willian-premier-league-chelsea-v-burnley-270816_1uetm6j9nbsde1uw0loxgbsxlw (1)

Em atuação brilhante, Chelsea vence com goleada em Stamford Bridge

O Chelsea entrou em campo neste sábado (27/08) para manter o 100 % de aproveitamento nesta nova temporada da Premier League. Desta vez, conseguiu arrancar mais três pontos, do Burnley. A partida iniciou com o domínio dos Blues, o que se manteve até o final, mesmo jogando contra um adversário que chegou com confiança em Stamford Bridge, após uma grande vitória contra o Liverpool, dentro de casa. O time de Londres confirmou o favoritismo, em um jogo que terminou em goleada, com o placar final de 3 a 0.

Em uma partida importante, o time comandado pelo técnico, Antonio Conte, dominou, conseguiu chegar mais vezes ao gol do adversário e ser objetivo. O Burnley não conseguiu criar muitas chances na defesa dos Blues e pouco assustaram os torcedores azuis.

A melhora do Chelsea foi evidente, e o time brilhou, controlando e jogando muito bem em todos os setores do campo, o que aumentou ainda mais com a confiança que os dois gols nos primeiros 45 minutos deram ao time. A vitória se concretizou no segundo tempo, quando Moses marcou o terceiro gol para os donos da casa.

Blues dominam o primeiro tempo e abrem 2 a 0

hazarddd
Hazard comemora mais um gol vestindo a camisa do Chelsea. (Foto: Reuters)

Na primeira etapa, o Chelsea conseguiu manter o controle da partida, sem sofrer pressão da equipe adversária. A equipe londrina teve seu meio campo criando jogadas perigosas, fazendo lançamentos precisos e roubando a bola, quando necessário.

Tanto os jogadores do centro, quanto os das linhas laterais, jogaram objetivamente e preocuparam o goleiro Heaton. O primeiro gol do Chelsea surgiu com o meia, Hazard, que cortou a zaga e chutou no canto do gol, aos nove minutos. Um dos destaques no setor defensivo foi o francês, Kanté, que conseguiu manter os Blues com a posse de bola, fazendo interceptações de passes e combate direto com os jogadores do Burnley.

Em uma bela jogada aos 36 minutos, que quase resultou em gol, surgiu do lado direito do campo, com passe de Willian para Oscar, que cortou com categoria o jogador do Burnley e tocou para Diego Costa chutar, lance que parou no goleiro, Heaton.

Cinco minutos depois, o segundo gol do Chelsea surgiu de uma jogada individual de Willian. Aos 41 minutos, que driblou o jogador do time adversário e chutou no canto direito do goleiro, marcando mais um belo gol para o time de Stamford Bridge.

Chelsea faz mais um em etapa complementar e confirma a vitória

moses
Victor Moses faz o terceiro gol para os Blues. (Foto: Getty Images)

Os Blues conseguiram grandes chances e confirmaram o favoritismo, a atuação do time foi grandiosa, com todos os setores do campo jogando com qualidade e os jogadores que entraram nesta segunda etapa, fizeram a diferença e ampliaram o placar. O Burnley não conseguiu criar jogadas perigosas perto do gol de Courtois, mesmo que o time de fora tenha melhorado nos 45 minutos finais.

Logo nos lances do segundo tempo, Diego Costa teve duas grandes oportunidades de marcar para os Blues, uma delas saiu de um rebote do chute de Hazard, mas o atacante chegou depois da zaga e não conseguiu marcar.

Aos 55 minutos, Willian cobrou escanteio em jogada ensaiada, para Hazard, que chutou de voleio no canto esquerdo do goleiro, que defendeu mas ofereceu o rebote para o capitão, John Terry, que quase marcou, mas, chutou por cima do gol.

Uma chance para o Burnley veio com o terceiro escanteio seguido, aos 73 minutos, em uma bola de cabeça, que parou nas mãos do goleiro, Courtois.

O terceiro gol do Chelsea saiu em um contra-ataque pelo lado esquerdo, com Pedro, que correu e fez uma bela assistência para Victor Moses marcar e ampliar o placar. Os dois jogadores entraram no segundo tempo e fizeram a diferença.

Confira os gols:

Ficha Técnica

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Cahill, Terry, Azpilicueta; Matic, Kanté; Willian (Moses 76’), Oscar, Hazard (Pedro 81’); Diego Costa (Batshuayi 80’).

Reservas não utilizados: Begovic, Aina, Fabregas, Loftus-Cheek.

Burnley (4-4-2): Heaton; Lowton, Keane, Mee, Word.; Boyd, Marney (Tarkowski 71’), Defour (O’ Neill 57’), Arfield (Gudmundsson 57’) ; Gray, Vokes.

Reservas não utilizados: Darikwa, Robinson, Kightly, Jutkiewicz.

Gols: Hazard 9’, Willian 41’, Moses 89′ (CHE)

Cartão Amarelo: Oscar 30’, Ivanovic 43’ (CHE); Keane 49’ Tarkowski 90′ (BUR)

Cartão Vermelho:

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: