Chelsea tenta manter-se em recuperação contra Spurs (Foto: Premier League)

Fora de casa, Chelsea enfrenta Tottenham em derby londrino

Chelsea tenta manter-se em recuperação contra Spurs (Foto: Premier League)
Chelsea tenta manter-se em recuperação contra Spurs (Foto: Premier League)

Vindo de uma sequência positiva, com vitórias contra Norwich e Maccabi Tel Aviv, por Premier League e Champions League, respectivamente, o Chelsea vai em busca de mais uma passo para se recuperar na tabela de classificação do Campeonato Inglês. Neste domingo (29), o adversário dos Blues será o Tottenham, que vive bom momento, com uma invencibilidade de seis jogos e a quinta colocação na tabela da Premier League. O encontro acontecerá às 10h00 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal FOX Sports. Você também acompanha tudo sobre o encontro em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Terry e Ramires são dúvidas para Mourinho

Após a viagem para Israel, o Chelsea retornou a Londres com duas dúvidas para a sequência de suas partidas. O capitão John Terry e o volante brasileiro Ramires voltaram com pequenas lesões e serão avaliados antes da partida, não tendo presença confirmada e nem vetada. Por outro lado, lesionados há algum tempo, o atacante Falcao García e o goleiro Thibaut Courtois seguem fora. A boa notícia fica por conta da confirmação de que Cesc Fàbregas que também deixou o jogo do meio de semana com um problema está confirmado.

Tottenham tem desfalques e retornos

O treinador argentino Mauricio Pochettino poderá contar com o retorno de alguns jogadores que foram poupados no meio de semana, ocasião em que os Spurs enfrentaram o Qarabag, pela Europa League. Danny Rose, Moussa Dembelé e Kyle Walker estão confirmados. No entanto, lesionados, Erik Lamela, Alex Pritchard, Nacer Chadli e Nabil Bentaleb estão fora. Outro desfalque será o jovem Dele Alli, que está suspenso após receber seu quinto cartão amarelo nesta edição da Premier League.

Leia também: As trajetórias de Chelsea e Tottenham desde a final da Capital One Cup

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Begovic; Ivanovic, Cahill (Terry), Zouma, César Azpilicueta; Matic, Fàbregas; Willian, Oscar, Hazard; Diego Costa. Téc.: José Mourinho

Tottenham (4-2-3-1): Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Rose; Dier, Mason; Son, Dembelé, Eriksen; Kane. Téc.: Mauricio Pochettino

Entrevistas Pré-Jogo

José Mourinho (Chelsea)

Mourinho falou sobre sua amizade com Pochettino (Foto: Chelsea FC)
Mourinho falou sobre sua amizade com Pochettino (Foto: Chelsea FC)

Em sua entrevista coletiva, José Mourinho falou sobre seu relacionamento com Mauricio Pochettino, treinador do Tottenham, lembrando a final da última edição da Capital One Cup, e comentou o desentendimento breve que teve com Diego Costa na partida contra o Maccabi Tel Aviv.

“Nós (Mourinho e Pochettino) nos respeitamos, nós nos conhecemos há muito tempo. Não podemos ser amigos próximos porque para ser um amigo próximo você tem que ter um certo tipo de relacionamento. Mas nós somos amigos. Temos bons sentimentos um pelo outro.

Sua comissão técnica e a minha comissão técnica também se conhecem há muito tempo, então as relações são muito boas. Esse é o tipo de partida em que o quarto árbitro terá paz, porque estamos muito felizes de estarmos sentados quase juntos. Nos encontramos umas duas vezes depois que ele deixou o Espanyol, quando ele estava preparando-se para a próxima etapa. Nesse período, nos encontramos algumas vezes, mas nada importante.

Nessa copa (a última Capital One Cup), eu fiquei muito feliz com a vitória, mas eu tive um pouco de tempo para pensar nele (Pochettino). O Tottenham não vence um título há muito tempo. Mauricio ainda está esperando seu primeiro título como treinador. Eu posso imaginar que ele estava muito desapontado. Então eu eu tive um pouco de tempo para sentir por ele e dar-lhe uma palavra boa.

Mas o time é muito bom. Eles mantiveram os jogadores que queriam manter. Penso que eles trouxeram os jogadores certos. O elenco é muito bom e tem muito potencial. Não há pressão sobre eles, como há nos outros quatro ou cinco times que buscam importantes posições. Então eles têm grandes condições de fazer o trabalho magnífico que estão fazendo.

Tudo está bem (entre Mourinho e Diego Costa), não existe problema. No jogo eu disse-lhe à distância, com gestos, que eu não estava feliz com o movimento que ele fez. Ele me também me disse algumas ‘palavras boas’ de onde ele estava. Nada aconteceu. De fato nada aconteceu. 

Ele não está lendo o jogo devidamente nessas ações. Essa foi minha opinião. Como um atacante você precisa lê-las. Você precisa jogar não somente quando tem a bola, mas também quando os outros têm a bola. Você tem que tentar antecipar as coisas. É apenas uma questão de ler o jogo mais rápido. Tudo é um acúmulo (de confiança). Não é porque você marca um gol contra o Norwich que de repente você está em grande forma novamente. Isso será um processo.”

Mauricio Pochettino (Tottenham)

(Foto: Shaun Botterill/Getty Images)
Pochettino ressaltou a importância da confiança (Foto: Shaun Botterill/Getty Images)

Por sua vez, Pochettino falou muito pouco sobre o Chelsea, mas também acredita que o clube se reerguerá durante a temporada. Além disso, o argentino lembrou a última partida entre as equipes na Premier League, que terminou com vitória por 5×3 para o Tottenham.

“O Chelsea tem jogadores muito bons e um grande treinador. É sempre difícil falar sobre outro time, porque quando você está de fora do clube, você não sabe o que está acontecendo e é difícil analisar.

Às vezes, os times têm maus resultados e isso pode mudar um time muito bom. Mas eles (o Chelsea) têm tempo para se recuperar e voltar ainda nesta temporada. Eles também tiveram dias extras para prepararem-se para nossa partida. Estou esperando um jogo muito duro, porque eles têm jogadores muito bons.

Essa partida foi muito especial (a última partida entre Chelsea e Tottenham pela Premier League, 5×3 para os Spurs). Foi muito importante para nós. Foi um tempo importante para acreditarmos em nós mesmos e para os jogadores jovens. Para muitos jogadores representou esse sentimento de que nós podemos alcançar coisas importantes. Agora, nossa mentalidade é a de que todas vezes que jogamos precisamos mostrar que temos a qualidade para vencer qualquer jogo.

Quando você trabalha duro e joga bem você precisa de um bom resultado para estar confiante e acreditar. O resultado positivo foi a vitória contra o Chelsea. Isso ajudou o time a acreditar mais.

Começamos a sentir que os jogadores acreditavam, que são confiantes e estão confortáveis com a forma como jogamos, como treinamos e eu penso que isso é a coisa mais importante.”

Último encontro

Chelsea foi campeão da Capital One Cup na última partida contra o Tottenham (Foto: Getty Images)
Chelsea foi campeão da Capital One Cup na última partida contra o Tottenham (Foto: Getty Images)

A última vez em que Chelsea e Tottenham se enfrentaram foi na final da última edição da Capital One Cup. Na ocasião, os Blues venceram por 2×0, gols de John Terry e Kyle Walker (contra), e conquistaram o troféu em Wembley.

Fique de Olho

Kane vive bom momento (Foto: Getty Images)
Kane vive bom momento (Foto: Getty Images)

Após ter vivido um início de temporada ruim, tendo passado as primeiras seis rodadas sem marcar um gol sequer, o jovem artilheiro Harry Kane se reencontrou com as redes nas últimas partidas e já tem uma marca expressiva na temporada. Com oito tentos em treze partidas da Premier League, é o principal goleador do Tottenham, o terceiro maior da liga e já vem de um double em outro derby londrino – na última rodada, os Spurs bateram o West Ham por 4×1. Kane é indiscutivelmente o jogador mais perigoso da esquadra de Mauricio Pochettino.

Curiosidades

– Chelsea e Tottenham se enfrentaram 153 vezes na história. Ao todo, os Blues venceram 65 partidas, perderam 50 e empataram 38;

– A maior goleada da história do confronto aconteceu na temporada 1997-1998, ocasião em que o Chelsea venceu o rival por 6×1;

– Até a última partida entre Tottenham e Chelsea na Premier League, que terminou com derrota dos Blues por 5×3, os Spurs estavam há nove partidas sem vencer o clube de Stamford Bridge (0V, 5D, 4E);

– Eden Hazard marcou gols nas três últimas partidas da Premier League contra o Tottenham;

– Cesc Fàbregas tem onze assistências em partidas contra o Tottenham.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: