12631471_897036353748924_7437287403723304309_n

Em Stamford Bridge, Chelsea enfrenta Manchester United

Após o empate sem gols contra o Watford na última quarta-feira (03), o Chelsea se prepara para um novo desafio neste domingo (07). Em partida válida pela Premier League, os Blues terão pela frente o Manchester United, clube que é o atual quinto colocado da competição e que vem de uma boa vitória contra o Stoke City. O jogo acontece às 14h00 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal ESPN Brasil. Você também fica por dentro de tudo o que acontecer na partida em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Hazard deve voltar ao time titular; Pedro é dúvida

A provável novidade do treinador do Chelsea, Guus Hiddink, para a partida contra o Manchester United é o retorno do belga Eden Hazard ao time titular dos Blues, uma vez que o jogador já se encontra com melhores condições físicas após recuperar-se de lesão e enfrentar MK Dons e Watford. Por outro lado, o espanhol Pedro Rodríguez, com um problema muscular, é dúvida e os atacantes Loïc Rémy e Falcao García seguem fora. Por último, os recém-chegados Alexandre Pato e Matt Miazga também não devem atuar por falta de condicionamento físico.

Manchester United tem lista extensa de desfalques

O treinador Louis van Gaal terá dificuldades para escalar a equipe que enfrenta o Chelsea. Embora esteja praticamente recuperado de um problema no tornozelo, Phil Jones não será opção para a partida. Seu retorno é esperado para as próximas rodadas. Além dele, Marcos Rojo, Luke Shaw, Antonio Valencia, Ashley Young, Bastian Schweinsteiger estão lesionados e são desfalques certos. Outro possível problema com o qual os Red Devils terão que lidar é a forma de Marouane Fellaini, que sofreu pancada na última partida do clube e é dúvida.

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Zouma, Terry, Azpilicueta; Mikel, Matic (Oscar); Willian, Fàbregas, Hazard; Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Manchester United (4-2-3-1): De Gea; Darmian, Smalling, Blind, Borthwick-Jackson; Carrick, Schneiderlin (Fellaini); Mata, Herrera, Martial; Rooney. Téc.: Louis van Gaal

Entrevistas pré-jogo

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink concedeu entrevista coletiva e falou sobre o duelo deste domingo (Foto: Chelsea FC/Divulgação)

Em sua coletiva, Hiddink falou sobre a condição física de seus jogadores, desvalorizou a disputa com Louis van Gaal e ressaltou a importância da partida.

“Pedro não esteve disponível (contra o Watford) por causa de uma lesão na virilha, mas ele treinou bem nesta manhã (na sexta-feira) e veremos como ele reage a isso. Não penso que teremos grandes problemas.

O Pato está em sua pré-temporada. Nós fizemos um plano de treinamentos, o qual ele está fazendo agora, treinando no mínimo uma vez, mas na maior parte dos dias duas, o que significa que ele está entrando em forma, mas ainda não está totalmente preparado. Ele não estará nas próximas partidas porque queremos tê-lo em forma, uma vez que não queremos o risco de lesões nesta liga dura.

Nós não podemos supervalorizar o papel de treinadores e auxiliaries – eles preparam os jogos, o adversário e a forma como vamos jogar. É isso. No fim, os jogadores têm que executar o que estão fazendo nos treinamentos e nas reuniões do time. Não podemos supervalorizar a batalha entre treinadores; é uma batalha entre jogadores.

Esse é um grande jogo. Grandes clubes com o passar dos anos, tanto o Manchester United quanto nós, gostamos de competir pelo título. Eles têm estado abaixo e nós estamos voltando aos trilhos pouco a pouco. É claro que eu gostaria de mais algumas vitórias em detrimento de uma invencibilidade com empates, mas o time está, passo a passo, mais estável e agora esperamos conseguir um belo tempo na primavera”.

Louis van Gaal (Manchester United)

Treinador do United falou do bom momento da sua equipe na temporada (Foto: Manchester United/Divulgação)

O holandês Louis van Gaal falou em sua entrevista coletiva sobre a necessidade de seu time impor seu estilo de jogo e garantiu que o atual bom momento de sua equipe deve-se à confiança que cresceu no elenco.

“É muito importante que nos atrevamos a jogar em todas as posições e que demos opções ao jogador que tem a bola. Isso é muito importante e eu espero que nós possamos mostrar isso. Então, poderemos vencer e poderemos bater o Chelsea. Isso deve nos dar um grande impulso se vencermos o Chelsea em sua casa.

Isso (bons resultados) nunca acontece de repente. Isso acontece porque nós estamos trabalhando muito duro. O estilo de treinamentos não mudou e (não é porque) há muito mais liberdade na cabeça dos jogadores.

É apenas por causa da confiança que os jogadores sentem em si mesmos, mais livres. Confiança é muito importante e quando você perde quatro partidas seguidas e você também está fora da Champions League, isso te dá um golpe mental muito maior do que quando é somente uma partida que você perdeu”.

Último encontro

A última vez em que Blues e Red Devils estiveram frente a frente aconteceu na 19ª rodada da atual disputa da Premier League. Na ocasião, atuando em Old Trafford, os rivais não conseguiram tirar o zero do placar.

Fique de Olho

O francês recentemente marcou um belo gol diante do Stoke City (Foto: Getty Images)

Com participações importantes nos gols do Manchester United nas duas últimas partidas, o jovem francês Anthony Martial voltou a mostrar bom futebol, após um período de instabilidade. Dono de muita habilidade e velocidade, o camisa 9 do Manchester United vem sendo regularmente uma opção poderosa pela faixa esquerda do ataque, marcando gols e dando assistências para seus companheiros. Sua imprevisibilidade pode trazer grandes problemas à retaguarda do Chelsea, que precisará neutralizá-lo.

Curiosidades

– Ao todo, Blues e Red Devils já se enfrentaram 173 vezes na história e o Manchester United tem superioridade. Ao todo, o Chelsea venceu 50 vezes, empatou 48 e perdeu 75;

– A maior goleada da história do confronto aconteceu na temporada 1960-1961, ocasião em que o Manchester United venceu por 6×0. A maior vantagem do Chelsea na disputa aconteceu na campanha de 1930-1931, quando impôs um placar de 6×2 ao clube de Old Trafford;

– O Chelsea não perde para o Manchester United há seis jogos na Premier League (3V e 3E);

– O time que mais venceu o Manchester United na “era Premier League” é o Chelsea, com 16 vitórias;

– O Chelsea perdeu apenas uma das últimas 13 partidas de Premier League contra o Manchester United em Stamford Bridge (8V, 4E e 1D).

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: