guidolin-e-conte-swache

Em jogo difícil, Chelsea garante o empate fora de casa

Nesse domingo (11/09), o Chelsea visitou o Swansea no Liberty Stadium em Gales pela 4ª rodada da Premier League. Como é comum no time de Antonio Conte nesta temporada, os Blues começaram ditando o ritmo de jogo, cadenciando e acelerando conforme a necessidade. O duelo marcou o novo encontro de dois técnicos italianos: Conte pelo lado do Chelsea e Francesco Guidolin comandando o time de Gales.

Em jogo complicado em que o Chelsea foi superior na maior parte do tempo, dois lances complicaram a partida e, dadas as circunstâncias, os Blues conseguiram um resultado importante fora de casa contra um time bem montado por Guidolin. Com o empate, o time de Londres perde os 100% de aproveitamento e a chance de empatar em pontos com o Manchester City na liderança do campeonato.

Primeira etapa dominada com facilidade e vantagem conquistada por Diego Costa

Primeiro tempo com poucas faltas e ritmo cadenciado, o Chelsea dominou todas as ações apesar do equilíbrio na posse de bola. Logo no começo do jogo, Willian chegou duas vezes ao gol adversário em chutes cruzados aos 5′ e aos 10′ exigindo boas defesas do goleiro Fabianski. O jogo continuou morno e disputado no meio campo até que Ivanovic subiu para o ataque e cruzou, após confusão na área a bola sobrou para Diego Costa chutar da meia lua no canto esquerdo do goleiro, marcando seu terceiro gol na temporada.

Diego Costa ressurgiu com Antonio Conte nesta temporada (Reprodução Site Premier League)
Diego Costa ressurgiu com Antonio Conte nesta temporada (Foto: Reprodução Site Premier League)

Os Blues ainda tiveram chance de ampliar logo em seguida com Hazard que escapou pela esquerda mas Fabianski fez boa defesa. Após o gol o Chelsea imprimiu um ritmo mais forte, ensaiando uma pressão com boas trocas de passes dos meias. Após os 30′ o jogo voltou ao ritmo do início, completamente dominado pelo time de Londres, com boas chegadas dos laterais mas sem chances claras de ampliar o marcador. O time da casa só chegou com perigo em chute cruzado de Sigurdsson no final da primeira etapa que não exigiu defesa de Courtois e passou à direita do gol.

Segunda etapa marcada por falhas da arbitragem e da zaga

O segundo tempo começou elétrico com o Chelsea pressionando a saída de bola e chegou logo aos dois minutos em chute cruzado de Willian que passou na frente de Hazard que não conseguiu completar. Diego Costa, em contra-ataque solitário contra três defensores, recebeu falta na entrada da área, que Willian bateu mas não conseguiu passar pela aglomeração na área. Entre uma jogada do Swansea e uma do Chelsea, Diego Costa continua trocando jogadas ríspidas com os zagueiros do time da casa. Na marca dos 57′, Amat comete sua quinta falta no jogo, duas após receber cartão amarelo. No contra-ataque do time da casa, a bola é lançada por Barrow para Sigurdsson, que divide com o goleiro Courtois, sofrendo pênalti que ele mesmo converteu em cobrança alta no meio do gol. Courtois recebeu cartão amarelo pelo pênalti cometido em Sigurdsson.

Dois minutos após o gol do Swansea, Fer fez falta não marcada pelo árbitro em cima de Cahill e ficou com a bola, partiu sozinho cara-a-cara com Courtois e tocou na saída do belga para virar o placar no Liberty Stadium. A resposta dos Blues veio logo aos 65′ com chute de Oscar de fora da área para bela defesa de Fabianski. Antonio Conte tentou colocar o time à frente substituindo Matic e Willian por Fàbregas e Moses, respectivamente aos 76′ e 77′ da segunda etapa. As mudanças surtiram efeito e dois minutos após a entrada de Fàbregas, o espanhol cruzou na cabeça de Oscar que finalizou mal. Logo em seguida, o espanhol novamente começa a jogada em lançamento para Oscar, que domina a bola dentro da área, rola para Ivanovic que chuta cruzado, a zaga desvia e Diego Costa, de voleio, completa de dentro da pequena área para empatar o jogo e recolocar o Chelsea na partida.

Courtois perde o tempo da bola e comete pênalti em Sigurdsson (Foto: Reprodução site Premier League
Courtois perde o tempo da bola e comete pênalti em Sigurdsson (Foto: Reprodução site Premier League

O Chelsea seguiu pressionando e faltando cinco minutos para o fim da etapa complementar, Hazard fez bela jogada e rolou para Diego Costa na direita que parou em Fabianski. Como é típico da Premier League, o jogo aumentou sua intensidade no final com o Swansea contra-atacando levando perigo em algumas oportunidades, principalmente na escapada do time da casa após escorregão de Hazard que teve que voltar marcando e fez a falta, tomando cartão amarelo.

Andre Marriner deu quatro minutos de acréscimo e os visitantes continuam pressionando mas deixando espaços na defesa para os contra-ataques do time galês. Apesar das mudanças, os Blues não conseguiram converter as chances em gols e foram pressionados nos últimos minutos pelo Swansea que, muito bem fisicamente, conseguiu anular grande parte das jogadas ofensivas do Chelsea.

Confira os gols:

Ficha Técnica

Chelsea (4-1-4-1): Courtois; Ivanovic, Cahill, Terry, Azpilicueta; Kanté; Matic (Fàbregas 76′), Oscar (Batshuayi 89′), Willian (Moses 77′), Hazard; Diego Costa.

Reservas não utilizados: Begovic, Alonso, David Luiz, Pedro

Swansea (3-5-1-1): Fabianski; F. Fernandez, Amat, Kingsley; Naughton, Ki Sung-Yueng, Fer, Cork, Taylor (Barrow 41′); Sigurdsson (Rangel 88′); Llorente

Reservas não utilizados: Nordveldt, Van der Hoorn, Britton, Montero, Fulton,

Gols: Diego Costa 18′, 81′(CHE), Sigurdsson 59′ (SWA), Fer 62′ (SWA)

Cartões amarelos: Fer 26′ (SWA), Diego Costa 41′ (CHE) , F. Fernandez 42′ (SWA), Amat 48′ (SWA), Courtois 59′ (CHE), Hazard 89′ (CHE), Terry 92′ (CHE)

Árbitro: Andre Marriner

Público: 20.865

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: