada a buscar na temporada, mas eu não me importo com isso, se você está jogando, você tem que correr e mesmo que você cometa erros , você levanta a cabeça e continua. Acredito que não tivemos isso neste jogo.”

Falando ao site oficial do Chelsea, o camisa 24 também falou estar desapontado com a equipe e afirmou que o placar da partida, mesmo jogando dentro de casa, foi justo, dada a falta de comprometimento e concentração da equipe em campo. O zagueiro inclusive taxou a atuação do time de “lixo”:

“É incrivelmente frustrante, mas acredito que nós tivemos o que merecemos. Em jogos que são um lixo, como este, em que faltou o desejo de obter um resultado, nós acabamos levando o castigo merecido. Nós parecíamos que estávamos conquistando espaços, ganhando escanteios, mas daí na mesma jogada eles estavam nos massacrando em contra-ataques. Talvez tenha sido falta de concentração da nossa parte. Começamos o jogo bem, tivemos algumas chances e colocamos um pouco de pressão sobre eles, mas no geral, podemos jogar muito mais do que isso.”

O Chelsea volta a campo no próximo fim de semana, dia 23, sábado, às 11 horas, fora de casa, para pegar o Bournemouth, atual 13º colocado na Premier League, com apenas três pontos a menos que os Blues, atualmente na décima colocação. A partida será valida pela 35ª rodada do campeonato e terá cobertura completa do Chelsea Brasil pelo site, facebook e twitter.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: