1455389738464_lc_galleryImage_Football_Soccer_Chelsea_v

Em show coletivo, Chelsea aplica goleada no Newcastle e renova esperanças para a Champions League

Em uma atuação como a muito tempo não se via, o Chelsea passou por cima do Newcastle neste sábado, no Stamford Bridge. Com uma atuação tática perfeita e um ritmo de jogo assustador, a equipe de Guus Hiddink abriu cinco a zero diante dos visitantes, e só veio a sofrer um gol nos minutos finais, perto dos acréscimos. Pedro (2x), Diego Costa, Willian e Traoré marcaram para o Chelsea, enquanto Townsend descontou. O próximo compromisso é diante do PSG, na terça-feira, pela UEFA Champions League.

Com ritmo fortíssimo, Chelsea atropela na primeira etapa

Desde a chegada de Guus Hiddink, o Chelsea costuma imprimir um forte ritmo, principalmente na marcação pressão, dentro de casa. E, hoje, diante do Newcastle, isso foi levado ao extremo. Logo aos quatro minutos, Willian partiu em velocidade pelo meio e encontrou Diego Costa dentro da área. O atacante conseguiu se sobressair fisicamente e finalizou na saída do goleiro Elliot, abrindo o placar.

Logo depois, aos oito minutos, mais Chelsea. Desta vez, Aarons descuidou-se ao sair jogando no campo de defesa. Pedro, com inteligência e muita intensidade, apareceu para recuperar a bola e sair cara a cara com o goleiro. Finalização tranquila e 2 a 0 no placar.

Após o segundo gol, os Blues deixaram com que o Newcastle tivesse a posse de bola na faixa do meio-campo, fazendo com que os visitantes assumissem liderança neste quesito durante a partida. Mas, quando os passes eram na defesa, existia uma forte pressão para que houvesse a recuperação.

Mesmo sem apresentar grande volume de posse, quando a tinha, o Chelsea aproveitava. Aos 16 minutos, Fàbregas lançou buscando Diego Costa, que carregou e deu belo passe para Willian, livre, fazer o terceiro gol da partida.

Depois de decidir o jogo muito cedo, o Chelsea ainda manteve a seriedade na marcação/parte tática, mas sem se arriscar tanto. Mesmo assim, houve boas chances. Ao apertar a saída do goleiro Elliot, aos 21, Diego Costa quase levou a melhor. Aos 24, Aarons salvou bola finalizada por Ivanovic, que ia em direção da meta. E, já no final, Willian, de falta, exigiu boa defesa. Por fim, primeiro tempo extremamente forte com vantagem considerável no placar.

Boa atuação coletiva persiste e placar aumenta

O Newcastle começou o segundo tempo tentando dar uma resposta. Na melhor chance, aos seis minutos, Azpilicueta evitou o gol de Shelvey com um excelente corte. Entretanto, mesmo tentando buscar um novo ritmo, o Newcastle seguiu sendo dominado.

Aos dez minutos, Willian e Diego Costa desenvolveram boa trama que terminou em finalização do meia. Elliot se esticou e fez boa defesa com os pés. Na sequência, aos 13, Fàbregas conseguiu descolar um ótimo lançamento para Pedro, que ganhou na velocidade e  finalizou para marcar o quarto.

Após o lance, o Chelsea, definitivamente, abaixou o ritmo. Mesmo assim, quando chegou ao ataque, foi fatal. Aos 38 minutos, Azpilicueta e Hazard tabelaram, e a jogada se encerrou com o cruzamento do espanhol para Traoré, que marcou o quinto. Antes do fim da partida, ainda houve a chance de um sexto gol. Fàbregas deu lindo passe para Hazard, mas o belga acabou falhando no momento da finalização. E, já perto dos acréscimos, o Newcastle mostrou que ainda estava em campo. Townsend arrancou pela direta, aproveitou o espaço e finalizou bem, pra fazer o gol de honra. Mas, é claro, nada que tirasse nem um pouco do brilho da atuação coletiva do Chelsea. Grande vitória e moral renovada para a Champions League. 

FICHA TÉCNICA

CHELSEA (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Cahill, Terry (c) (Baba Rahman), Azpilicueta; Fabregas, Matic; Pedro, Willian (Loftus-Cheek), Hazard; Diego Costa (Traoré)

NEWCASTLE (4-2-3-1): Elliot, Janmaat, Coloccini (c), Taylor, Aarons; Tioté (Lascelles), Shelvey, Townsend, Wijnaldum (Colback), Sissoko; Mitrovic (Doumbia);

GOLS: Diego Costa, Pedro (2x), Willian, Traoré (Chelsea); Townsend (Newcastle).

CARTÕES AMARELOS: Shelvey, Taylor (Newcastle).

ESTÁDIO: Stamford Bridge

ÁRBITRO: Roger East

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: