CgvClY3WwAA-DI6

Em jogo movimentado, Chelsea goleia Bournemouth

O Chelsea voltou a entrar em campo pela Premier League neste sábado (23). Atuando no Vitaly Stadium, os Blues jogaram bem e venceram o Bournemouth: 4×1, com gols de Pedro, Willian e Eden Hazard (2) para o Chelsea e com Tommy Elphick descontando para os donos da casa.

Na vaga do suspenso Thibaut Courtois, Asmir Begovic foi o titular, na criação Hazard voltou a entrar em campo, após recuperar-se de lesão, e John Obi Mikel atuou na zaga, dando lugar a Nemanja Matic no meio-campo. Quem ficou de fora do time titular desta vez foi o garoto Ruben Loftus-Cheek, destaque nas últimas partidas.

O time londrino volta a entrar em campo no início de maio, contra o rival Tottenham em Stamford Bridge, jogo em que os Blues poderão interferir diretamente na luta pelo título inglês desta temporada.

Primeiro tempo tem vantagem do Chelsea

A primeira etapa da partida entre Blues e Cherries começou movimentada. Logo aos cinco minutos, Diego Costa puxou contragolpe, passou para Cesc Fàbregas que acionou Pedro Rodríguez, vendo seu compatriota invadir a área e balançar as redes, dando vantagem ao Chelsea. Os donos da casa até haviam começado a partida melhor que os visitantes, mas nada puderam fazer para impedir a bela trama dos jogadores espanhóis.

Aos 17, o Bournemouth teve sua primeira boa oportunidade, após cruzamento de Charlie Daniels que encontrou o atacante Joshua King, que finalizou muito alto e longe da baliza de Begovic. Cinco minutos depois, novamente por meio de Daniels os donos da casa tiveram nova ocasião de gol, mas o cruzamento de Marc Pugh não alcançou Lewis Grabban e a bola ficou oferecida para o goleiro do Chelsea. Pouco depois foi a vez de Branislav Ivanovic arriscar cobrança de falta na barreira.

Hazard marcou após voltar de lesão (Foto: Chelsea FC)
Hazard marcou após voltar de lesão (Foto: Chelsea FC)

No minuto 27 o Bournemouth voltou a assustar. Em jogada de Dan Gosling, Pugh finalizou e a bola passou à direita do gol do Chelsea. Dois minutos depois, Grabban voltou a desperdiçar boa oportunidade, finalizando sem ângulo. Aos 32, o mesmo Grabban voltou a assustar, em cabeceio que saiu à esquerda do gol azul, após cruzamento de Junior Stanislas. No minuto seguinte, Fàbregas passou a Eden Hazard que finalizou com precisão de fora da área a ampliou o placar para o Chelsea.

Na sequência, aos 36, Elphick diminuiu para os mandantes, após bola rolada em escanteio e cruzada pelo lateral Simon Francis que encontrou a cabeça do capitão dos Cherries. Até o final do primeiro tempo Stanislas, Fàbregas e Pedro ainda perderiam boas oportunidades de marcar para suas equipes, tendo a etapa inicial terminado 2×1 para o Chelsea. Houve, ainda, lance polêmico aos 47, com Mikel derrubando Grabban na área e nada sendo assinalado.

Chelsea joga melhor e assegura vitória na etapa final

Com cinco minutos da etapa final, o Chelsea teve sua primeira oportunidade clara de gol. Matic enfiou ótima bola para Baba Rahman, que penetrou na área e cruzou para Diego Costa que chegou atrasado e não consegui desviar a bola para as redes do goleiro Artur Boruc. Na sequência, o árbitro marcou impedimento equivocado, evitando nova chance para Costa. Aos 54, Fàbregas arriscou de fora da área, levando perigo e ganhando escanteio.

Willian também marcou (Foto: Chelsea FC)
Willian também marcou (Foto: Chelsea FC)

Com mais posse de bola e domínio das ações, o Chelsea seguiu levando perigo ao gol de Boruc nos minutos que se seguiram. Aos 65, no entanto, Mikel e Begovic se atrapalharam e por pouco o Bournemouth não empatou a partida, ficando apenas com um escanteio. No minuto seguinte, Stanislas arriscou com perigo ao gol do Chelsea. Aos 71, Willian arrancou pela direita após belíssima assistência de Cesc Fàbregas e ampliou o placar para os Blues, 3×1.

Quatro minutos depois, Hazard criou jogada pelo lado esquerdo e Pedro arriscou uma bicicleta, que passou à esquerda do gol defendido pelo goleiro Boruc. Aos 78, os Cherries voltaram a levar perigo, em novo cabeceio de Elphick, que ganhou escanteio. Na sequência o Chelsea teve a oportunidade de fazer o quarto gol em contragolpe parado pelo defensor Cook.

Somente aos 83 minutos o Chelsea fez sua primeira alteração, com o ingresso de Loftus-Cheek na vaga de Willian, que saiu com câimbras. Nos minutos finais, os Blues valorizaram a posse de bola e ainda tiveram tempo para marcar mais um gol. Matic foi à linha de fundo e cruzou para Hazard marcar novamente e dar números finais ao encontro.

Em boa parte da partida o Chelsea lembrou os bons momentos da temporada passada, com muita movimentação de seus meias, aproximação e entrosamento.

Ficha técnica

Bournemouth (4-5-1): Boruc; Francis, Elphick, Cook, Daniels; Surman, Gosling, Pugh, Stanislas (Ritchie 78′), Grabban (Afobe 63’); King (Wilson 63’). Téc.: Eddie Howe

Reservas não utilizados: Federici, Wiggins, MacDonald e O’Kane.

Chelsea (4-2-3-1): Begovic; Azpilicueta, Mikel, Ivanovic (c), Baba; Matic, Fàbregas; Pedro, Willian (Loftus-Cheek 83′), Hazard; Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Reservas não utilizados: Amelia, Miazga, Kenedy, Traoré, Pato e Falcao.

Gols: Pedro 5’, Hazard 34’ e 91′ e Willian ’71 (CHE); 36’ Elphick (BOU)

Cartão Amarelo: –

Cartão Vermelho:

Árbitro: Roger East

Público: 11.365

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: