13124931_956163944502831_7704179946693698348_n

Em jogo remarcado, Chelsea visita Liverpool

A temporada 2015-2016 parece um pesadelo para o torcedor do Chelsea. Após uma campanha vitoriosa, a atual vem sendo um total desastre, tendo sido a última partida – derrota por 3×2 contra o Sunderland – só mais um exemplo de um padrão que se segue. Em jogo válido pela 30ª rodada e que havia sido adiado, os Blues terão nova chance de mostrar brio na temporada. Atuando em Anfield Road, o Chelsea enfrenta o Liverpool, nesta quarta-feira (10). O jogo acontece às 16h00 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal ESPN Brasil. Você também fica por dentro de tudo o que acontecer no encontro em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Klopp deve usar seus titulares

Após utilizar grande parte de seu time reserva contra o Watford, na última partida do clube, o treinador Jürgen Klopp deverá escalar o Liverpool com seu time titular. Assim, atletas como Nathaniel Clyne, Dejan Lovren, Kolo Touré, James Milner, Emre Can, Adam Lallana e Daniel Sturridge devem voltar a integrar o onze inicial do treinador alemão.

Hiddink tem muitos desfalques

O treinador interino do Chelsea, Guus Hiddink, terá problemas para escalar a equipe que enfrenta o Liverpool. John Terry está suspenso e não atua mais nesta temporada. Além dele, Loïc Rémy, Diego Costa, Pedro e Kurt Zouma estão lesionados e não são opção para o holandês, que, com este quadro, terá problemas para montar seu setor ofensivo, tendo Pato e Bertrand Traoré como alternativas para o comando do ataque.

Prováveis escalações

Liverpool (4-2-3-1): Mignolet; Clyne, Lovren, Touré, Moreno; Can, Milner; Lallana, Firmino, Coutinho; Sturridge. Téc.: Jürgen Klopp

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Azpilicueta, Cahill, Ivanovic, Baba; Mikel, Fàbregas; Willian, Oscar, Hazard; Traoré (Pato). Téc.: Guus Hiddink

Entrevistas pré-jogo

Jürgen Klopp (Liverpool)

Klopp confirmou que espera vencer as duas partidas que tem antes da final da Europa League (Foto: Liverpool FC)
Klopp confirmou que espera vencer as duas partidas que tem antes da final da Europa League (Foto: Liverpool FC)

Em sua entrevista coletiva, visando a final da Europa League contra o Sevilla, Klopp disse que espera que seu time vença os últimos jogos de Premier League para ir bem preparado à final continental.

“Minha preferência é que chegue a quinta-feira da próxima semana e tenhamos vencido dois jogos, contra Chelsea e West Brom, e que voltemos a Liverpool com o título [da Europa League]. Essa é a única situação melhor do que sentar aqui agora e falar sobre esses três jogos. Gosto de jogá-los, obviamente sou um ser humano normal, então não teria problema dizer ‘ok, acabou e temos tudo o que queremos’.

Mas isso não funciona assim. Gosto desse tudo ou nada, isso é verdade, mas apenas por causa da oportunidade de conquistar tudo. Isso é o que tentaremos fazer. Tento dizer a todo tempo que é preciso ritmo.

Se perdermos os próximos dois jogos, creia, vou à Basileia ainda confiante e pensando que podemos vencer esse jogo [final da Europa League]. Mas seria melhor vencê-los. É assim que é. Mas não posso decidir agora, não há regra, não há regra fixada que diz que se você vencer os últimos dois jogos então vencerá a final – infelizmente não há.

Nosso caminho é nos concentrarmos em coisas que influenciamos. Isso significa o Chelsea agora, depois o West Brom e então a final. Tentaremos de tudo, com certeza”.

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink comentou o futuro de John Terry (Foto: Chelsea FC)
Hiddink comentou o futuro de John Terry (Foto: Chelsea FC)

Hiddink, por outro lado, discutiu a forma de John Terry e seu futuro, além de ressaltar as qualidades do time do Liverpool.

“Ele [Terry] tem treinado nos últimos dias e, obviamente, quando vem a campo após ser expulso, não mostra a melhor cara. Mas nos treinamentos ele começou a levantar seu moral e treinou bem. É claro que não estar lá nos últimos dois jogos é um revés para ele e para nós.

É sempre bom ter grandes jogadores a bordo, então é uma grande pena. Especialmente para a torcida da casa e para os campeões do Leicester, que nos visitarão. Quando faço um julgamento sobre como ele joga, sua forma e idade, concluo que ele está apto a jogar e continuar [jogando futebol]. Onde? Isso é com o clube. Não é o meu papel fazer declarações sobre isso.

(…)

É um time com muita energia o que Klopp formou. Eles podem ser muito vivos; eles estavam em desvantagem contra o Borussia Dortmund e se recuperaram no segundo jogo. Eles têm um time  habilidoso, mas também um time forte.

(…)

Outro dia estávamos sentados próximos um do outro em Bournemouth e discutimos isso um pouco [a possibilidade de Terry se tornar treinador]. Esses jogadores, e já tive experiências no passado com Gullit, Rijkaard e Koeman, começam a pensar sobre o que devem fazer a seguir [com o fim de suas carreiras]. Eles amam estar envolvidos com o futebol. John sempre foi um líder e tecnicamente você pode confiar nele, o que é importante. Você pode usar sua experiência para ajudar qualquer jogador ou equipe”.

Último encontro

Liverpool levou a melhor no último confronto (Foto: Chelsea FC)
Liverpool levou a melhor no último confronto (Foto: Chelsea FC)

A última vez em que Chelsea e Liverpool se enfrentaram aconteceu na 11ª rodada da atual Premier League. Jogando em Stamford Bridge, os Blues foram derrotados por 3×1. Ramires até abriu o placar para o clube londrino, mas Coutinho, duas vezes, e Christian Benteke decretaram a vitória dos Reds.

Fique de Olho

Firmino vive ótimo momento (Foto: Liverpool FC)
Firmino vive ótimo momento (Foto: Liverpool FC)

Vivendo ótima fase desde a chegada de Jürgen Klopp ao Liverpool, o brasileiro Roberto Firmino, contratado junto ao Hoffenheim no início desta temporada, tem sido decisivo para os Reds. Nas importantíssimas semifinais da Europa League, contra o Villarreal, marcou duas vezes e também balançou as redes na última partida do clube, vitória sobre o Watford. Na temporada, já leva 11 gols e 11 assistências, em 47 jogos.

Curiosidades

– Chelsea e Liverpool se enfrentaram 174 vezes na história e a vantagem é dos Reds, que têm 75 vitórias, 61 derrotas e 37 empates;

–  A maior goleada do confronto aconteceu na temporada 1934-1935, ocasião em que o Chelsea perdeu para o Liverpool por 6×0. A revanche dos Blues veio na temporada 1937-1938, quando o clube londrino venceu por 6×1;

– O Liverpool sofreu gols nas últimas nove partidas de Premier League contra o Chelsea;

– O Chelsea, pela primeira vez desde 1996-1997, sofreu mais de 50 gols na Premier League.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: